26.8 C
Vitória
segunda-feira, 30 março, 2020

Pastor dedica-se a impedir sacrifícios de crianças em rituais de feitiçaria

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

Atletas mantêm vagas para os Jogos Olímpicos em 2021

COI confirmou que os atletas já classificados para os Jogos Olímpicos tem vaga assegurada. A nova data do evento será de 23 de julho a 8 de agosto de 2021

Consultor da Red Bull queria que os pilotos pegassem a COVID-19

O conselheiro de automobilismo da Red Bull, Helmut Marko, queria que os pilotois de formula 1 de sua equipe, fossem infectados com o COVID-19

McLaren vai produzir 10 mil ventiladores respiratórios

Equipe de Fórmula 1 disponibilizou a fábrica de carros junto com outras empresas para fabricar equipamentos médicos para ajudar as vítimas da Covid-19

Abertura dos jogos olímpicos acontecerá em julho de 2021

Os Jogos Olímpicos de Tóquio têm nova data definida para serem realizados: de 23 de julho a 8 de agosto de 2021 na capital japonesa

Todos os anos, centenas de crianças são sequestradas e assassinadas por causa de tradições religiosas em Uganda, África. Lá, bem como outras partes do continente, os rituais de sacrifício humano continuam acontecendo e deram origem a um mercado lucrativo.

O pastor evangélico Peter Sewakiryanga decidiu combater essa prática atroz. Ele se juntou a políticos e policiais na tentativa de acabar com os sacrifícios e prender os responsáveis.

Seguindo tradições locais, os feiticeiros ensinam que quando alguém sequestra uma criança, acaba obtendo riquezas e proteção, explica Peter. Ele criou o Ministério Kyampisi de Cuidado Infantil, uma organização cujo objetivo é acabar com o sacrifício de crianças em Uganda. Ele descreve o ritual brutal praticado pelos feiticeiros.

“Quando eles pegam uma criança, na maioria das vezes cortam seu pescoço, drenam todo o sangue, tiram partes da pele, cortam a genitália ou outras partes do corpo que, segundo eles, são pedidos dos espíritos”, detalha.

O líder cristão diz que esse problema está aumentando e muitas crianças são mortas. “Existem poucos casos de sobreviventes, pois a maioria acaba morrendo”, contou.

Segundo o detetive Emmanuel Mafundo, que investigou alguns desses casos, há empresários que encomendam sequestros e sacrifícios para terem “sorte” nos seus negócios. Em um caso recente, um homem confessou ter pago U$ 1,400 pela morte de um menino de três anos, filho de seus vizinhos.

O problema dos sequestro e morte de crianças em rituais de bruxaria é algo real e preocupante. O governo criou uma força-tarefa específica para combater tanto o sacrifício infantil quanto o tráfico humano.

Mike Chibita ocupa o cargo mais importante da polícia da Uganda. Parte da força-tarefa, ele disse que a superstição e a ideia que isso os fará rico rapidamente ajudam a disseminação do sacrifício infantil em seu país.

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

26 de março: live – Como inovar na igreja em tempos de disruptura

Nesta quinta (26), as 19h, vai acontecer a primeira live da série "O efeito da liderança na crise” com Josué Campanhã, diretor da Envisionar e Thiago Faria

Novo Som faz show online

Devido a quarentena por causa do coronavírus, a banda vai estar ao vivo no sábado (28) a partir das 20h. Será transmitido pelo Instagram e Facebook

Coronavírus: Os eventos evangélicos que já foram cancelados

Devido a pandemia que se instalou no país por conta da Covid-19, muitos eventos evangélicos foram cancelados, suspensos ou adiados. Confira!

Oficina sobre comicidade no ambiente hospitalar

O Lacarta Circo Teatro abre inscrição para palhaço hospitalar. A oficina acontecerá dia 14 e 15 de março das 09h às 16h, na sede...

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Programas on-line para mentoreamento de homens e mulheres

Ministérios vão transmitir série de lives com objetivo de fortalecer as famílias e oferecer aos pastores, líderes e cônjuges ferramentas para o cuidado intencional, discipulado e mentoreamento

Vem aí o Festival de Cinema Cristão 2020

Entre as novidades do Festival desse ano estão a abertura para a categoria de filmes para surdos e mudos. Inscrições começam dia 1º de abril e vão até 30 de junho

Um encontro diário com a Palavra de Deus

A SBB mobiliza-se para levar esperança à população brasileira, disseminando, pelos meios digitais, a mensagem da Bíblia Sagrada. Entre as ações estão a campanha #PalavradeEsperança e o podcast Um minuto com a Bíblia

Como a pandemia deve ser encarada pelos cristãos?

“Creia no sobrenatural de Deus”, diz médica cristã, ao falar sobre o medo do coronavírus e como os cristãos devem encarar a pandemia