20 C
Vitória
segunda-feira, 17 maio 2021

Movimento quer despertar Igreja para a Política

Criado há pouco mais de 90 dias, o Movimento Conservador Cristão quer fazer com que as igrejas se unam para despertar o interesse por questões políticas.

O organizador do Movimento, Jeferson Baick, reforça que a Igreja tem a função de evangelizar, mas que é preciso também fazer com que seus interesses sejam ouvidos nas esferas de poder.

“Se a Igreja não se envolver seus membros nessa conscientização política, não eleger representantes que defendam seus valores, questões como o aborto e casamento gay, por exemplo, serão difíceis de serem combatidas”.

O organizador do Movimento, Jeferson Baick, acredita que os cristãos precisam ser ouvidos também nas esferas de poder (Foto: Divulgação)

O Movimento Conservador já está em três estados (Goiás, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul). Segundo Baick, a ideia é trabalhar em três pilares: fiscalização, formação e ações jurídicas para respaldarem as propostas apresentadas.

Na fiscalização, por exemplo, o movimento vai cobrar e acompanhar as propostas firmadas pelos candidatos. Além disso, haverá formações online com seminários para desconstrução de que política e Igreja não andam juntos. “Temos que eleger nossos representantes. E uma vez eleitos, serão cobrados de acordo com os valores cristãos e da família tradicional”.

Como fazer parte

Os interessados em aderir ao Movimento precisam fazer o cadastro no site conservadorcristao.com.br e qualquer pessoa pode participar. A página está em fase de conclusão, mas poderá ser acessada ainda esta semana. O grupo também está nas redes sociais.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se