22.6 C
Vitória
segunda-feira, 6 julho, 2020

Pandemia afeta tratamento de hipertensão em mais de metade dos países

Mais lidas

O mistério da morte de centenas de elefantes na África

Pesquisadores acreditam que o coronavírus possa ser uma das causas das mortes das centenas de elefantes na África. Saiba mais!

Coronavírus deixa 73 países em risco de escassez de remédios para HIV

A incapacidade dos fornecedores de entregarem os antirretrovirais dentro do prazo e a paralisação dos serviços de transportes terrestre e aéreo estão entre as causas

Estudantes com Fies podem suspender parcelas no BB a partir de hoje

A manifestação pode ser feita pelo app BB. Saiba mais! 

Governo amplia vetos na lei que torna obrigatório o uso de máscara

Artigos da lei foram republicados no Diário Oficial de hoje. Saiba mais! 

Doença agrava casos de Covid-19. OMS detectou falhas também nos serviços a diabéticos e cardíacos

Por Redação (AE)

A pandemia do novo coronavírus está causando graves danos à prevenção e ao tratamento de doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs). Uma delas é a hipertensão. A constatação é de uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira, 1º, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a partir de informações coletadas em 155 países, durante três semanas de maio.

A entidade alertou que o impacto é global, mas os países de baixa renda são os mais afetados.

Cerca de metade dos países investigados interromperam parcial ou integralmente o tratamento da hipertensão (53%) e da diabetes (49%). O índice registrado foi de 42% em relação ao câncer, e de 31% em emergências cardiovasculares. O choque foi ainda maior nos serviços de reabilitação, que registraram paralisação em 63% dos países.

A situação é de “significativa preocupação”, afirma a OMS, porque doentes crônicos estão no grupo de risco da covid-19, com maiores chances de complicações e de morte em caso de infecção.

“Os resultados dessa pesquisa confirmam o que estamos ouvindo dos países há várias semanas. Muitas pessoas que precisam de tratamento para doenças como câncer e diabetes não têm recebido, desde o início da pandemia, os serviços de saúde e medicamentos necessários. É vital que esses países encontrem formas inovadoras de garantir a continuidade desses serviços essenciais, mesmo durante o combate à covid-19”, alertou o diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Doenças crônicas

As doenças crônicas são responsáveis por cerca de 41 milhões de mortes por ano, número equivalente a 71% dos óbitos ao redor do mundo. Uma das alternativas encontradas em meio à pandemia é a telemedicina, utilizada por 58% dos países para substituir as consultas tradicionais.

Os principais motivos para a queda brusca no tratamento das enfermidades não transmissíveis são o cancelamento de sessões planejadas, a diminuição do transporte público disponível e a falta de profissionais – 94% dos países remanejaram funcionários que atuam na área das DCNTs para ações de combate à covid-19.

Entre os países que reportaram interrupções, um quinto (20%) estabeleceu a escassez de medicamentos, diagnósticos e outras tecnologias como uma das principais razões para a paralisação dos serviços.

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Em agosto, 16º Fórum de Ciências Bíblicas

Com o tema “A Bíblia para as novas gerações”, evento será realizado nos dias 13 e 14 de agosto, no Centro de Eventos de...

Expoevangélica 2020 é adiada para dezembro

Neste ano, a Expoevangélica celebra 15 anos e pretende realizar uma grande festa em Fortaleza (CE).

Plugue-se

“Bíblia de Estudo Swindoll”: mais compreensão e curiosidades

Além de facilitar a compreensão, a "Bíblia de Estudo Swindoll" traz curiosidades sobre o livro mais vendido do mundo

Kanye West anuncia nova música de trabalho com temática gospel

Em um vídeo curto Kanye West divulgou detalhes da melodia da canção "Wash Us In The Blood" (Lava-nos no Sangue)

Enciclopédia dos adventistas em formato digital

Enciclopédia é fruto de um trabalho de dezenas de profissionais em várias partes do mundo e inclui material sobre pioneiros adventistas na América do Sul

Juliano Son canta “Nada mudou”, do EP Tudo Novo

Canção é o quinto e último single do projeto musical Tudo Novo, de Juliano Son