Morre Eurico Miranda, ex-presidente do Vasco

Foto: Reprodução

Já com a saúde debilitada, o dirigente do Clube não resistiu à batalha contra o câncer no cérebro

O ex-presidente do Vasco, Eurico Miranda, morreu no início da tarde de hoje no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada ao UOL Esporte por um dos filhos do cartola cruzmaltino.

Eurico havia dado entrada horas antes no hospital Vitória, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, com complicações de um tratamento contra o câncer no cérebro. Considerado o dirigente mais icônico da história do clube, ele tinha 74 anos.

Eurico Miranda estava em estado grave e não conseguia mais se alimentar nos últimos dias. Após encarar um câncer na bexiga e no pulmão nos últimos anos, Eurico lidava com um tumor no cérebro desde 2018.

O tratamento envolveu radiocirurgia e causou também um derrame, que piorou consideravelmente a sua saúde. As últimas aparições de Eurico foram em cadeira de rodas e com dificuldade para falar. Com a parte motora afetada, ele ficou com a aparência fragilizada e foi internado algumas vezes nos últimos meses. Hoje, porém, não resistiu.

Saúde fragilizada

Eurico se encontrava em estado debilitado desde o início de 2018. Suas últimas aparições foram em cadeira de rodas e com dificuldade para falar. Com a parte motora afetada, ele ficou com a aparência fragilizada e foi internado algumas vezes nos últimos meses.

Em novembro, numa reunião do Conselho Deliberativo, já bastante debilitado, precisou de ajuda para se levantar e puxar o grito de Casaca, uma tradição do Vasco à qual se habituou a liderar.

Os amigos próximos, inclusive, sempre disseram que a saúde de Eurico Miranda se regulava pelo momento político no Vasco. Se estava no comando, as coisas melhoravam. Se sofria derrotas internas, a fragilidade aumentava, o que se constatou recentemente.

Vida no futebol

Euricio foi presidente do Vasco em dois períodos: de 2003 a 2008, e de 2015 a 2017. Também foi vice-presidente de futebol do clube entre 1990 e 2002, tendo participado do período de maiores conquistas do clube, como o Campeonato Brasileiro de 1997, a Copa Libertadores de 1998, a Copa João Havelange de 2000 e a Copa Mercosul de 2000.

*Com informações do Globo Esporte


Leia mais

Incêndio no Centro de treinamento do Flamengo