19.9 C
Vitória
sexta-feira, 12 agosto 2022

Ninhada de ovos de dinossauro é descoberta no interior paulista

Comunhao-ovo-dinossauro-sp
Ainda é difícil identificar a espécie de dinossauro encontrada nos ovos. Crédito: William Nava/Instagram

Os ovos estão ainda inteiros e não eclodiram devido a algum evento desconhecido

Por Bruno Bocchini (Agência Brasil)

O paleontólogo e coordenador do Museu de Paleontologia de Marília (SP), William Nava, encontrou uma ninhada de ovos fossilizados de dinossauros carnívoros em Presidente Prudente, no interior paulista. A descoberta ocorreu no final de 2021 no sítio paleontológico do Parque dos Girassóis.

No mesmo local, em 2020, o pesquisador já havia encontrado ovos fossilizados de crocodilo. Já os fósseis encontrados em 2021 são de dinossauros terópodes, carnívoros, de pequeno porte. O material fossilizado é do período Cretáceo Superior e tem entre 60 milhões e 80 milhões de anos.

Enquanto os ovos de crocodilo têm dimensões de 6 centímetros (cm) por 3,5 cm, os de dinossauro encontrados medem em torno de 12 a 13 cm de comprimento por 6 a 7 cm de largura.

“Normalmente, ovos fossilizados de crocodilomorfos têm casca externa com textura porosa ou lisa. Já a casca dos ovos dos dinossauros carnívoros tem textura em forma de ondinhas. Parecem pequenas minhoquinhas onduladas, o que difere da textura do crocodilomorfo”, disse Nava.

A descoberta ocorreu no final de 2021 no sítio paleontológico do Parque dos Girassóis.
Foto: Portal Marcos Santos

Segundo o pesquisador, os ovos foram encontrados isolados de qualquer outro vestígio de dinossauros, como dentes ou ossos, dificultando a identificação da espécie. Os ovos estão ainda inteiros e não eclodiram devido a algum evento desconhecido que impossibilitou o nascimento dos filhotes.

 

 

“Este é um dado interessante. Quem sabe se, em um desses cinco ovos, não se tenha um embrião fossilizado. Seria superbacana, algo inédito para o Brasil”, destacou o paleontólogo.

Fragmentos de casca dos ovos serão encaminhados para a Universidade de Brasília (UnB) e lá serão analisados com microscopia eletrônica de varredura.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se