19 C
Vitória
terça-feira, 4 agosto, 2020

“Jogador Neto” testemunha fé um ano após tragédia da Chapeoense

Leia também

PIB contraiu 11,2% no 2º trimestre de 2020

Em relação ao segundo trimestre de 2019, a queda na atividade econômica apontada pelo IAE foi de 11,7%

Esperamos que agosto seja o pico da covid-19 nas Américas, diz Jarbas Barbosa

Durante a coletiva, o diretor-assistente da Opas comentou o fato de que o padrão de transmissão da doença na América Latina tem se mostrado distinto da Europa

Brasil: Prefeitos se unem em campanha de combate à covid-19

Iniciativa é da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), que negociou com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorização especial para veicular comunicação sobre a doença em jornais, sites, rádios e na TV durante toda a pandemia

Zagueiro Neto sobreviveu ao acidente que deixou 71 pessoas mortas, em novembro de 2016. Jogador testemunha o que Deus fez em sua vida em várias igrejas do Brasil.

Um ano após a uma das maiores tragédias da história do futebol mundial, zagueiro Neto, um dos sobreviventes testemunha o amor de Deus. “A missão que tenho é ser jogador e falar de Deus”, disse o jogador.

Após sobreviver ao acidente, ele tem focado nos gramados, familiares e testemunhar em igrejas ao redor do Brasil. Em entrevista para o Globo Esporte, Neto disse que se tornou uma peça importante na vida das família das vítimas.

“Me sinto na obrigação de mostrar que eles (vítimas) estão melhor do que eu. Muitas vezes, eu sinto a dor que elas (esposas) estão sentindo. Sou um privilegiado. Não sou melhor do que ninguém. Não quero externar o que sinto, mas muitas vezes meu semblante diz o meu sofrimento. Me sinto muito abraçado por Deus e por pessoas que têm me ajudado a reerguer minha vida”, declarou.

Recuperado após a tragédia e de volta aos treinos na Chapecoense, o jogador tem sua vida voltada para a família. Além disso, faz questão de dar testemunho em várias igrejas do Brasil.

“Como vou nas igrejas, recebo muitas mensagens de que meu testemunho mudou o pensamento em relação a vida. Quando você ajuda o próximo, automaticamente está se ajudando. O que eu sempre procuro falar: ‘Tenha bom ânimo, vai dar certo, uma hora as coisas vão virar’. Acho que é a missão que tenho: jogador futebol e falar da missão de Deus”, disse o atleta.

Acidente aconteceu na madrugada do dia 29 de novembro de 2016. Ao todo, 71 pessoas morreram,  entre elas jornalistas, convidados e tripulantes, jogadores, membros da comissão técnica e da diretoria da Chapecoense.

Livro

A história de vida do atleta foi contada no livro “posso crer no amanhã”. A obra foi lançada em setembro. É uma autobiografia do jogador para conhecer o quanto a busca de um atleta profissional exige força de vontade e renúncias.

O livro mostra o relato de sobrevivência e fé do jogador. A mensagem de “Posso crer no amanhã” confirma o poder de um Deus que faz milagres e que continua a escrever histórias marcantes de quem tem um relacionamento íntimo com ele.

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Helena Tannure e Alda Célia no Congresso Vitoriosas

É a terceira edição do evento, que é voltado para mulheres. O tema do Congresso Vitoriosas 2020 será Transformadas. Saiba mais! 

Lagoinha abre curso Linhas de ensino; Saiba mais!

As aulas das turmas do primeiro módulo do Curso Linha de ensino se iniciam a partir de 17 de agosto. Saiba mais!

Fórum literário: O absurdo, a esperança e mais além

Realizado desde 2016, o Fórum literário é um curso para peregrinar nos caminhos da arte e da fé cristã. Evento, que será online, começa hoje, 27. Saiba mais aqui! 

Marcha pra Jesus é cancelada em São Paulo

Por causa do coronavírus a prefeitura de São Paulo cancelou a Marcha para Jesus. O maior evento cristão do mundo ocorreria em 02 de novembro deste ano

Plugue-se

Amanda de Sá feat Sanderson Moraes “Nossa bandeira”

Nossa bandeira é o terceiro lançamento da artista pela Sony music desde que venceu o festival de Música Eagle, edição ES, em setembro do ano passado

Faces da perseguição: o preço de viver pela fé

Viver pela fé em meio a perseguição. Na séria faces da perseguição, mostra a história do pastor Jean Marc, que enviou a família para um esconderijo no Congo, mas ficou na República centro-africana por causa da igreja. Saiba mais!

Max Weber: Economia e religião estão interligadas?

No livro "A ética protestante e o espírito do capitalismo", o sociólogo alemão, Max Weber, se debruça em um estudo minucioso sobre as religiões e o sistema econômico do século XX

Vida após a morte em “O Céu é de Verdade”

"O Céu é de verdade" foi sucesso de bilheteria nos Estados Unidos, conta a história de uma criança que visita o paraíso em uma experiência de “quase morte”