24.9 C
Vitória
sábado, 20 abril 2024

No São Paulo, Calleri encerra jejum de gols na Copa do Brasil

No São Paulo, Calleri encerra jejum de gols na Copa do Brasil; confira números - Foto: Rubens Chiri / São Paulo
Calleri treina e aumenta chances de reforçar o ataque do São Paulo diante do Cobresal - Foto: Rubens Chiri / São Paulo

Em 12 partidas de mata-mata, Calleri marcou apenas dois gols, considerando a final contra o Flamengo neste domingo

Na primeira partida da final da Copa do Brasil, Jonathan Calleri finalmente encerrou seu jejum de gols na competição nacional. Em nove jogos nesta temporada, a final com o Flamengo foi a primeira partida em que o atacante foi às redes. No mata-mata, desde que retornou ao clube para sua segunda passagem, seu desempenho tem queda, considerando, além da Copa do Brasil, a Copa Sul-Americana.

“Toca no Calleri que é gol.” O canto da torcida são-paulina para o atacante, ao menos em 2023, não havia tido o resultado esperado. Em 12 partidas de mata-mata, Calleri marcou apenas dois gols, considerando a final contra o Flamengo neste domingo – uma média de 0,16 gol por partida. O outro gol foi marcado na partida de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana, na vitória do São Paulo por 2 a 0 sobre o San Lorenzo, da Argentina

No Paulistão, quando o São Paulo foi eliminado pelo Água Santa nas quartas de final, o atacante ficou indisponível por causa de uma lesão no tornozelo. Em toda a temporada, somando Brasileirão e primeira fase do Campeonato Paulista e Sul-Americana, o argentino disputou 41 jogos e marcou 12 gols, além de também dar outras seis assistências.

O jejum do atacante na Copa do Brasil perdurava desde sua primeira passagem pelo Brasil, ainda em 2016. Ao todo, disputou 17 jogos com a camisa tricolor – nove destes em 2022, quando o time foi eliminado nas semifinais diante do próprio Flamengo, adversário na decisão desta temporada.

- Continua após a publicidade -

A seca do argentino na competição ia além dos gols: em apenas uma destas 17 atuações ele havia tido uma participação direta para o gol, assistência no empate em 2 a 2 com o América-MG nas quartas de final de 2023. O fim do jejum se deu justamente no Maracanã.

Outras temporadas

Com a camisa tricolor, Calleri disputou três temporadas. Em todas estas, o atacante teve certa dificuldade em ir às redes em partidas de mata-mata. Em 2022, foram 19 partidas, somando Copa do Brasil, Sul-Americana e Paulistão, com quatro gols – três no Estadual e um na competição continental. Uma média de 0,21 por partida, ligeiramente superior a seu desempenho em 2023.

Em 2016, temporada que lhe rendeu o status de ídolo no time tricolor, desempenho no mata-mata foi semelhante. Com 16 gols em 31 partidas jogadas em toda a temporada – o argentino permaneceu na equipe somente até junho, com contrato de empréstimo -, ficou abaixo do esperado. Na Libertadores, competição que foi artilheiro com nove gols, foi às redes em apenas uma partida do mata-mata, de cinco disputadas: jogo de volta da semifinal, em derrota por 2 a 1 diante do Atlético Nacional.

Confira a média de gols de Calleri em mata-mata por temporada:

2016: 0,20 – um gol em cinco jogos

2022: 0,21 – quatro gols em 19 jogos

2023: 0,16 – dois gols em 12 jogos.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -