Recompensa: Os humilhados serão exaltados

menino_humilhado-2-site
Foto: Instagram

Após ser humilhado por uma mulher por vender trufas, em Teresina (PI), menino de 11 anos, ganha bolsa de estudo. Além de exercer o perdão ele continua fazendo o bem. “Não vou levar nenhuma mágoa no meu coração”, diz o garoto

Os humilhados serão exaltados”. O versículo bíblico fez sentido na vida do Luiz Neto, 11 anos. Ele vende bombons para ajudar sua família. Mas em um dia normal de sua rotina, sofreu um preconceito ao ouvir uma mulher dizer para as filhas que elas deveriam estudar para não ficarem iguais a ele. Luiz ficou triste com a atitude da mulher.

Mas perdoou, deu a volta por cima, ganhou bolsa de estudo. E ainda continua fazendo o bem! O perdão é o remédio que liberta. Saiba mais!

O caso aconteceu no domingo (19). E ganhou repercussão nas redes socais, através de um post relatado pelo pai do menino, Neto Moreira, no instagram do Família Trufas.

Segundo ele, a venda de bombons e o salário da esposa, que é emprega doméstica, são as fontes de renda da família. Neto disse que seu filho estava apenas oferecendo os bombons na pizzaria onde a família costuma vender quando a mulher alertou as filhas para não seguirem o exemplo dele.

“Ele ficou muito triste. Mas não comentou com a gente. A mãe dele comentou que ele tinha sido destratado. Quando meu filho me disse a versão como tinha sido, fiquei com muita raiva e queria fazer de tudo para defender a honra dele. Em uma forma de desabafar, coloquei em nossa página no Instagram”, escreveu.

Todos os dias, Luiz sai para vender trufas no comércio de Terezina (PI) com um sorriso no rosto e uma vontade de vencer na vida. Foto: Instagram
Repercussão

O desabafo gerou uma onda de comentários em apoio à família. E depois que o caso ganhou repercussão, algumas pessoas se sensibilizaram e resolveram ajudar a família. Luiz Neto ganhou uma bolsa de estudo integral em uma escola particular da capital.

“Não sabia que as pessoas iriam reagir dessa forma, muita gente começou a me ligar, nos reconhecer, além da bolsa de estudos até o terceiro ano do ensino médio, ele ganhou curso de reforço de computação e material escolar”, contou o pai.

Além do convite para conhecer a Defensória Pública do Piauí, já que o menino sonha em ser defensor púbico. “Fiquei muito feliz e emocionado por fazer essa visita, até sentei na cadeira do defensor. Meu sonho é ser um defensor público, porque ele defende direito dos mais pobres e humildes”, disse Luiz.

Neto Moreira, que tinha cursado até o 8º período do curso de direito e teve que deixar os estudos, também recebeu uma bolsa de estudos para completar o ensino superior em uma faculdade particular.

Perdão

O caso também gerou uma onda de carinho e solidariedade nas redes sociais. “Nunca perca a sua esperança e a sua fé em Deus, Luiz Neto!!! Você é lindo e guerreiro”, declarou uma internauta. “Deus é maravilhoso, parabéns aos pais que mostraram os verdadeiros valores da vida”, disse outro internauta.

O menino tem postado vários vídeos e fotos, agradecendo às pessoas pelo carinho com a família e as conquistas. Em um dos agradecimentos, Luiz Neto agradece à Deus e fala em perdão. “Não vou levar nenhuma mágoa no meu coração. Não estou com raiva. Ao contrário, estou mais feliz do antes”, declarou.

Veja publicação

 

Ver essa foto no Instagram

 

OBRIGADO POR TENTAR NOS HUMILHAR Olá! Gostaria de compartilhar com vcs, algo que aconteceu ontem com meu filho, Luizinho em pizzaria do bairro Buenos Aires enquanto trabalhávamos vendendo nossas trufas. Pois bem! Luizinho tem 11 anos, aprendeu a ler aos três anos, e ler muito bem, hábito que mantém até hoje. Desde do o primeiro 1° ano na escola até agora no 6° ano que as suas notas é sempre acima de 8. jogar xadrez, canta, tocar violão joga maravilhosamente futebol. Educado dentro de uma realidade humilde, mas com muita dignidade, seu sonho e ser DEFENSOR PÚBLICO. Sua MÃE a 10 é empregada doméstica e estudante de psicologia. seu PAI ( eu ) ESTUDANTE do 8° período de DIREITO. Buscamos sempre motivar nosso filho a ser cidadão independente do ele venha a ser na vida, e por isso o levamos conosco nessa trabalho que nos dar muito orgulho, para que ele aprenda de cedo a ver como trabalho dignifica e gratifica. meu filho tem um bom videogame, bom celular, tudo que uma criança gostaria de ter fruto do seu trabalho e desde então não me pedi um centavo. Ontem ele veio triste, envergonhado, pois em uma mesa, de uma pizzaria uma mãe com suas filhas o constrageram por conta do seu trabalho, e sorriam de forma debochada e jogaram piadinha. Meu filho veio chorando desanimado e triste, e isso me partiu o coração, pois nunca o vi assim. Mas meu motivo aqui, não é criticar a mãe e suas filhas não, estou aqui para agradecer A eleas, pois me deu a oportunidade de falar para meu filho, que pessoas que não tem brilho so querem apagar o brilho dos outros, e motiva- lo a ser grande, a ter ambição, e deixar por conta do destino a verdadeira resposta para essas pessoas. Como diz a musica: ” trabalhar não ADOECE, não MATA e engrandece, só cresce a moral e respeito à quem merece” que DEUS abençoe a todos. FAMÍLIA TRUFAS

Uma publicação compartilhada por Famíliatrufas (@familiatrufas) em

*Com informações do G1


leia mais

Por que o crente sofre?
Quando chega o sofrimento