24.9 C
Vitória
domingo, 7 março 2021

Se pagar R$ 5 mil por mês, ninguém trabalha mais, diz Bolsonaro

Durante a pandemia de covid-19, o pagamento do auxílio emergencial reduziu momentaneamente os índices de pobreza e desigualdade

Por Daniel Weterman e Matheus de Souza (AE)

Pressionado a retomar o pagamento do auxílio emergencial, o presidente da República, Jair Bolsonaro, sinalizou nesta quinta-feira, 7, a apoiadores que o governo federal não poderá continuar com o benefício. Após o fim do socorro social, parlamentares pressionam a União a lançar uma nova rodada em 2021 ou turbinar o Bolsa Família, previsto em R$ 34,9 bilhões.

Na quarta-feira, 6, o candidato à presidência da Câmara Baleia Rossi (MDB-SP) defendeu a volta do auxílio emergencial e ou um Bolsa Família maior. Baleia enfrenta o deputado Arthur Lira (PP-AL), apoiado pelo Palácio do Planalto, na disputa. Nesta quinta, o candidato avulso à presidência da Câmara Fábio Ramalho (MDB-MG) também defendeu, em entrevista ao Broadcast Político (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), a retomada do pagamento do auxílio. O Congresso Nacional ainda não votou o Orçamento de 2021.

Em conversa com simpatizantes, um dos apoiadores disse a Bolsonaro que o chefe do Planalto recebeu muito apoio no interior do Amazonas após o pagamento do auxílio. O presidente, no entanto, evitou se comprometer com um benefício em 2021 e ironizou a situação afirmando que, se pagar R$ 5 mil por mês para a população, ninguém mais vai trabalhar.

“Qual país do mundo fez auxílio emergencial? Parecido foi nos Estados Unidos. Aqui, alguns querem torná-lo definitivo. Foram quase 68 milhões de pessoas. No começo, foram R$ 600. Vamos pagar para todo mundo R$ 5 mil por mês, ninguém trabalha mais, fica em casa.”

Durante a pandemia de covid-19, o pagamento do auxílio emergencial reduziu momentaneamente os índices de pobreza e desigualdade. A situação, porém, pode levar o País de volta ao patamar da década de 1980 nesses índices, conforme o Broadcast Político mostrou.

O auxílio emergencial foi pago para que trabalhadores informais e desempregados pudessem adotar o isolamento social e evitar a doença, medida criticada por Bolsonaro.

Na quarta, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), anunciou o fechamento de atividades na capital e a manutenção apenas de serviços essenciais a partir da semana que vem. Bolsonaro não citou diretamente nenhum prefeito ou governador, mas criticou a possibilidade de novas decisões como essa.

“Se começar a fechar tudo de novo, vai quebrar o Brasil. O Brasil vai se empobrecer. Um país pobre, de famintos, a gente não sabe o que vai acontecer”, afirmou o presidente.

Mais uma vez, ele declarou que o País está “quebrado” por conta da crise no setor público, inclusive nos municípios.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

“Não temas”, exorta Bolsonaro ao falar da pandemia

Presidente da República citou a Bíblia ao falar da pandemia: "Chega de frescura e mimimi. Vão ficar chorando até quando?" Saiba mais!

Quarta Parcela: PF faz buscas em 8 Estados contra fraudes no auxílio emergencial

A Justiça também autorizou o sequestro de mais de R$ 170 mil em bens dos investigados Por Redação (AE) A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira,...

Bolsonaro: governo estudará como zerar imposto sobre diesel de forma definitiva

Esses dois meses é o prazo para a gente estudar como a gente vai conseguir de forma definitiva 'o zero' de impostos federais em...

Petrobras faz 5º reajuste no ano e alinha gasolina e diesel a preço internacional

Desta vez, a estatal elevou o preço da gasolina em 4,8%, o diesel em 5%, e o gás de cozinha em 5,2%, aumentos que...

Decreto de Bolsonaro obriga postos de combustíveis a divulgar valores de tributos

A obrigação passar a valer em 30 dias, conforme o ato, que está publicado o Diário Oficial da União (DOU) Por Luci Ribeiro (AE) Pressionado pelos caminhoneiros...

Bolsonaro diz que há muita coisa errada na “Petrobras”

O novo presidente vai dar uma arrumada lá. Bolsonaro afirmou não ter "medo" de fazer mudanças e assegurou que novas trocas poderiam ocorrer nesta...

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Voluntariado no exterior para jovens universitários; Saiba mais!

Organização IYF abre inscrições de voluntariado no exterior para jovens universitários A Organização International Youth Fellowship- IYF(comunhão internacional de jovens), é uma organização com base...

Franklin Graham no Brasil para o “Esperança Rio 2021”

Lançamento do "Esperança Rio 2021" será em Maio e em dezembro a ação evangelística, que terá participação do evangelista Franklin Graham. Saiba mais!

Deive Leonardo ministra em São Paulo fim de semana

O evangelista Deive Leonardo retorna com suas apresentações na capital Paulista nesta sexta-feira, 19 e neste sábado, em Barueri (SP). Saiba mais!

Começou a 23ª edição da Consciência Cristã; Saiba mais!

Consciência Cristã inicia hoje e reúne evangélicos para debater educação, fé, ciência e justiça social. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

SBB: levando a Palavra para hospitais e presídios do Brasil

Campanha da SBB quer criar uma rede de apoio com igrejas e capelanias para que a Palavra de Deus alcance vidas e leve esperança a hospitais e presídios do Brasil. Saiba mais!

Irmão Lázaro tem melhora em seu quadro de saúde

Assessoria do vereador informou que irmão Lázaro apresentou melhora na oxigenação. Ele está internado com covid-19. Saiba mais!

Natthália Gonçalves e sua admiração pelas histórias bíblicas

A atriz mirim, Natthália Gonçalves interpreta a personagem Chaya, na novela Gênesis, que é exibida pela TV Record

Deive Leonardo grava primeira série do ano em Florianópolis

Com o tema "Alvorecer", a primeira série gravada de Deive Leonardo promete levar a esperança de um recomeço e de um novo dia. Evento acontece no próximo sábado, 27. Saiba mais!