19.4 C
Vitória
sábado, 2 julho 2022

“O Bom Samaritano” atinge um milhão de inscritos no YouTube

Pastor Moisés Martins é presidente da Casa de Apoio - Foto: Divulgação

A marca história torna o canal o maior na plataforma de instituições cristãs do Brasil. São mais de 166 milhões de visualizações nos vídeos da organização 

Por Patricia Scott 

“O Bom Samaritano” atinge a marca histórica de um milhão de inscritos no YouTube, tornando-se o maior de uma instituição cristã no Brasil. Internautas de mais 50 países, em cinco continentes, somam mais de 166 milhões de visualizações nos vídeos e aproximadamente 24 milhões de horas assistidas. Agora, “O Bom Samaritano” firma parceria com a Todah Network, empresa do Grupo Todah, que gerencia mais de 115 canais e 20 milhões de inscritos no YouTube.

O canal “O Bom Samaritano”, criado em 2008, é uma ferramenta de divulgação do trabalho da Associação de Assistência Social e Educacional O Bom Samaritano. São postados louvores, pregações do Evangelho e lives. A Grande Vigília do Bom Samaritano, que acontece mensalmente, são transmitidas pelo YouTube, sendo transformadas também em vídeos alimentadores do canal.

É importante frisar que a Associação de Assistência Social e Educacional O Bom Samaritano é o braço assistencial da Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Florianópolis. O trabalho da Casa de Apoio Social, presidido pelo pastor Moisés Martins, atende 85 homens e 16 mulheres, dependentes químicos, moradores de rua, além de outros indivíduos que estejam em vulnerabilidade social.

O atendimento, totalmente gratuito, é realizado em duas chácaras: a masculina e a feminina. Ambas mantidas por doações voluntárias de mantenedores. “A motivação para criar o projeto “foi justamente resgatar pessoas em situação de rua, atendendo aos muitos pedidos que batiam à porta da igreja. Era preciso um local para abrigar essas pessoas”, revela o pastor Moisés Martins.

Foto: Divulgação

“O Bom Samaritano” é um projeto de grandes proporções que enfrenta desafios que, segundo o pastor Moisés Martins, sempre foram superados com fé em Deus, com oração, jejum e Bíblia. “Buscamos em Deus sabedoria, força e estratégias para prosseguir e apresentamos os desafios ao povo de forma aberta e transparente. Muitos se sentem motivados a cooperar e nos ajudam a superar os desafios”.

O pastor revela que, neste momento, o principal desafio é dar continuidade às melhorias da Casa de Apoio Social, como, construir um novo dormitório, salas para atividades, para formação e capacitação dos internos. A reabilitação envolve organização pessoal, terapia ocupacional, aconselhamento, oração e estudos bíblicos. O processo de tratamento dura nove meses. Durante esse período, os internos são alfabetizados, encaminhados para supletivo de Ensino Fundamental e Médio, além de participarem de oficinas de panificação, olaria, entalhamento em madeira, tricô, crochê e costura.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se