22.6 C
Vitória
quarta-feira, 8 julho, 2020

Na Estrada com Robson Nascimento

Mais lidas

Queimadas na Amazônia será proibido por quatro meses

Sob pressão de empresários e fundos de pensão internacionais, governo Bolsonaro prepara decreto com moratória para queimadas legais

Correios lançam selos em homenagem a ações de combate à pandemia

Em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), são seis selos assinados pelo artista Alan Magalhães.

Celso de Mello arquiva notícia-crime contra Augusto Heleno

Ministro do Supremo disse ser obrigado a seguir parecer da PGR. Saiba mais!

Reabertura das agências do INSS é adiada para dia 3 de agosto

Medida foi publicada hoje no Diário Oficial da União. Confira!

 

“Toda a minha força, história, vitórias e oportunidades vieram dEle, o nosso Deus”

Depois de sete anos sem gravar um álbum com músicas inéditas, dedicando-se apenas às suas atividades na Igreja Deus é Bom, em São Paulo, Robson Nascimento está a todo vapor com o lançamento do novo CD, “Fortaleza Minha”, gravado pela Sony Music, que já chegou às lojas.  O cantor vai participar do Café de Comunhão no dia 13 de novembro, em Vitória, trazendo novidades do álbum. “A preparação do ‘Fortaleza Minha’ foi diferente da dos outros CDs, pois carrega novos elementos musicais. Foi uma tarefa bem interessante, porém o mais importante é a mensagem que esse CD traz. O principal é dizer que toda a minha força, história, vitórias e oportunidades vieram dEle, o nosso Deus. Dizer isso em forma de música é a forma mais maravilhosa de agradecer a Deus por tudo o que fez por nós”, contou.

Esse período trouxe ao cantor um amadurecimento como pastor, mas acabou por criar um desafio de adequação aos novos tempos do dinamismo da internet e das redes sociais que não existiam há sete anos. “Essa nova fase aponta para um desafiador retorno, pois muita coisa mudou desde a minha última gravação, está tudo mais dinâmico, o mundo está conectado; então a informação chega muito rápido. Timbres, instrumentos, cantores e bandas evoluíram, e acompanhar esse ritmo depois da longa pausa é uma tarefa difícil e que requer de mim muita dedicação”, ressalta. Quanto à igreja, que agora não terá 100% da sua atenção como pastor, ele garante que não será tão difícil. “A igreja entende e apoia totalmente, pois sabe a importância que dou ao meu ministério e de como sou obediente à voz do Pai, tanto que estive recluso por esse tempo para me dedicar a ela por orientação de Deus. Conciliar o tempo entre família, igreja e ministério do louvor será bem movimentado, mas com disciplina e organização, é possível fazer tudo e ainda sobra tempo”, garante ele aos risos.

Na nova fase, para Robson, a assinatura com a Sony Music foi essencial para sua readaptação, por conta do profissionalismo encontrado na gravadora. Ele conta que chegou a pensar em gravar o CD independente, mas decidiu investir na força do coletivo para reiniciar o trabalho com a música.  “A Sony Music foi um presente também de Deus, mas, sobretudo, uma história bem construída na época da Line Records com o Mauricio Soares. ‘Tudo Que Soul’ foi o trabalho que me trouxe uma visibilidade do artista pleno dentro do nosso segmento, e essa oportunidade de mostrar isso para o Brasil foi dada por ele. Creio que ‘Fortaleza Minha’ vai dar continuidade ao bom relacionamento que tínhamos. Sete anos para nós é muito tempo, e não conseguiria recuperar sozinho. Sou grato a Deus por colocar em meu caminho pessoas amigas qualificadas e capacitadas para facilitar as coisas. O trabalho é duro, mas juntos somos mais fortes”, acrescenta.

Robson nasceu numa família musical, com a mãe, Léa Gomes, pianista e professora do Conservatório Musical Franz Liszt, em São Paulo. O pai, Pedro Nascimento, era ligado ao samba de raiz, e assim ele foi crescendo ouvindo soul music, até que se converteu ao Evangelho, na Igreja Pedra Viva, em 1990, quando também sua carreira efetivamente começou. “Fui convidado a participar de uma banda da igreja e desde então o Senhor foi estabelecendo o crescimento e desenvolvimento no ministério musical”, relembra. Em 1999, foi convidado por Aline Barros para um dueto da música “Sonda-Me”, e o grupo Just a SingChoir foi fundado. Foi quando Robson percebeu que Deus tinha mesmo o ministério de louvor para sua vida e sentia a mão dEle operando.

“Tem muitas coisas importantes na minha vida que posso ver a mão de Deus operando grandemente nestes anos todos. Situações marcantes, como a minha conversão, a descoberta do dom e o ministério, o coral Just Sing, o meu chamado, o tempo na música secular, o meu casamento com Daniela Flieger, a Igreja Deus é Bom, o confinamento de sete anos e a liberação da parte de Deus para o meu retorno musical além das quatro paredes de minha igreja. Certamente minha vida é grandemente guiada por Deus”, destaca. Com a banda Just SingChoir, lançou dois CDs: em 1999 “Ele Virá”, e em 2002, “Tome a Decisão”. Nesse período, chegou a trabalhar com música secular com Fábio Jr. e Chitãozinho e Xororó.
Em 2003 começou a se dedicar exclusivamente ao meio evangélico como músico e produtor. Em 2005 lançou a coleção de sucessos “O Melhor de Robson Nascimento” e naquele mesmo ano seguiu de vez a carreira solo com o CD “Tudo que Soul”. Em 2007, foi ordenado pastor à frente da Igreja Deus é Bom e gravou o álbum “Falando dEle”, o último com canções inéditas. Em seguida (2008) apresentou o DVD “Jeremias 42”, contando toda a trajetória de seu ministério, desde o nascimento até o chamado à santificação. Um relato regado a inserções musicais com várias músicas tocadas e interpretadas por ele no piano. O álbum tem ainda o conteúdo do capítulo 42 do livro do profeta Jeremias.

Em 2009, chegou a gravar o CD ao vivo “Rumo à Igreja Primitiva” (Robson Nascimento & Igreja Deus é Bom) com a pegada blackmusic em 13 canções regravada de soul, rhythm& blues, dance e rap. Depois disso passou a se dedicar exclusivamente à Igreja Deus é Bom até agora quando começou a gravar “Fortaleza Minha”. Robson Nascimento tem ainda dois irmãos que também seguiram carreira musical: Mara Nascimento que é cantora de jazz, MPB e soul, e Rodney Nascimento, baterista de samba-rock, soul e jazz.

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Show drive-in do 3 Palavrinhas esse mês; Saiba mais!

O grupo infantil 3 palavrinhas vai se apresentar na Arena Sessions, no estádio Allianz Parque, em São Paulo dia 19 de julho Atenção criançada! O...

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Em agosto, 16º Fórum de Ciências Bíblicas

Com o tema “A Bíblia para as novas gerações”, evento será realizado nos dias 13 e 14 de agosto, no Centro de Eventos de...

Plugue-se

“Cristo em você”: Como a mudança de Deus vive através de milagres

 Filme até destaca como Deus trabalha nas nações europeias seculares.

Ator TC Stallings relata como conheceu Jesus em documentário

O filme vem após TC Stallings perder sua mãe e avó neste ano. Ele dedicou o documentário à sua mãe que morreu em 15...

Tito e Gabriella e Casa Worship cantam “Máscaras”

Música já está disponível em todas as plataformas de streaming. Tito e Gabriella e Casa Worship gravaram a música ao vivo em Goiânia

“Bíblia de Estudo Swindoll”: mais compreensão e curiosidades

Além de facilitar a compreensão, a "Bíblia de Estudo Swindoll" traz curiosidades sobre o livro mais vendido do mundo