Nossa geração está sofrendo da negligência de Eli

Nossa geração está sofrendo da negligência de Eli
Marina Faria. Professora e líder do Ministério da Criança e do Adolescente da Igreja Adventista no Sétimo Dia em Minas Gerais (regiões centro, centro-oeste e Triângulo Mineiro)

“Pois eu lhe disse que julgaria sua família para sempre, por causa do pecado dos seus filhos, do qual ele tinha consciência; seus filhos se fizeram desprezíveis, e ele não os puniu” (1 Samuel 2:12)

Deus falou a Samuel as palavras do texto mencionado acima, palavras essas que poderiam ser ditas a nossa geração de pais. “…os Elis de hoje, estão em toda a parte buscando desculpas para os desvios dos filhos…” OC p.276.

Eli prezou mais a paz no lar do que a repreensão das atitudes erradas de seus filhos. É muito mais fácil fingir que está tudo bem, que não precisamos intervir em nada. É fase, vai passar! Dizem alguns. Nossas crianças, juvenis e adolescentes estão perdidos, sem direção, vivem uma vida sem objetivos e sem propósitos.

Os filhos de Eli desde a infância conheciam o templo e o serviço lá realizado e quando eram irreverentes ou faltavam com o respeito não eram disciplinados por seu pai. Muitas vezes procuramos dar “um jeitinho” para que nossos filhos não sofram as consequências de suas más escolhas.

Em 1 Samuel 2: 22 diz que “Eli …ouvia tudo o que seus filhos faziam…” Ele conhecia seus filhos e tinha consciência das coisas erradas que estavam fazendo, porém foi negligente. No dicionário negligência que dizer: falta de cuidado, falta de atenção, desleixo, desmazelo.

Quando Eli decidiu tratar a instrução e educação dos seus filhos com desleixo e falta de cuidado ele fez tudo para a ruina deles. Talvez se ele houvesse assumido a autoridade de pai que lhe foi dada por Deus para restringir e corrigir, a história teria dito um final diferente.

Os filhos de Eli se tornaram adultos que tratavam com desprezo as ofertas trazidas a Deus. Chegou em um ponto em que Eli não pôde mais fazer vista grossa as atitudes de seus filhos e tentou repreendê-los, porém já era tarde, eles não ouviram o pai.

Em Provérbios 19:18 lemos: “Discipline seu filho, pois nisso há esperança;
não queira a morte dele. Pais, nossos filhos precisam de cuidado, atenção, amor, direcionamento e correção.

Nós somos responsáveis!
Nossas escolhas como pais afetarão a vida de nossos filhos para sempre, para o bem ou para a mal.


Marina Faria é Professora e líder do Ministério da Criança e do Adolescente da Igreja Adventista no Sétimo Dia em Minas Gerais (regiões centro, centro-oeste e Triângulo Mineiro)

Compartilhe

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!