back to top
20.9 C
Vitória
sábado, 15 junho 2024

Número de judeus no Monte do Templo no Purim bate recorde

Foto: Reprodução

Mais de 400 judeus peregrinaram até o local sagrado para orar e fazer rituais de ação de graças, o que representa um aumento de 55% em relação a 2022

Por Patricia Scott 

O Monte do Templo recebeu um número recorde de judeus, na última semana, durante a Festa de Purim, em Jerusalém. A Administração do Monte do Templo divulgou que 453 judeus peregrinaram até o local sagrado para orar e fazer rituais de ação de graças nos dias do Purim e no Jejum de Ester, o que representa um aumento de 55% em relação a 2022.

Muitos peregrinos relataram que o ambiente era silencioso e descontraído. Vale salientar que rabinos proeminentes, como Yitzhak Brand e Yehuda Glick, também estiveram no Monte para o Purim e o Jejum de Ester.

A polícia conseguiu proteger o local apesar das redes árabes convocarem tumultos para interferir na peregrinação judaica. As autoridades policiais agiram rapidamente ao retirar do Monte do Templo suspeitos e instigar tumultos. 

- Continua após a publicidade -

A polícia permitiu que crianças se aproximassem do Monte do Templo em trajes considerados ” respeitáveis ” para o local sagrado. Muitas famílias levaram os pequenos em vestidos como sumos sacerdotes e rabinos. Já as meninas, geralmente, vestem trajes da rainha Ester.

A Administração do Monte do Templo divulgou que já organiza os preparativos para a celebração do mês judaico de Nissan, o primeiro mês no calendário judaico. A data coincide com o Ramadã, o mês sagrado do Islã. A perspectiva da instituição é quebrar o recorde no número de visitantes judeus no primeiro dia de Nissan, como também no feriado de Páscoa.

Durante o período da manhã nas festas judaicas, os judeus já possuem permissão para visitar o Monte do Templo. Atualmente, há esforços para evitar o fechamento do local à tarde.

Libertação dos judeus 

Em 2023, a Festa de Purim começou no início da noite da última segunda-feira (6) e foi até o início da noite de terça-feira (7). A celebração é uma das mais importantes para o povo judeu.

A festa representa a libertação dos judeus de uma sentença de morte, conforme a Bíblia relatada no livro de Ester. A data é comemorada pelos judeus ao redor do mundo.

Com informações The Jerusalem Post 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -