Na Estrada com Rose Nascimento

No alto de seus 30 anos de carreira, Rose Nascimento faz parte de uma família de levitas que tem uma trajetória de sucesso e de muita batalha

O pai, o pastor Mário Manoel do Nascimento, chamava-a de “meu rouxinol”. Talvez ele sentisse que, assim como o pássaro, sua filha cantaria tão bem, a ponto de alçar voos muito altos, tornando-se uma cantora de sucesso, com um ministério de louvor próspero e de muita unção.

Em 2015, a cantora lançou um projeto inédito com a gravadora Som Livre. O DVD foi o marco em sua carreira.

“Estou vivendo uma fase que, com certeza, Deus reservou pra mim. Fiquei muito feliz em fazer parte dessa família, receber o convite e assinar com uma gravadora que tem uma grande expressão no meio secular e também no meio gospel. Sou muito grata a Deus por colocar pessoas certas para estar somando comigo. Estamos fazendo um trabalho com excelência para que possa impactar o povo de Deus, mas que também possa alcançar aqueles que ainda não conhecem esse Deus maravilhoso”, salienta.

Rose Nascimento nasceu em 1966, em um lar evangélico no Rio de Janeiro. Menina caçula, sempre esteve rodeada de músicos em casa, porque o pai tocava vários instrumentos, a mãe cantava no coral da igreja, e ela crescia vendo os irmãos mais velhos se tornarem também grandes nomes da música. “Não tive para onde correr”, conta ela aos risos.

“Na verdade nem fui eu que percebi que Deus tinha esse ministério para mim, mas meu irmão Tuca Nascimento, quando eu fazia backing vocal para alguns cantores (ela trabalhou para Elimar Santos, Joana e Shirley Carvalhaes). Um belo dia ele falou que queria me gravar, e eu aceitei. Graças a Deus estou aqui até hoje louvando a Deus, e sou muito grata ao meu irmão, pois abaixo de Deus foi ele quem acreditou no meu potencial”, relembra.  Ela recorda os bons momentos que viveu em sua casa, com os pais e os 12 irmãos, sendo que entre os cantores de sucesso estão Mattos, Tuca e Marcelo Nascimento, e agora a nova safra da família, com os sobrinhos Gisele, Michelle e Willian Nascimento e os três filhos, Max, Lucas e John Nascimento, que formam o grupo Nascimento Brothers.

“Sempre brinco que na minha família quando nascemos, em vez de chorar, nós cantamos. (Risos) Sempre cantei em casa, me lembro quando era bem pequena, meu pai fazia muitos cultos domésticos e sempre colocava um banquinho para eu cantar, mas eu só cantava se estivesse com  uma toalha na cabeça pra falar. Tinha um cabelão e tinha que ter o socador de alho da minha mãe que era o microfone. No final, todos aplaudiam. Creio que daí já começou o chamado que Deus tinha na minha vida, e o apoio familiar foi fundamental”, conta.

Rose chegou a abandonar o Evangelho aos 15 anos de idade, mas não durou muito tempo e, aos 20 anos, já casada com o pastor João Azeredo, voltou para os pés do Senhor. A partir daí, em meio a lutas, sofrimentos e humilhações para se manter servindo a Deus, ela batalhou, e sete anos depois, em 1990, Ele abriu as portas para que pudesse gravar seu primeiro LP, intitulado “Livre”, que recebeu disco de ouro pelas mais de 100 mil cópias vendidas.  Em todos esses anos de carreira, Rose Nascimento é considerada umas das artistas que mais vendeu CDs no meio gospel brasileiro, são oito milhões até hoje. Seu ministério foi marcado por vários discos de ouro e de platina.

Seu segundo CD foi “A Dose Mais Forte”, de 1992, que vendeu 200 mil cópias, e em 1993 “Cinco Letras Preciosas – Jesus”, que teve saída de 300 mil cópias. Em 1994, “Receba a Vida” e, em 1996, “Mil Razões”, são trabalhos responsáveis por lhe conferir mais uma vez discos de ouro.

Nos próximos anos o sucesso foi ainda maior. Com “Começo, Meio e Fim” (1998), recebe disco de platina, e “Cuida de Mim” (2000) rende mais um disco de ouro. Mas foi com “Mais Firme do Que Nunca” (2001) que alcançou a marca 1,5 milhão de cópias vendidas, resultando no o primeiro disco de diamante.

Em seguida veio “Sempre Fiel” (2003), outro grande sucesso, com mais um milhão de cópias vendidas e mais um disco de diamante. O DVD homônino ao vivo rende a ela mais um disco de platina. “Para o Mundo Ouvir”, em 2005, e “Uma Questão de Fé” (2007)  tornam-se outros dois grandes sucessos, com mais uma premiação com três discos de platina. Em 2008, completando 17 anos de carreira, ela resolveu lançar o CD ao vivo “Tocando Corações – 17 anos”, gravado em São Luís, no Maranhão, com renda do evento revertida para o Centro Beneficente Ebenézer (Cesbe), ajudando na construção de uma escola para 1,5 mil alunos carentes.

“Primeiro Passo” foi seu 15º álbum, lançado em 2011. Foram vendidas 250 mil cópias, dando a Rose mais dois discos de platina. O último trabalho, “O Menor da Casa”, apresentado no ano passado de forma independente, com pouco mais de um mês já tinha comercializado 80 mil cópias, conferindo outro disco de platina.

“Sucesso para cantor evangélico é estar na dependência de Deus. Sem isso de nada adianta. Tenho vivido muitos momentos importantes nessa caminhada e eu digo que eles acontecem até hoje. Por onde passei e passo, Deus tem feito muitos milagres através da minha vida, e isso é o meu combustível para prosseguir a cada dia”, destaca.

Discografia

2007: Uma Questão de Fé
2008: Tocando Corações – 17 Anos
2009: Projeto de Deus
2011: Primeiro Passo
2013: O Menor da Casa
2016: Gospel Hits
2016: Questão de Honra
2017: Eterna Glória

Telefone: (21) 2411-2072
E-mail: [email protected]
Site: www.cantorarosenascimento.com.br