back to top
27.7 C
Vitória
terça-feira, 21 maio 2024

Nova profissão, mas sem religião

Não basta apenas conhecer a Palavra de Deus, o jovem precisa ter intimidade com o Senhor para se proteger dos ataques ideológicos na universidade. Foto: Freepik

Cerca de 66% dos jovens cristãos abandonam a fé durante a faculdade. Mas dá para reverter isso.

Por Cristiano Stefenoni

Eles estudam, pedem a Deus sabedoria para fazer um bom vestibular e são aprovados. Cursam a faculdade e, após receberem o diploma, deixam os bancos da universidade…e da igreja! Cerca de 66% dos jovens abandonam a fé durante o curso superior, segundo dados do LifeWay Research. Ou seja, no momento em que a obra do Senhor mais precisa dos profissionais qualificados, eles viram as costas. Mas por que isso acontece? Há como reverter isso?

De acordo com o pastor Leonino Barbosa Santiago, mestre em Liderança pela Andrews University, o dilema entre a fé e a razão é algo antigo nas universidades. Juntamente com outros dramas típicos da idade, o jovem acaba tendo a sua fé provada.

“A faculdade é parte do ‘cenário’ que os jovens enfrentam e que fragilizam a sua fé. Além disso, há a crise existencial nessa idade, a definição do que serão na vida, onde vão morar, com quem casar, etc. Toda essa pressão pode fortalecer ou enfraquecer a fé”, explica.

- Continua após a publicidade -

Segundo o pastor Santiago, uma alternativa para evitar que o jovem universitário saia da igreja é criar atividades que os façam se sentir úteis dentro da comunidade em que estão. “Jovem gosta mais de ação do que de argumentação, então, uma boa opção é engajá-los em atividades em prol de outros, como as missões, por exemplo, pois isso traz sentido à vida e um propósito a existência”, justifica o pastor.

Outra sugestão seria reforçar ações que permitam o jovem aumentar a comunhão com Deus. “O voluntariado, em todos os tempos, tem um efeito positivo na juventude. Quando o jovem se envolve em partilhar a fé com outras pessoas, por meio da oração e da leitura da Bíblia, ele fortalece ainda mais a sua própria fé”, ressalta.

Além disso, o pastor Santiago diz que a igreja pode agir preventivamente de modo a orientar os jovens, por meio de palestras por exemplo, que mostrem a realidade do mercado de trabalho, bem como os seus riscos na universidade, os cuidados a se tomar no período acadêmico e como poder utilizar a profissão para ajudar o próximo e a igreja.

“Mais do que realização profissional e sucesso financeiro, o jovem quer um sentido para vida, quer preencher o vazio existencial que sente. Por essa razão, levá-los a ouvir profissionais que já atuam, viver a experiência ao lado de quem trabalha nas áreas que eles gostariam de fazer, pode ser mais eficiente que teste vocacional”, sugere o pastor.

Comunhão com Deus é fundamental durante a faculdade

Para o pastor Sérgio de Sousa, da Assembleia de Deus ministério do Belém, que também é professor de Teologia na Faculdade Evangélica de São Paulo (FAESP), há uma verdadeira guerra ideológica nas universidades, que abrangem assuntos como materialismo, ateísmo, hedonismo, antropocentrismo, feminismo, outros modelos de família, e que a única maneira de não se deixar levar por doutrinas contrárias a Bíblia é estar em firme comunhão com Deus.

“Para escapar disso, não basta apenas conhecer a Palavra, mas o Deus da Palavra, o que implica em ter intimidade com Ele. Um jovem fiel é como um diamante em estado natural que pode ser trabalhado pela mão do ourives. Ele terá muito a oferecer ao Reino de Deus”, ressalta Souza.

O pastor acredita que a escolha da profissão dependerá da consciência que o jovem tem em relação à Palavra de Deus e, principalmente, como lida com as coisas espirituais. “A maneira de agir preventivamente é ensinar a Palavra de Deus o quanto antes, não apenas falando, mas com atitudes. O que falta aos nossos jovens são referenciais, exemplos. Só agindo assim teremos uma juventude consciente, que leva em conta o seu temor a Deus até na hora de escolher a profissão”, finaliza.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -