O Evangelho está caduco

Estava outro dia em um debate com jovens em uma das nossas igrejas, e surgiu uma dúvida: será tão difícil ser crente?

* Por Pr. José Ernesto Conti

A pergunta veio após uma colocação de que a sociedade tem exigido dos crentes algo que muitas vezes não temos como oferecer. Ficou claro que não temos como oferecer um namoro cristão, uma roupa mais decente, um traje na praia que não exponha todo o corpo das meninas. Os empresários, ou mesmo os empregados, nos seus relacionamentos comerciais, não utilizam 100% dos padrões cristãos. A Bíblia permite o divórcio, mas os crentes hoje se separam por qualquer motivo, e há muita liderança no segundo, no terceiro e até no quarto casamento agredindo frontalmente as Escrituras. Muitas das nossas irmãs são mães solteiras. Nossas igrejas já possuem inclusive casais homossexuais.

O mundo está influenciando de tal forma a Igreja que quase não há qualquer diferença. Um cristão de 50 anos atrás ficaria escandalizado com o rebanho de hoje. Será que temos de ter a mente aberta para aceitar todas as mudanças que o cristianismo está sofrendo? Será que nossas congregações precisam mudar os cultos, a liturgia, para apresentar um Evangelho mais moderno para a geração do iPhone? A Igreja de hoje ainda é evangélica e bíblica?

Sei não! Acho que nossa geração vai ser responsabilizada por destruir as bases bíblicas do cristianismo.