21 C
Vitória
quarta-feira, 8 dezembro 2021

‘Nós não recuamos’: Cristãos respondem ao ataque Antifa nos EUA

A adoração acabou soando verdadeira para pelo menos um membro que se declara da Antifa, que entregou sua vida a Cristo

Por Marlon Max

Um dia após um ataque chocante e perturbador em um evento de oração cristã em Oregon, nos Estados Unidos, os cristãos se reuniram no mesmo local para uma grande reunião para cantar e adorar a Deus.

Sean Feucht, mais conhecido por seu trabalho como líder de adoração voluntária na Igreja Bethel, liderou a reunião e até reivindicou que um membro do grupo Antifa veio atrapalhar e acabou sendo salvo. O grupo de louvor havia sido atacado pelo grupo autointitulado antifascista no dia anterior.

O movimento Antifa é uma conglomeração de grupos de esquerda. A principal característica dos grupos antifa é a sua oposição ao fascismo por quaisquer meios necessários. Eles atuam com táticas de militância em protestos expondo identidades de nazistas e fascistas e realizando manifestações contra a extrema-direita. O seu foco declarado é lutar contra a extrema-direita e contra movimentos racistas, xenófobos e supremacistas.

Sean Feucht declarou no evento: “Membros da Antifa apareceram em Portland na noite passada para nos ameaçar, assediar, intimidar e intimidar”, ele escreveu na mídia social hoje. “Uma mãe e seu bebê foram injetados com gás lacrimogêneo. O grupo Antifa ficou a 3 metros de mim enquanto erguemos nossas vozes em louvor, mas não recuamos. Continuamos adorando e Deus agiu poderosamente! ”

Durante o momento de adoração um dos membros contrário ao evento cristão se converteu, explica Feucht: “Um membro da Antifa que veio atrapalhar nosso serviço foi salvo, entregando sua vida a Jesus! É um tempo para uma igreja ousada!” Feucht escreveu com alegria. “Deus não nos deu um Espírito de medo, mas de poder e graça! A Igreja está se movendo e as portas do inferno não prevalecerão contra ela!”

Nas redes sociais o líder de louvor escreveu enfaticamente sobre a necessidade de continuar a proclamar o Evangelho, argumentando que “as pessoas estão com medo, viciadas, solitárias, suicidas e sem esperança — e temos a esperança do mundo dentro de nós”, declarou. “É POR ISSO QUE NÃO PODEMOS RECUAR”, escreveu ele em maiúsculas.

“Tantos foram salvos, curados, libertos e libertados esta noite!” Ele acrescentou, enquanto alertava para não dar ouvidos aos “trolls” que criticam. “Não deixe nada impedi-lo de compartilhar o amor de JESUS ​​nesta temporada! É época para o reavivamento” Feucht proclamou.

Tudo isso aconteceu quando Antifa jogou agulhas, comprimidos, drogas e muito mais na multidão. Eles também teriam atacado cristãos na saída do evento, segundo o repórter frequente da Antifa, Andy Ngô.

Feucht postou uma recapitulação de sua manifestação de resposta que atraiu centenas, possivelmente mais de mil cristãos para cantar e louvar a Deus. Confira!

Com informações CBN News

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se