26 C
Vitória
quinta-feira, 7 julho 2022

No princípio de tudo: a mensagem de Gênesis 1-11 para a igreja de hoje

Foto: Reprodução

O pastor Augustus Nicodemus destaca a importância desse livro bíblico para a compreensão da criação, da queda e da redenção

Por Patricia Scott 

Os primeiros capítulos de Gênesis registrados nas Sagradas Escrituras narram o início de tudo. É a partir deles que os cristãos têm os fundamentos para compreender a criação, a queda e a redenção em Cristo, além de tantos outros temas essenciais à fé cristã.

No livro “No Princípio de Tudo – A Mensagem de Gênesis 1—11”, o pastor Augustus Nicodemus equipa os cristãos a darem respostas a um mundo absolutamente carente de sentido. “Por que existe algo em vez do nada?”, “Por que existe o mal no mundo?”, “Por que as pessoas se matam e se odeiam, apesar de ter Deus feito o mundo bom?” e “Por que precisamos do Evangelho e de um Redentor?”. Essas e outras perguntas são levantadas com profundidade e clareza nesta relevante obra.

Com “No Princípio de Tudo”, lançamento da Editora Vida Nova, o autor estimula o interesse do cristão por Gênesis. Nicodemus desperta também no leitor a plena consciência da importância do primeiro livro das Sagradas Escrituras para a compreensão de toda a Palavra de Deus, além de impulsioná-lo na aplicação prática do livro dos começos à vida diária.

Foto: Divulgação

Sobre o autor
Augustus Nicodemus é pastor, escritor, teólogo, professor e conferencista, além de vice-presidente do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil. Atualmente, ele é pastor da Primeira Igreja Presbiteriana do Recife (PE).

É formado em teologia pelo Seminário Presbiteriano do Norte, de Recife (PE), mestre em Novo Testamento pela North-West University, ligada à Igreja Reformada, em Potchefstroom (África do Sul), doutor em Interpretação Bíblica pelo Westminster Theological Seminary, em Glenside, Pensilvânia, Estados Unidos, com estudos na Protestant Theological University em Kampen (Holanda). Em suas obras e sermões, é conhecido por pregar veementemente contra o neopentecostalismo, o novo movimento apostólico e outras igrejas que considera como seitas.

 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se