23.8 C
Vitória
segunda-feira, 6 dezembro 2021

Nem Cabral em toda a sua glória

Mais Artigos

Caso Cabral chegasse de surpresa ao Brasil de hoje, por certo, sentiria orgulho do povo cristão – para desespero dos ateus!

Por Atilano Muradas

Saber o futuro é algo que só pertence a Deus – para desespero dos meteorologistas. Pedro Álvares Cabral, o nosso descobridor, por exemplo, já conhecia o passado e o presente do mundo de sua época, porém, não tinha a menor ideia até onde chegaria o Brasil. Depois que ele morreu e de muitos atropelos, surgiram os “brasileiros”, que desbravaram o novo mundo e construíram cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, e muitas outras mundialmente respeitadas.

Hoje, o Brasil é potência nas artes, no esporte, na agronomia, na pecuária, na literatura, na aviação, na criatividade, etc. Apesar disso, muitos brasileiros ainda insistem em nos diminuir ante os EUA e a Europa. A meu ver, não importa se estamos atrás ou na frente de algum país. O importante é que estamos caminhando para frente. Espero que, um dia, esses brasileiros entendam isso – para desespero dos pessimistas.

Nem Cabral em toda a sua glória imaginaria que, a partir de 1850, receberíamos missões evangélicas, e que hoje, 171 anos depois, seríamos exportadores de missionários. Atualmente, os evangélicos representam mais de 40% da população – para desespero dos ateus. Praticamente todas as TVs e rádios brasileiras transmitem programas evangélicos, sem contar as pertencentes às próprias igrejas. Os cristãos foram pioneiros na gravação de discos, são os fiéis guardiões dos instrumentistas de sopro, e movimenta expressiva parte do mercado de instrumentos e equipamentos musicais. Graças às igrejas, o Brasil tem centenas de escolas de confissão cristã, que lançam jovens de alto nível na sociedade. E para desespero dos corruptos, milhares de empresários e de políticos são terrivelmente evangélicos.

Os cristãos marcam presença em todas as cidades, sustentam, por conta própria, inúmeros centros de recuperação de dependentes químicos e moradores de rua, além, de, anualmente, publicarem milhares de livros. Por isso, e também por lerem a Bíblia diariamente, os crentes são os que mais leem, mais estudam, e que menos se envolvem com drogas, bebidas, prostituição e corrupção, cânceres que derrubam nações – para desespero dos traficantes. Além disso, rejeitamos o mercado de bebidas e cigarros, pois prezamos pela saúde corporal, pela paz no trânsito e pela não violência nos lares.

Por estas e outras é que muitos intentam eliminar os cristãos da Terra, afinal, nós atrapalhamos a corrupção e a anarquia de se alastrarem, e nossos filhos estão curtindo muito mais o “barato” do estudo – para desespero dos maconheiros. Discorde quem quiser, é direito, mas o Cristianismo é, de longe, a religião que mais preza pela liberdade, pela democracia e pelo desenvolvimento da sociedade. Caso Cabral chegasse de surpresa ao Brasil de hoje, por certo, sentiria orgulho do povo cristão, e constataria que a verdade, de fato, vem nos libertando – para desespero dos comunistas.

Atilano Muradas é pastor, jornalista, teólogo, músico, compositor e escritor com vários livros publicados

- Publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Entrevistas