back to top
20.9 C
Vitória
quinta-feira, 30 maio 2024

Os recursos de um cristão são ativos com propósito

Penso que o projeto bem-sucedido dos sábios do Oriente é um extraordinário case de sucesso para modelarmos, visto que se revelaram empreendedores prósperos

Por Fabio Hertel

Desta vez, vou precisar ativar sua habilidade criativa de visualizar um cenário. Imagine que, por uma manifestação sobrenatural, através de um sonho, visão ou palavra profética, Deus lhe revelasse e o convocasse para um novo projeto. Imagine ainda que, por sucessivos milagres, alguns irmãos também recebessem a mesma convocação e algumas instruções bem claras ficassem bem patentes para todos vocês. Esse novo projeto teria uma duração de no mínimo dois ou três anos.

Vocês teriam que viajar por cerca de 1.100 km até uma base localizada no interior do sertão brasileiro, região bem escassa do semiárido nordestino. Detalhe: a viagem teria que ser de bicicleta, não dessas moderninhas de marcha e tal, mas daquelas bem magrelas com poucos recursos. Calma, não desanime ainda. Lembre-se de que é uma convocação direta de nosso Deus.

As revelações também foram bem específicas, informando que o caminho seria penoso, que surgiriam muitas distrações, mas que vocês deveriam ter coragem e foco, sem dar muito assunto a quem quisesse distraí-los na jornada. E que cada um, ao chegar na referida base, deveria entregar para os irmãos locais uma oferta extremamente generosa.

- Continua após a publicidade -

Agora, preciso que você responda sinceramente com SIM ou NÃO às seguintes perguntas:

  • Você teria escutado a voz de Deus? Teria dedicado tempo refletindo sobre a revelação?
  • Você ainda é sensível à voz de Deus?
  • Você teria disposição para se juntar a outros irmãos para cumprirem a missão? Ou na atual fase de sua vida você mal encara seus projetos particulares?
  • Você teria disposição para realizar um planejamento para a missão? Teria recursos? Pense em todos os recursos necessários para uma viagem missionária de dois ou três anos.
  • Você teria disponibilidade para se afastar dos seus negócios atuais por todo o período ou ainda nem pensou em formar um sucessor?
  • Você caminharia por dois ou três anos com pessoas tão diferentes, com estilos e expectativas de vida tão distintas, numa diligência missionária?
  • Você manteria o foco e o entusiasmo até o fim da missão?
  • Hoje você teria recursos e coragem para entregar uma oferta extremamente generosa para um projeto inédito, sem estar ligado a nenhum nome ou instituição famosa no meio religioso? Ou seja, investiria em pessoas totalmente desconhecidas?

Se você respondeu NÃO a qualquer uma das perguntas acima, você acaba de inviabilizar o início do Reino de Deus na Terra. O exercício proposto é, na verdade, uma paródia da história bíblica relatada em Mateus 2:1-12, que apresenta a missão dos sábios do Oriente. Que, além de confirmarem no coração dos pais que o menino de fato era o Messias aguardado, também ofertaram presentes que apontavam para a realeza, a divindade e o sofrimento de Jesus, além de viabilizarem economicamente a família e o início da implementação do ministério do Salvador.

Penso que o projeto bem-sucedido dos sábios do Oriente é um extraordinário case de sucesso para modelarmos, visto que se revelaram empreendedores prósperos.

Empreendedores porque estavam atentos aos sinais do mercado, imediatamente criaram uma startup cooperativista, realizaram um planejamento, aportaram recursos na missão, resistiram às intempéries palacianas com resiliência, corrigiram rapidamente os erros e bateram a meta.

Prósperos porque tinham visão, tempo e recursos para investir em algo que não traria apenas benefícios próprios, mas que alteraria a história e o futuro de todas as gerações seguintes. Sou grato a esses sábios do Oriente que entenderam que a graça não é por mérito, mas não isenta nossos esforços.

Meu convite é para que, à semelhança desses prósperos empreendedores, você se torne um empreendedor do Reino, milite com os princípios e valores do Reino e tenha plena consciência de que todos os recursos de um cristão são ativos com propósito. Então, volte para o caminho, porque é lá que a estrela brilha, revelando a direção, o ritmo e seu destino.

Fabio Hertel é empresário, bacharel em Teologia, psicanalista clínico e membro da Missão Praia da Costa

Mais Artigos

- Publicidade -

Comunhão Digital

Continua após a publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

Entrevistas