back to top
28.8 C
Vitória
segunda-feira, 20 maio 2024

“O ser humano tenta suprir com sexo o que é fome de Deus”

Andréa Vargas autora do livro
Andréa Vargas autora do livro "O Coração Explícito do Sexo". Foto: Willian Girelli.

No livro “O coração explícito do sexo”, a escritora Andréa Vargas aborda a sexualidade humana sob o ponto de vista bíblico e reforça que é inviável vivenciá-la fora de Cristo

Por Victor Rodrigues 

O ser humano tenta suprir com sexo o que, na verdade, é fome de Deus. Essa é a opinião de Andréa Vargas, escritora e líder da agência de Missões Avalanche. No livro “O coração explícito do sexo”, recém-lançado, a autora aborda a sexualidade humana com base no que dizem as Escrituras e destaca que é inviável vivenciá-la de forma dissociada de Jesus Cristo. Em entrevista exclusiva à Comunhão, Andréa dá mais detalhes sobre o assunto.

“Não faz sentido a gente olhar para o ser humano desacoplado da realidade bíblica. Precisamos voltar para as Escrituras e perguntar quem é o ser humano, pois, para entender quem sou, preciso entender que essa história menor que é a nossa vida precisa ser acoplada com a história maior de Jesus Cristo, de Deus”, afirma.  

Andrea destacou que o livro é resultado de 20 anos falando e cuidando de pessoas sob o aspecto da sexualidade. “É uma tentativa de apontar para a central do desafio humano, do olhar para a sexualidade. É no coração humano que as principais decisões da vida são estabelecidas. É importante fazermos a correlação do que está estabelecido da cintura para baixo com o que está estabelecido da cintura para cima na sexualidade”, conta a autora. 

- Continua após a publicidade -

Segundo Andréa, as pessoas estão buscando, no sexo, suprir uma fome que só pode ser saciada por Deus.

“Os humanos são seres pura fome de Deus. O pecado foi a proposta de mudar a direção do coração humano, que antes era suprido por Deus e agora não é mais. O ser humano continua, depois do pecado, pura fome de Deus, sem ter consciência disso. Logo, procura saciar essa fome com aquilo que dá a sensação de Éden. Muitas pessoas usam o sexo como uma tentativa de suprir uma fome que é por Deus e que o sexo não dá conta de suprir. Por isso tem que repetir várias vezes, para ver se consegue segurar essa onda de pura fome interior, mas nunca dá”, comenta.

Assista a entrevista com Andréa Vargas! 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -