23.5 C
Vitória
quarta-feira, 5 agosto, 2020

Netflix estreia série cristã em seu catálogo

Leia também

Documentos mostram provável origem do material que destruiu a capital do Líbano

A carga perigosa do navio foi descarregada e colocada no Hangar 12 do porto de Beirute, uma grande estrutura cinza de frente para a principal rodovia norte-sul do país

PIB contraiu 11,2% no 2º trimestre de 2020

Em relação ao segundo trimestre de 2019, a queda na atividade econômica apontada pelo IAE foi de 11,7%

Esperamos que agosto seja o pico da covid-19 nas Américas, diz Jarbas Barbosa

Durante a coletiva, o diretor-assistente da Opas comentou o fato de que o padrão de transmissão da doença na América Latina tem se mostrado distinto da Europa

A Netflix acaba de estrear em seu catálogo a série “Greenleaf”. Com cunho cristão, chama atenção por expor escândalos de uma imponente igreja evangélica, com cenas de lavagem de dinheiro e intrigas dentro do templo.

O drama conta com um elenco de peso, com vencedores do Emmy, como Keith David e Lynn Whitfield, e não poupa nenhum assunto controverso no meio evangélico, como pedofilia, adultério, homossexualidade e abuso de poder.

Com elenco predominantemente negro, como é comum nas produções da Oprah Winfrey Network, “Greenleaf” traz os bastidores de uma megaigreja na cidade de Memphis. A congregação chamada de Greenleaf World Ministries é encabeçada pelo bispo James Greenleaf (David) e tem como base doutrinária a Teologia da Prosperidade, que defende a riqueza na Terra como uma bênção de Deus.

Esse pensamento leva James a cometer deslizes e o coloca em situações complicadas quando surge uma ameaça de investigação nas contas da igreja (doações e dízimos), e ele se vê encurralado no meio de um jogo entre políticos e pastores. A trama remete a algo que o público vê frequentemente em noticiários, e Greenleaf mostra uma visão interna do maquinário.

Além dos problemas ministeriais, o bispo precisa lidar com desavenças familiares. O estopim das confusões ocorre após o funeral de uma de suas filhas, morta misteriosamente. A cerimônia contou com o retorno da filha do meio, Grace (Merle Dandridge), ex-pastora que estava distante da família havia 20 anos. A presença de Grace reacende mágoas e traz à tona os segredos obscuros dos seus parentes.

A ex-apresentadora americana e agora dona do canal “Oprah Winfrey” também faz a sua participação na série. Ela interpreta a irmã de Lady Mae, chamada Mavis McCready, uma confidente de Grace. Dona de uma casa de shows de blues, Mavis conhece todos os segredos da igreja e de seus integrantes. Por isso, acaba sendo um ponto chave da trama. Prestar atenção nas ações dela é a chave para compreender a história.

Assista ao trailer em inglês:

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Semana de lives da Consciência Cristã 2021; Confira as datas!

O tema das lives, que acontece de hoje, 3, até sábado, 8, é "Feitos à imagem de Deus", que será a abordagem do Consciência Cristã 2021

Helena Tannure e Alda Célia no Congresso Vitoriosas

É a terceira edição do evento, que é voltado para mulheres. O tema do Congresso Vitoriosas 2020 será Transformadas. Saiba mais! 

Lagoinha abre curso Linhas de ensino; Saiba mais!

As aulas das turmas do primeiro módulo do Curso Linha de ensino se iniciam a partir de 17 de agosto. Saiba mais!

Fórum literário: O absurdo, a esperança e mais além

Realizado desde 2016, o Fórum literário é um curso para peregrinar nos caminhos da arte e da fé cristã. Evento, que será online, começa hoje, 27. Saiba mais aqui! 

Plugue-se

Mari Borges passa a integrar o time de artistas da Musile

Cantora mineira, que tem 11 anos de carreira, vem crescendo nas plataformas. Seu canal no Youtube ultrapassa os 600 mil inscritos

Amanda de Sá feat Sanderson Moraes “Nossa bandeira”

Nossa bandeira é o terceiro lançamento da artista pela Sony music desde que venceu o festival de Música Eagle, edição ES, em setembro do ano passado

Faces da perseguição: o preço de viver pela fé

Viver pela fé em meio a perseguição. Na séria faces da perseguição, mostra a história do pastor Jean Marc, que enviou a família para um esconderijo no Congo, mas ficou na República centro-africana por causa da igreja. Saiba mais!

Max Weber: Economia e religião estão interligadas?

No livro "A ética protestante e o espírito do capitalismo", o sociólogo alemão, Max Weber, se debruça em um estudo minucioso sobre as religiões e o sistema econômico do século XX