19.4 C
Vitória
sexta-feira, 19 agosto 2022

Palmeiras terá 4 semanas livres para treinos antes da Copa Libertadores

A um mês do início das semifinais da Copa Libertadores, diante do Atlético-MG, a equipe só jogará aos sábados ou domingos
Foto: Divulgação

A um mês do início das semifinais da Copa Libertadores, diante do Atlético-MG, a equipe só jogará aos sábados ou domingos

O Palmeiras encarou uma verdadeira maratona de jogos no começo do ano, entrando em campo a cada 48 horas. A um mês do início das semifinais da Copa Libertadores, diante do Atlético-MG, a equipe só jogará aos sábados ou domingos e quer aproveitar as semanas livres para aprimorar o trabalho e “voltar ao caminho do sucesso”.

Jogando de sete em sete dias, a ordem da comissão técnica é aprimorar entrosamento e o físico de alguns atletas antes de iniciar a busca por vaga na decisão da Libertadores. Rony voltou de lesão recentemente e ainda carece de readaptação física, assim como Luiz Adriano.

O tempo livre serviria para entrosar Dudu de vez com o time titular e também o lateral-esquerdo Piquerez. Com a saída de Vina, o jovem uruguaio briga com Jorge para se firmar no setor. Um já atua alguns jogos enquanto o outro está em fase final de recuperação de lesão no joelho.

“A verdade é que, desde que chegamos, é a primeira vez que teremos esse tempo todo para trabalhar”, comemora Vitor Castanheira, auxiliar técnico de Abel Ferreira. “Vamos trabalhar aspectos técnicos, táticos e mentais. Serão fundamentais para o time voltar ao caminho do sucesso”.

A um mês do início das semifinais da Copa Libertadores, diante do Atlético-MG,
Foto: Divulgação

Antes de encarar o Atlético-MG, o Palmeiras recebe o Athletico-PR (próximo sábado), visita Ceará (dia 5 de setembro), enfrenta em casa o Flamengo (dia 11) e viaja para enfrentar a Chapecoense (dia 19). A meta nesses jogos será testar novas opções para a Libertadores e, ao mesmo tempo, resgatar os resultados positivos no Brasileirão após somar só um dos últimos 12 pontos disputados.

Depois de ir bem contra o São Paulo, pela Libertadores, e render abaixo do esperado diante do Cuiabá, o sistema com Rony, Dudu e Wesley terá atenção especial para “aprender” a furar paredões defensivos como o encontrado diante dos mato-grossenses no domingo, no Allianz Parque, em derrota por 2 a 0.

Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se