Onde está sua felicidade?

Foto: Renato Cabrini

“A sua felicidade não é obrigação do serviço público, e sim, de você”, diz o juiz William Douglas

Você é feliz? Onde está sua felicidade? É feliz no seu trabalho? Se sua resposta é não, o juiz federal William Douglas disse que é possível sim, ser feliz em todas as áreas da vida e até no serviço. “A sua felicidade não é obrigação do serviço público, e sim, de você”, diz.

Conhecido no poder judiciário brasileiro, autor de mais de 30 livros, entre eles o clássico “Como passar em provas e concursos”, além de professor, escritor e conferencista. O juiz William Douglas, titular da 4ª Vara Federal de Niterói, no Rio de Janeiro, que também é evangélico esteve em Vitória (ES) falando para magistrados e servidores públicos federais.

“Serviço público e felicidade” foi o tema da palestra ministrada pelo magistrado. Há cerca de dois anos, ele tem viajado por comarcas e empresas em todo o Brasil falando sobre o assunto. “Esse tema é fora da curva, mas se faz necessário. Eu quero ver você feliz no serviço público porque eu te amo, você é minha responsabilidade, eu acredito em Deus e Ele me recompensa por isso”, frisou.

Confira aqui a galeria de fotos do evento

Para ele, a premissa de conquistar êxito na vida é estar no centro da vontade de Deus. Mas é a felicidade é uma decisão pessoal.

“Se você for feliz vai ser bom pra você, sua saúde vai bem e tudo a sua volta também, até mesmo suas atitudes no serviço como generosidade e boa convivência”, explicou. Na entrevista abaixo, o magistrado fala melhor sobre “Felicidade”. Confira!

Magistrados e Servidores públicos federais que participaram da palestra. Foto: Renato Cabrini

Qual a receita da felicidade?

Não existe uma receita pronta . Existem coisas que você pode fazer até porque a felicidade é algo muito pessoal e subjetivo. Então o que é felicidade para um pode não ser para o outro. Esse é um assunto que merece tempo e atenção. O que eu recomendo é que a pessoa pare, sente e fale assim: o que é felicidade para mim? Se ela fizer isso ela já começou a seguir o caminho e que mais cedo ou mais tarde vai conseguir aumentar o grau dela de felicidade.

Como alcançar o sucesso?

Recomendo o meu livro que escrevi em parceria com Rubens Teixeira, “As 25 leis bíblicas de sucesso”, que são aplicáveis a felicidade. Mas eu costumo separar em várias áreas. São elas: sucesso profissional, financeiro, familiar, pessoal, social, espiritual e pessoal. Em cada uma dessas áreas é preciso dizer qual o próximo passo eu posso caminhar. Seria um passo bem pequeno, que eu chamo de bebê. Mas o importante é dar um passo pequeno de cada vez que uma hora o bebe chega ao final do caminho.

Como exercer a felicidade no serviço, independente de ser empresa público ou privada, para que o outro também seja feliz?

Eu sempre dou a dica da regra de ouro: ‘trate o outro da mesma forma que você gostaria de ser tratado por ele’. Isso é uma forma bem interessante de você produzir felicidade no outro. Só que todos os estudos mostram que quando você produz felicidade no outro você É um vírus bom. Tanto felicidade, como alegria, quanto tristeza, entusiasmo e desanimo. Tudo isso é viral. Então quando você entra no ambiente você precisa infectar o ambiente de cosias boas. E se o ambiente for ruim, se não conseguir infectar, pelo menos você não sai infectado com coisas ruins, por isso é tão importante ter convivência com pessoas felizes.

O que pode atrapalhar a felicidade?

Foto: Renato Cabrini

Sãs as chamadas armadilhas mentais. É a questão da comparação com terceiros, olhando a vida aparente do outro e comparando com a sua vida real, esquecendo que o outro tem uma vida real também que pode não ser tão boa quanto as aparências.

Essa questão de normalizar que o ser humano tente a tudo o que ele já tem de bom e ele parar de valorizar. O sujeito está desempregado ele quer o emprego, mas quando já tem o emprego ele só vê a coisa ruim do emprego e esquece de quando estava desempregado e o emprego era algo que ele queria muito.

A questão do excesso de expectativa que geralmente gera desilusão. A capacidade de perceber a realidade e ter uma visão mais positiva da realidade. A forma de você reagir a realidade. Ou seja, você não tem controle sobre tudo o que acontece com você, mas você tem controle sobre o que você faz com o que acontece com você. São coisas que precisamos parar para pensar.

Como podemos vencer as frustações diante dos obstáculos da vida?

O primeiro passo em relação a frustação é saber que ela faz parte da vida. A pessoa não tem que achar que não terá frustação. Mas é uma forma de resignificá-la. Ela acontece primeiro porque você está com expectativa exagerada e precisa mudar ou é porque você precisa melhorar em algum ponto.

E a felicidade no padrão de Deus?

Isso é muito claro para mim. Nós, cristãos, acreditamos na Bíblia como regra de fé e de conduta. Felicidade é estar no centro da vontade de Deus e estar cumprindo as missões que Ele der e saber que um dia estaremos no céu e reencontraremos com outras pessoas que estão lá. Além disso, ter intimidade com Deus é importante para a felicidade.


Leia mais

William Douglas – “Sucesso é estar no centro da vontade de Deus”
Comunhão entrevista William Douglas
Três livros de William Douglas na lista dos mais vendidos da semana

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!