18.8 C
Vitória
sábado, 20 agosto 2022

NASA afirma que algo inexplicável acontece no universo

Foto: Pixabay

Ele está se expandindo mais rápido do que o previsto. “A causa permanece um mistério”, ressaltam os cientistas. Saiba mais! 

Por Patricia Scott 

Novas observações do telescópio espacial Hubble mostram que o universo está se expandido mais rápido do que o previsto. Isso significa, segundo os pesquisadores, que algo “estranho” está ocorrendo no universo que a ciência moderna não consegue explicar.
A NASA fez as constatações, na última semana. Elas foram publicadas no periódico acadêmico The Astrophysical Journal. “A causa dessa discrepância permanece um mistério”, afirma o artigo.

“Os dados do [telescópio] Hubble, abrangendo uma variedade de objetos cósmicos que servem como marcadores de distância, apoiam a ideia de que algo estranho está acontecendo, possivelmente envolvendo uma física totalmente nova”, afirma a NASA.

O universo está em expansão contínua, segundo descoberta do astrônomo Edwin Hubble há um século. O estudioso descobriu também outras galáxias fora da Via Láctea. Ele percebeu ainda que elas estavam constantemente se afastando.

Dentro dos parâmetros da Lei de Hubble, saber as distâncias, localizações e distribuições das galáxias no espaço pode ajudar a calcular a idade do universo. No entanto, o próprio Hubble nunca ficou satisfeito com suas descobertas. Por outro lado, a maioria dos cientistas ainda buscam conclusões para elas.

Telescópio Espacial Hubble da NASA – Foto: Wikimedia Commons

Mistério científico?
A expansão do universo não foi constante, mas sim, passou por dois períodos chamados pelos cientistas de aceleração cósmica. A primeira teria sido logo após o Big Bang, mas a segunda pode ter ocorrido cerca de nove bilhões de anos depois. É este último período que ainda está em curso, segundo estudos feitos, em 1998, pelos cientistas Adam Riess e Brian Schmidt.

Acredita-se que a expansão do universo seja causada pela “energia escura”, uma misteriosa força repulsiva que acelera a expansão do universo. No entanto, a taxa de aceleração não está correspondendo às descobertas de Hubble. Isso significa que, se antes os cientistas tentavam encontrar a constante de Hubble, agora eles indicam que uma física desconhecida esteja em ação.

De acordo com o site Jersusalem Post, esta mudança na taxa de expansão pode dar pistas sobre o destino final do universo. Uma teoria é que o universo continuará se expandindo. Como consequência, a matéria se tornará menos densa. Assim, toda a matéria se desintegrará no que é chamado de “morte térmica do universo”.

Com informações Jerusalem Post 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se