22.9 C
Vitória
terça-feira, 22 setembro 2020

“Só quem sente na pele o que significa, sabe o porquê dos protestos”

Leia também

‘Mistura de ceticismo com desconhecimento’ afeta soluções ambientais, diz Barroso

Ministro chegou a indicar que, em razão da semelhança dos assuntos, as ações poderão até ser levadas a julgamento juntas

Aras se diz contra pedido da prefeitura do RJ para volta às aulas na rede privada

De acordo com o procurador-geral, o deferimento dos pedidos de suspensão de segurança, de liminar e de tutela provisória tem caráter excepcional

Doria diz ter plano estadual alternativo à vacinação contra covid-19

O governador porém ressalvou: "tenho certeza que Ministério da Saúde não caminhará, não trilhará um caminho ideológico, partidário e eleitoral"

A declaração é do pastor brasileiro, Evandro de Souza, que vive nos EUA há 20 anos e acompanhou os protestos pela morte de George Floyd

O pastor Evandro Maurício de Sousa (42), que mora com a família nos EUA há 20 anos, disse como tem sido estes dez últimos dias com os protestos no país, após a morte de George Floyd. Ele é pastor da Igreja Brasileira de Kissimmee, na Flórida.

Segundo ele, o sentimento é de revolta e angústia, após o ocorrido com Floyd, que era negro e foi morto por um policial branco, após ter seu pescoço pressionado com o joelho do militar, resultando em sua morte por asfixia.

O ex-policial foi acusado de assassinato em segundo grau pela promotoria de Minessota e a pena pode chegar a 40 anos de prisão. Os outros três policiais também foram acusados por serem cúmplices e não tomarem nenhuma atitude em relação à trágica ação de Derek Chauvim, policial envolvido no homicídio.

Repercussão

O caso repercutiu no mundo todo, ganhando força no combate ao racismo. “A morte de George Floyd foi repugnante, triste, indescritível e chamou a atenção de todas as nações. Ele era um homem de bem que estava fazendo um trabalho extraordinário para a sociedade”, disse o pastor.

“Cristão, George trabalhava com os jovens e tinha como objetivo influenciá-los dizendo que Jesus é muito melhor e maior do que tudo que eles poderiam encontrar nas ruas. Assim, conseguia resgatá-los do abandono e das drogas. Estamos falando de uma pessoa que estava fazendo um bem muito grande pela sociedade”, completou Evandro.

Pastor Evandro de Souza. Foto: Facebook

Floyd e seu envolvimento com a igreja

O trabalho de Floyd era bem relevante na cidade de Houston, no Texas. Ele era envolvido com as obras da igreja e apoiava líderes religiosos. Isso fez com que os protestos tomassem uma proporção ainda maior, pois era um cidadão de bem.

“Isso foi tomando forma e volume. Outras classes começaram a adquirir a causa. Várias cidades aqui tiveram protestos que começaram pacíficos, mas depois entraram alguns aproveitadores e começaram a quebrar lojas, saquear, depredar prédios púbicos e policiais”, explicou Evandro.

Reforma na polícia americana

O pastor, que é mestre em aconselhamento e terapia de família, acredita que a polícia americana precisa passar por uma reforma, já que o índice de mortes de negros, assim como de brancos, são bem discrepantes. O percentual de mortes de negros é considerado alto.

Outro aspecto que é temido por Evandro é a questão do armamento, pois uma vez que no país é autorizado o uso de armas de fogo, muitos querem defender seus estabelecimentos e casas armados.

“O clima que estamos vivendo é de tensão porque 90% dos americanos andam armados nas ruas e nos comércios, já que o armamento é legalizado. Como será feita essa defesa, em meio de centenas de pessoas agitadas?”, questiona o pastor.

Outra coisa que também chamou a sua atenção foi à atitude de alguns policiais, em Miami, no Sul da Flórida. Durante os protestos, eles se ajoelhavam e pediam perdão em um gesto de demonstração de humildade.

“Os protestos vão continuar e precisam ser pacíficos. A cena dos policiais se ajoelhando é muito forte e emocionante, eles chegam a se abraçar e chorar”.

O pastor diz que as coisas se resolvem com diálogo e paz, pois foi assim que Cristo nos ensinou, uma vez que “a violência não pode ser tratada com violência, Jesus Cristo nos ensinou que não se vence o mal com o mal, se vence com o bem.”

*Com informações de DeFato

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Brasil: Governo pede suspensão da exibição do filme “Cuties”

"Cuties" (Lindinha), produção francesa da Netflix, é acusada de sexualizar crianças. Saiba mais!

Live Elementos Essenciais do Discipulado hoje

Como os Estudos da Bíblia de Discipulado podem ser usados em microgrupos de discipulado entre pessoas recentes na fé. Saiba mais!

Angola: Justiça manda fechar templos da Igreja Universal

Prédios da Igreja Universal em Angola, localizados em pelo menos quatro regiões foram interditados por autoridades policiais neste domingo.

Após seis dias internado, André Mendonça deixa hospital

De acordo com o Ministério da Justiça, ele seguirá trabalhando de casa nas próximas três semanas. Saiba mais!

“Maior tesouro”, com Anderson Freire e Jozyanne

Música é uma composição de Josyanne e Anderson Freire. "Maior tesouro" está disponível em todas plataformas digitais. Ouça a canção!

Vídeos sobre a Bíblia alcançam 1 milhão de pessoas no Tik Tok

Produzidos por Jey Reis, 17 anos, os vídeos diários, que são publicados no Tik Tok, falam sobre Jesus. Saiba mais! !

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Live solidária: artistas em favor da Igreja Perseguida

Denominado de "Seja um com eles", a live solidária é um grito de ajuda a igreja perseguida. Paulo César Baruk, Rebeca Nemer, Eyshila, André Aquino são alguns dos convidados. Saiba mais!

Arte da Graça em casa; Conscientização do setembro amarelo

Em formato online, o evento une shows e workshops incentivando a tolerância, paz e música. Saiba mais!

Aquecimento Sepal 2020, com Edméia Williams e Rodrigo Gomes

Transmissão acontecerá nesta segunda-feira, 14 de setembro, às 19 horas. Saiba como participar!

Encontro nacional Renas: “Ser criança em tempos de incerteza”

É a 13ª edição do Encontro Nacional da Rede Evangélica Nacional de Ação Social (Renas). Evento, que acontece em outubro, será online. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Vídeos sobre a Bíblia alcançam 1 milhão de pessoas no Tik Tok

Produzidos por Jey Reis, 17 anos, os vídeos diários, que são publicados no Tik Tok, falam sobre Jesus. Saiba mais! !

“Inesquecível”: a história da professora que morreu para salvar crianças

Filme vai contar a história da professora Heley de Abreu, que deu avida para proteger crianças de um incêndio, em Janaúba (MG). Saiba maiws!

Kemuel e Priscilla Alcântara conquistam Platina Triplo

Platina Triplo é uma certificação pelo grande alcance que as canções dos artistas tiveram nas plataformas digitais de música Nesta quinta-feira, 17, Kemuel e Priscilla...

Ajude um cego a ler a Bíblia e ter a vida transformada

A iniciativa quer distribuir a Bíblia para cegos em todo o Brasil e promover a acessibilidade para pessoas com deficiência visual. Saiba mais!