22.6 C
Vitória
sexta-feira, 10 julho, 2020

MPF quer indenização por morte de onça no tour da tocha

Mais lidas

Bolsonaro sanciona lei que suspende pagamento de parcelas do Fies

Os saldos das obrigações suspensas devem ser pagos de forma diluída. Saiba mais!

CNI: confiança dos empresários da indústria melhora pelo 3ª mês seguido em julho

As expectativas com relação aos próximos seis meses já são otimistas", destacou a CNI, no documento.Confira!

Famílias têm papel fundamental na relação da criança com mundo digital

Rotinas offline ajudam a criança a desenvolver autorregulação. Saiba mais!

Terminam hoje inscrições para o Sisu

Pela 1ª vez, são ofertadas vagas na modalidade a distância. Saiba mais!

Uma ação civil pública ingressada pelo Ministério Público Federal no Amazonas (MPF-AM), na terça-feira (23/8), pede que a Justiça proíba a utilização de animais silvestres em eventos públicos e determine o pagamento de indenização mínima de R$ 1 milhão por danos morais coletivos pela a morte da onça Juma, sacrificada durante o Revezamento da Tocha Olímpica em Manaus, em junho deste ano.

O Exército informou que o prazo para conclusão do Inquérito Policial Militar (IPM) sobre o caso foi prorrogado, e que só deve se pronunciar após a conclusão do IPM.

O animal era mascote do Comando Militar da Amazônia (CMA), que também abriga outros felinos de espécies diferentes resgatados após maus tratos.
A ação quer proibir o transporte e a exibição de animais silvestres em eventos, sem autorização do órgão ambiental competente.

“O desfile militar de 7 de Setembro se aproxima e há a tradição de exibir onças na parada que ocorre em local com grande público, barulho e fogos”, diz comunicado do MPF-AM.
Segundo o MPF-AM, o Exército não possui licença expedida pelo órgão ambiental competente para manter animais silvestres em cativeiro.
O MPF pede que o Exército seja condenado a pagar, pelo menos, R$ 1 milhão por danos morais coletivos.
“Além de comover milhares de brasileiros, que se sensibilizaram com a morte da onça que havia sido exibida acorrentada para ‘abrilhantar’ a passagem da tocha olímpica por Manaus, o episódio foi amplamente noticiado pela imprensa estrangeira que cobriu as Olimpíadas Rio 2016, causando um enorme constrangimento internacional para o Brasil”, afirmou o procurador da República Rafael Rocha, responsável pela ação,  por meio de assessoria.
O pagamento de indenização pela morte da onça Juma também está entre os pedidos do MPF, que entende que o Exército deve ser condenado a pagar, pelo menos, R$ 100 mil pela perda de um animal silvestre ameaçado de extinção.
A ação civil pública tramita na 7ª Vara Federal, onde aguarda julgamento.

Morte
A onça Juma foi abatida no interior do zoológico do Centro de Instrução de Guerra da Selva (Cigs), na Zona Oeste de Manaus, no dia 20 de junho. O animal escapou do centro e, apesar de ter sido atingido por tranquilizantes, atacou um militar, segundo informações do Exército.
Após a morte, o Exército diz que o caso foi uma “fatalidade” e afirma que segue todos protocolos de cuidados com os animais.
Onças pintadas, pardas e pretas estão sob os cuidados do Exército Brasileiro na capital do Amazonas. Ao todo, são cerca de 200 animais no zoológico na capital do Amazonas. O local é aberto à visitação pública.

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Show drive-in do 3 Palavrinhas esse mês; Saiba mais!

O grupo infantil 3 palavrinhas vai se apresentar na Arena Sessions, no estádio Allianz Parque, em São Paulo dia 19 de julho Atenção criançada! O...

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Em agosto, 16º Fórum de Ciências Bíblicas

Com o tema “A Bíblia para as novas gerações”, evento será realizado nos dias 13 e 14 de agosto, no Centro de Eventos de...

Plugue-se

Fé ativa: a base da vida cristã

O discipulado que produz cristãos que levam Deus a sério

Bíblia em áudio com inteligência artificial por aplicativo

Como outros aplicativos de meditação populares, o aplicativo Soultime, quando aberto, reproduz sons da natureza, como vento e canto dos pássaros.

Foi só um susto! Samuel, da dupla Daniel e Samuel se recupera bem

Samuel, que sofreu um infarto nesta segunda-feira, 7, segue internado na UTI de um hospital de Anápolis (GO) para monitoramento médico

“Cristo em você”: Como a mudança de Deus vive através de milagres

 Filme até destaca como Deus trabalha nas nações europeias seculares.