30 C
Vitória
terça-feira, 7 abril, 2020

Crianças especiais precisam de pais especiais?

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

PIB da China deve ter no 1º trimestre a primeira queda em 40 anos

O Produto Interno Bruto (PIB) da China deverá registrar no primeiro trimestre a sua primeira queda em quarenta anos, mostra o estudo "Perspectivas do Desenvolvimento Econômico Chinês pós-Covid-19 e impactos para a economia brasileira"

Morre o pai do pastor Cláudio Duarte

Em sua conta no instagram, Cláudio Duarte lamentou a morte do pai, Hartenor Leopoldino Duarte, 87 anos

Boris Johnson é transferido para UTI

O líder conservador, Boris Johnson, 55 anos, anunciou em 27 de março que seu teste para o coronavírus tinha dado positivo O primeiro-ministro britânico Boris...

Plataforma Inteligente no combate ao coronavírus no ES

O Centro de Comando e Controle para Ações e Prevenção ao Coronavírus no Estado do Espírito Santo lançou uma Plataforma Inteligente contra a Covid-19. Saiba mais!

Após meses de especulação, avaliações e pavor, nosso primogênito foi diagnosticado com autismo. E agora? Como cuidar de uma criança com necessidade especiais?

Assim como a história é dividida em AC (antes de Cristo) e DC (depois de Cristo), nossa narrativa familiar foi nitidamente dividida em duas eras distintas: Antes do autismo e depois. Antes do autismo, minha vaga impressão de pais com necessidades especiais era que eles eram uma raça rara de humanos nobres sobrenaturalmente dotados de paciência e exuberantes com a iluminação sobrenatural.

É por isso que Deus os escolheu. As pessoas comuns não eram dignas de um chamado tão elevado.

Isto é, até que Deus me escolheu, uma mulher espetacularmente menos que a média. Impaciente e estridente. Uma vez fiquei tão farto de meu filho comer com as mãos que envolvi seus dedos em torno de um garfo e selei-o em um punho com fita adesiva. Alarmado, meu marido interveio e libertou nosso filho antes que o conselho tutelar descobrisse.

Amigos bem intencionados devem ter compartilhado o mesmo entendimento desinformado porque tentaram encorajar: “É preciso uma pessoa especial para educar uma criança com necessidades especiais”. Só que não fui voluntária para isso – eu havia sido convocada. Deus certamente estava brincando de alguma piada cósmica com essa incompatibilidade épica de criança para pai. Parecia uma cruel ironia emparelhar uma criança vulnerável e delicada com uma mãe imprudente como eu. Eu não estava confortável com pessoas com deficiência. Evitei fazer contato visual. Eu sou irresponsável e não tenho empatia. Sou superficial, egocêntrica e preguiçosa. “Você tem a pessoa errada”, pensei. “Senhor, por favor, escolha outra pessoa.”

Era como se Deus intencionalmente escolhesse alguém como eu para demonstrar que ele é Deus, e eu não sou. Mas eu não fui a primeira pessoa comum na história a recusar um chamado extraordinário.

Em Êxodo 4, Moisés enfrentou uma tarefa assustadora. Ali estava um homem na meia-idade, que passara os últimos 40 anos na obscuridade, cuidando do gado. O deserto da domesticidade proporcionou bastante tempo sozinho para refletir sobre os erros do passado. Então, de repente, o Senhor o empurrou para as cortes do faraó para desafiar o mais alto poder da terra e extrair sua força de trabalho debaixo de seu nariz. Moisés protestou várias vezes: não estou qualificado.

Deus concordou. Mas em vez de aumentar a autoconfiança de Moisés, destacando sua educação principesca ou credenciais educacionais do passado, Deus simplesmente lembrou-lhe: “EU SOU o que EU SOU” (Êxodo 3:14). Ele é Deus e, por dedução, Moisés não era. O Senhor estava plenamente ciente de que Moisés exigiria intervenção sobrenatural e que sua presença e poder seriam o único bem de Moisés no cumprimento da designação superdimensionada. A única coisa exigida de Moisés: obediência.

O mesmo vale para os pais com necessidades especiais. Requer uma pessoa especial para criar uma criança com necessidades especiais? Não. Requer apenas uma fé humilde em um Deus extraordinário. Em sua soberania, Deus achou por bem atribuir nosso filho único a nós. Presentes personalizados são inelegíveis para devolução ou troca. Não há margem para “Por favor, escolha outra pessoa!”

Em “Experimentando Deus” , Henry Blackaby escreve: “Deus pode fazer qualquer coisa que agrada através de uma pessoa comum que seja totalmente dedicada a Ele.” Em vez de se fixar em nossa falta percebida, precisamos fixar nossos olhos naquele que é especializado em tornar o impossível possível.

Quem nos deu nossas bocas, os dons da fala e a visão? Não foi o Senhor? Quem criou cada um dos nossos filhos, com medo e maravilhosamente fez? Quem decidiu esse par divino de filho para pai e os uniu a nós? Não é o Senhor? Ele nos permitirá falar, defender e criar essa criança. Ele abençoará e fará desta criança uma bênção.

O Deus de Moisés nos chama para a tarefa “impossível” de cuidar das necessidades especiais, para que possamos demonstrar seu maior poder que está em ação dentro de nós. Apesar de nossa falta e inadequação gritantes, Deus fará o que somente um Deus sobrenatural pode fazer. Ele é Deus, nós não somos. É sua responsabilidade atribuir, transformar, fornecer e entregar.

Fidelidade é o nosso trabalho. A fecundidade é Dele.


Diane Dokko Kim. Com informações do Christianity Today.

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Live: “As perguntas cruciais a serem respondidas na crise”

Um dos 25 melhores CEO’s dos EUA, Craig Groeschel fará nesta quinta-feira (02), às 10h30, uma Live exclusiva para o Brasil com tradução simultânea

Vigília online ‘Há uma Luz’: um clamor contra o covid-19

Para levar paz e esperança à população afetada pela pandemia global da Covid-19, a plataforma cristã, InChurch, organizou a vigília online “Há uma Luz” nesta quarta (1º).

26 de março: live – Como inovar na igreja em tempos de disruptura

Nesta quinta (26), as 19h, vai acontecer a primeira live da série "O efeito da liderança na crise” com Josué Campanhã, diretor da Envisionar e Thiago Faria

Novo Som faz show online

Devido a quarentena por causa do coronavírus, a banda vai estar ao vivo no sábado (28) a partir das 20h. Será transmitido pelo Instagram e Facebook

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

“Deus nos poupou”, desabafa Soraya Moraes

Em suas redes sociais, a cantora Soraya Moraes fez um desabafo da cura do marido de covid-19. Ela também revelou que estar curada da doença

Vencendo o medo é tema de campanha da SBB

Nesses tempos difíceis que o Brasil e o Mundo têm enfrentado, a Sociedade Bíblica do brasil quer levar Esperança às pessoas. Por isso, foi lançada a campanha de evangelização "Vencendo o Medo", com o objetivo de compartilhar a Palavra de Esperança.

Danilo Franco traz o pop pentecostal em “Confio em Deus”

Em tempos de isolamento social, a mensagem da canção "Confio em Deus", de Danilo Franco, pode fazer grande diferença na vida de milhares de pessoas. 

Serginho, do Roupa Nova, em projeto gospel

Conhecido por integrar um dos maiores grupos musicais do Brasil, o Roupa Nova, Serginho agora lança "releituras", um projeto com louvores consagrados do meio evangélico