31.9 C
Vitória
domingo, 28 novembro 2021

ONGs evangélicas ganham apoio do governo para trazer refugiados

Até agora o governo brasileiro emitiu 241 vistos humanitários para refugiados do Afeganistão. Desse total, 67 são de cristãos que estão sendo trazidos pela Missão em Apoio à Igreja Sofredora

Por Priscilla Cerqueira

As ONGs evangélicas que fazem trabalhos com refugiados no Brasil e que pretendem trazer cristãos do Afeganistão para o país devem receber ajuda do governo federal. Uma reunião entre o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, a Casa Civil e representantes de algumas entidades aconteceu para discutir o assentamentos dos cristãos no país.

A atuação também está em consonância com o que o presidente Jair Bolsonaro disse na Assembleia Geral da ONU, sobre a concessão de refugio a cristãos. Segundo o Ministério das Relações Exteriores, já foram emitidos 241 vistos humanitários para refugiados do Afeganistão.

Desse total, 67 são de cristãos que estão sendo trazidos para o Brasil pela Missão em Apoio à Igreja Sofredora (Mais), uma das ONGs cujos dirigentes se reuniram com o governo.

Outros 48 vistos foram emitidos após um pedido da Coalizão Brasil-Afeganistão que traz não só cristãos como outras pessoas ameaçadas pelo Talibã. Outra entidade que se reuniu com o governo foi o Fundo Barnabas, que ainda não conseguiu os vistos. Todas elas tentam trazer os afegãos para o Brasil.

“O governo brasileiro operou de todas as formas para facilitar nosso trabalho e ajudar com documentação”, disse o reverendo Luiz Renato Maia, da Missão em Apoio à Igreja Sofredora. “O governo brasileiro operou de todas as formas para facilitar nosso trabalho, ajudar com documentação”, relatou o reverendo Luiz Renato.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se