22.9 C
Vitória
terça-feira, 22 setembro 2020

Motoboy humilhado: “Honrei a Deus”

Leia também

‘Mistura de ceticismo com desconhecimento’ afeta soluções ambientais, diz Barroso

Ministro chegou a indicar que, em razão da semelhança dos assuntos, as ações poderão até ser levadas a julgamento juntas

Aras se diz contra pedido da prefeitura do RJ para volta às aulas na rede privada

De acordo com o procurador-geral, o deferimento dos pedidos de suspensão de segurança, de liminar e de tutela provisória tem caráter excepcional

Doria diz ter plano estadual alternativo à vacinação contra covid-19

O governador porém ressalvou: "tenho certeza que Ministério da Saúde não caminhará, não trilhará um caminho ideológico, partidário e eleitoral"

Em entrevista ao Domingo Espetacular, motoboy Matheus Pires disse que sua fé foi essencial para ajudá-lo a manter a calma enquanto era humilhado pelo morador de um condomínio.

Um caso que chamou atenção nesse fim de semana no Brasil foi o do Matheus Pires, o motoboy, 19 anos, que foi humilhado por um homem após fazer uma entrega em um codomínio de casas, em Valinhos (SP). O caso aconteceu no dia 31 de julho. Mas o vídeo ganhou repercussão três dias depois.

Mateus concedeu entrevista ao Domingo Espetacular, na Record neste domingo, 4. E contou como iniciou a confusão. E disse ainda que aprendeu com Deus a manter a calma quando acontece situações como essa. Jovem disse isso é uma forma de honrar a Deus.

O caso está sendo investigado como injúria racial, pelo fato do morador sugerir que o entregador teria “inveja” de sua cor da pele. Boa parte da cena foi registrada em vídeo por outro morador do condomínio.

As ofensas

Segundo o jovem, as ofensas teriam começado porque quando ele chegou ao condomínio com a entrega, o morador pediu que ele entrasse e fosse até à porta de sua casa. Mas o entregador explicou que não podia entrar o pedido teria de ser retirado na portaria.

“Foi um baque, né? A gente nunca imagina que a pessoa vai tomar uma atitude de te ofender daquela maneira. Foi um sentimento realmente de humilhação, porque ele estava me humilhando e humilhando o meu trabalho”, contou Matheus ao Domingo Espetacular.

Matheus também relatou que antes da cena começar a ser filmada, muitas ofensas foram feitas. “Antes dessa pessoa começar a gravar, ele olhou para mim, desceu o olho e viu que o meu sapato estava furado. Aí ele falou assim: ‘Olha o seu sapato, está furado’, insinuando que pelo fato do meu sapato estar furado, eu era uma pessoa rebaixada. Mas aquele sapato foi a minha mãe que deu, então tinha uma importância para mim. Ele me cuspiu antes de começarem a gravar, me jogou a notinha do restaurante, falando que eu era macaco, fez gestos imitando macaco, batendo no peito”, disse.

Princípios de fé

Matheus foi questionado sobre o que o fez manter a calma naquele momento. Ele disse que a educação e os princípios de fé que recebeu da família o fizeram perceber que agir com mansidão faz a diferença.

“Eu tive uma educação religiosa muito forte e isso me ajudou a me preparar para situações assim, e saber que infelizmente, no mundo que a gente vive, a gente passa por situações de preconceito, de injúria, mas que a gente pode mudar por meio da nossa atitude de mansidão”, destacou.

“Ele cometeu um crime contra mim e contra muitos brasileiros, que tomaram essa dor. Eu estou tomando todas as medidas que sejam possíveis para ele cumprir perante a lei. Mas como ser humano, eu agi daquela forma por saber que eu ia poder e já pude perdoar ele”, acrescentou.

Pronunciamento

O presidente Jair Bolsonaro escreveu a seguinte nota em uma rede social. “Independentemente das circunstâncias que levaram ao ocorrido, atitudes como esta devem ser totalmente repudiadas. A miscigenação é uma marca do Brasil. Ninguém é melhor do que ninguém por conta de sua cor, crença, classe social ou opção sexual. Que a indignação dos brasileiros sirva de lição para que atos como esse não se repitam. Todos somos iguais! Embora alguns trabalhem para nos dividir, somos um só povo!

Veja o vídeo

*Com informações de Domingo Espetacular

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Brasil: Governo pede suspensão da exibição do filme “Cuties”

"Cuties" (Lindinha), produção francesa da Netflix, é acusada de sexualizar crianças. Saiba mais!

Live Elementos Essenciais do Discipulado hoje

Como os Estudos da Bíblia de Discipulado podem ser usados em microgrupos de discipulado entre pessoas recentes na fé. Saiba mais!

Angola: Justiça manda fechar templos da Igreja Universal

Prédios da Igreja Universal em Angola, localizados em pelo menos quatro regiões foram interditados por autoridades policiais neste domingo.

Após seis dias internado, André Mendonça deixa hospital

De acordo com o Ministério da Justiça, ele seguirá trabalhando de casa nas próximas três semanas. Saiba mais!

“Maior tesouro”, com Anderson Freire e Jozyanne

Música é uma composição de Josyanne e Anderson Freire. "Maior tesouro" está disponível em todas plataformas digitais. Ouça a canção!

Vídeos sobre a Bíblia alcançam 1 milhão de pessoas no Tik Tok

Produzidos por Jey Reis, 17 anos, os vídeos diários, que são publicados no Tik Tok, falam sobre Jesus. Saiba mais! !

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Live solidária: artistas em favor da Igreja Perseguida

Denominado de "Seja um com eles", a live solidária é um grito de ajuda a igreja perseguida. Paulo César Baruk, Rebeca Nemer, Eyshila, André Aquino são alguns dos convidados. Saiba mais!

Arte da Graça em casa; Conscientização do setembro amarelo

Em formato online, o evento une shows e workshops incentivando a tolerância, paz e música. Saiba mais!

Aquecimento Sepal 2020, com Edméia Williams e Rodrigo Gomes

Transmissão acontecerá nesta segunda-feira, 14 de setembro, às 19 horas. Saiba como participar!

Encontro nacional Renas: “Ser criança em tempos de incerteza”

É a 13ª edição do Encontro Nacional da Rede Evangélica Nacional de Ação Social (Renas). Evento, que acontece em outubro, será online. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Vídeos sobre a Bíblia alcançam 1 milhão de pessoas no Tik Tok

Produzidos por Jey Reis, 17 anos, os vídeos diários, que são publicados no Tik Tok, falam sobre Jesus. Saiba mais! !

“Inesquecível”: a história da professora que morreu para salvar crianças

Filme vai contar a história da professora Heley de Abreu, que deu avida para proteger crianças de um incêndio, em Janaúba (MG). Saiba maiws!

Kemuel e Priscilla Alcântara conquistam Platina Triplo

Platina Triplo é uma certificação pelo grande alcance que as canções dos artistas tiveram nas plataformas digitais de música Nesta quinta-feira, 17, Kemuel e Priscilla...

Ajude um cego a ler a Bíblia e ter a vida transformada

A iniciativa quer distribuir a Bíblia para cegos em todo o Brasil e promover a acessibilidade para pessoas com deficiência visual. Saiba mais!