Tráfico humano é tema do novo clipe de Palankin

Foto: Divulgação

“Alice” é a nova canção da banda Palankin e mostra o tráfego humano, uma realidade num mundo de sexo e drogas

Sob um cenário envolvente e impactante, um tema chocante: o tráfico humano. Essa é a mensagem do novo clipe da banda de rock gospel Palankin pela Sony. A música “Alice” faz parte do álbum Caótica.

Com direção da Multiforme Filmes, o vídeo mostra os dados de que 2,5 milhões de pessoas são vítimas do mercado de tráfego humano, além do relato por escrito de um aliciador. Em 2013, a temática serviu como pano de fundo da novela “Salve Jorge”, da Rede Globo, escrita por Glória Perez.

Com menos de quatro minutos, os produtores não tiveram medo de retratar a realidade do que acontece nos bordéis ou demais lugares para onde as vítimas são levadas. Como é de se imaginar, o vídeo traz alguns easter-eggs do clássico “Alice no País das Maravilhas”, seja no figurino da protagonista ou na animação da Disney, que é transmitida por uma TV.

As cenas talvez soem pesadas demais para os mais sensíveis (ou religiosos), mostrando esse mundo do sexo e das drogas de forma quase verídica.

O Palankin aproveita para fazer um merchandising social do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, divulgando números 100 e 180, para denunciar casos como os de várias Alices que, acreditando na promessa de uma vida melhor, caíram na toca do coelho sem imaginar a bagunça onde entraram.

Conheça a canção


Leia mais

Palankin fala de amor em nova música