21.2 C
Vitória
domingo, 9 maio 2021

Situação alarmante na Itália, pastores pedem orações

A declaração é o pastor Valmir Farinelli sobre a situação alarmante que vive a Itália por conta do coronavírus. Ele e outros missionários brasileiros que moram no país pedem orações

A Itália vive um período alarmante! O número de mortos devido ao surto de coronavírus no país é de mais de mil. Pastores e missionários brasileiros que vivem no país estão usando suas redes sociais para pedir aos evangélicos do mundo inteiro um clamor pela Itália.

“Peço encarecidamente a oração dos irmãos. A situação da Itália é muito difícil, alarmante. Até agora o vírus não chegou em nossa região. Mas estamos pedindo ao Senhor para que não chegue”, desabafou o pastor Valmir Farinelli, que mora com a família em Siracuza.

A quarentena determinada pelo governo, se aplica a todo o país. E se estende a escolas, universidades, igrejas, restaurantes, casas de eventos. As pessoas só devem sair de suas casas para trabalhar, ir ao mercado e hospitais (em caso de sintomas do vírus).

“São 60 milhões de pessoas envolvidas nesse dilema todo. Hoje, a ordem é para ficar em casa, não ter contato com qualquer outra pessoa, limitar ao máximo as saídas. Há um decreto em que não podemos sair de uma cidade para outra. As escolas estão fechadas, museus, cinemas, bares, restaurantes, academias, lojas. É uma situação inusitada e surreal”, contou o pastor Luiz Carlos, que vive com a família em Roma.

Situação alarmante

Em um vídeo no Youtube, o pastor Luiz compartilhou alguns dos motivos que mais o tem preocupado. E pediu que as pessoas estejam orando por essas questões. Veja vídeo abaixo!

“Temos orado pelo futuro da Itália. Depois dessa epidemia a economia já tem caído bastante, famílias têm sido afetadas. A perspectiva de um futuro próximo também não será tão simples. Então, ore para que Deus dê graça nisso tudo”, acrescentou Luiz.

Crise e fé

Outro pastor que se pronunciou foi Mark Oden. Ele lidera uma igreja em Nápoles, terceira cidade italiana posta em quarentena por causa do coronavírus. Segundo ele, cultos, casamentos, funerais e batismos foram cancelados. Diante da pandemia, ele escreveu algumas lições a serem aprendidas.

“Essa crise está nos ensinando o quão fraco somos como seres humanos. Nós somos todos membros da grande família humana, criados à imagem de Deus. Em nosso sofrimento, na dor de perder um ente querido, nós somos completamente iguais: fracos e sem respostas. Aos olhos do mundo nós somos todos diferentes; aos olhos do vírus, nós somos iguais”, escreveu Mark.

Dificuldade e propósito

Luiz Carlos tem trabalhado na implantação de uma igreja na cidade. Ele explicou que agora sua congregação não pode mais se reunir para a realização de cultos presencialmente e está se organizando para realizar os próximos cultos online.

O pastor Valmir também relata a dificuldade para realizar cultos, já que está tudo fechado. “Estamos proibidos de reunir para orar. Não tinha ideia que um dia pudéssemos chegar a esse ponto. Então precisamos das orações de todos. Deus tem cuidado de nós. Estamos em campanha de oração. Tenho certeza que Deus nos dará vitória”, declarou.

Mesmo nessa dificuldade, a intenção é continuar firme no propósito de pregar o evangelho.

“Ao passar por tudo isso, nosso desejo e nossa oração é para que, ao passar por tudo isso, sejamos sábios para acolhermos a ocasião e testemunharmos, levar a verdadeira esperança, verdadeira paz que encontramos somente em Cristo, através do Evangelho e da graça de Deus, revelada em Cristo. Queremos ser instrumentos nas mãos do Redentor nesse sentido também”, pediu Luiz Carlos.

Veja o vídeo do pastor Luiz Carlos

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se