Sarampo: “Movimento Vacina Brasil” até hoje

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Nos últimos 90 dias, o Brasil registrou vários casos de sarampo em 19 estados. Sendo assim, a campanha “Movimento Vacina Brasil”, lançada pelo governo brasileiro, vai até neste dia (27)

Nos últimos 90 dias, o Brasil registrou 4.507 casos confirmados de sarampo em 19 estados. De acordo com o balanço divulgado pelo Ministério da Saúde, na quarta-feira (25), o número aumentou em 13% desde o último monitoramento.

Os dados se referem ao período de 30 de junho a 21 de setembro e representam 84,3% dos casos. Além disso, ao todo, no ano foram registrados quatro óbitos.

A incidência em menores de 1 ano de idade é dez vezes maior do que na população em geral. A cada 100 mil habitantes, 64 crianças nessa faixa etária obtiveram confirmação para o sarampo. A segunda faixa etária mais atingida é de 1 a 4 anos.

A maior parte da população afetada está concentrada na região metropolitana de São Paulo com 4.374 casos em 168 municípios. Seguindo esse número estão Rio de Janeiro, Pernambuco e Minas Gerais, com 22 casos por Estado, além de outros estados.

Segundo o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson Kleber, a população não pode descuidar da vacinação. “Não podemos baixar a guarda porque o vírus do sarampo é extremamente transmissível”, alerta ele.

MOVIMENTO VACINA BRASIL

O governo brasileiro também lançou a campanha “Movimento Vacina Brasil” nas fronteiras. Dessa forma, o programa que vai até hoje, tem o objetivo de aumentar a cobertura vacinal da população.

O ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que uma das principais ações é fortalecer as coberturas vacinais em parceria com vizinhos do país. “Podemos aumentar em muito essas parcerias com os países que fazem fronteira com o Brasil. E garantir proteção para todos”, destacou.

CAMPANHA NACIONAL DE VACINAÇÃO

A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo ocorrerá em duas etapas este ano. A primeira, de 7 a 25 de outubro, para crianças de 6 meses a menores de 5 anos e o dia ”D”, dia de mobilização nacional, que será realizado no dia 19 de outubro.

A segunda etapa será de 18 a 30 de novembro, com foco na população de 20 a 29 anos. O dia “D” será no dia 30 de novembro. Essa faixa etária é a que concentra a maior frequência dos casos. A vacina a ser tomada é a tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola.

O Ministério da Saúde distribuiu 22,8 milhões de doses para garantir a vacinação. Além disso, a chamada dose zero, ou dose extra foi destinada às crianças de seis a 11 meses e 29 dias. Mais de 37 milhões serão destinados para este fim até dezembro.

*Da Redação, Com informações de Agência Brasil


LEIA MAIS

“Não há risco de sarampo se espalhar pelo país”