21.6 C
Vitória
quarta-feira, 6 julho 2022

Piloto missionária morre em acidente ao transportar suprimentos

piloto_missionária-morreu
Foto: Reprodução

Joyce Lin era piloto missionária da Mission Aviation Fellowship, dos EUA. Ela morreu minutos depois de seu avião decolar para levar suprimentos para tratamento da COVID-19 para vilarejos remotos da Indonésia.

Uma piloto missionária americana, Joyce Lin, 40 anos, morreu em um acidente nesta terça-feira (12), alguns minutos depois que seu avião decolou para entregar suprimentos COVID-19 para vilarejos remotos na Indonésia. Lin trabalhou para a Mission Aviation Fellowship, uma agência missionária, com sede em Idaho, nos EUA.

Os pilotos da instituição usam as aeronaves Cessna e KODIAK para transportar remédios, médicos, socorro, evangelistas, tradutores da Bíblia, suprimentos de comida, agricultura e outras coisas para áreas remotas ao redor do mundo, para compartilhar “o amor de Cristo além onde a estrada termina.”

No site, a organização deixa uma mensagem de pesar. “A família da Mission Aviation Fellowship (MAF) está profundamente triste com a perda de seu colega e amigo, Joyce Lin”, disse o MAF em comunicado .

O acidente

Joyce estava respondendo às necessidades da vila de Mamit nas montanhas de Papua e a carga no avião incluía kits de teste rápido COVID-19 para a clínica local. Minutos após a decolagem, ela relatou uma emergência e a aeronave desceu ao lago Sentani. Joyce era a única pessoa no avião.

Joyce Lin, que estava pilotando uma aeronave MAF Kodiak, caiu após sua partida do aeroporto de Sentani, Papua, Indonésia. O porta-voz da polícia de Papua, Ahmad Musthofa Kamal, disse à NBC 4 que ela enviou um pedido de socorro e pediu para retornar ao aeroporto, mas a torre de controle perdeu o contato com ela.

As equipes de resgate encontraram seu corpo no lago duas horas após o acidente, a uma profundidade de cerca de 13 metros. Foi o primeiro acidente fatal do MAF em 23 anos .

Uma fonte local que disse que o acidente está atualmente sob investigação observou que Papua é uma das áreas de vôo mais difíceis do mundo por causa do terreno acidentado e do clima instável.

“Ela dedicou sua vida a transportar suprimentos humanitários e missionários para áreas de difícil acesso na Papua”, disse Kamal.

Sobre Joyce

Joyce Lin foi criada no Colorado e Maryland. Começou a trabalhar com o MAF há dois anos. Antes de ingressar na organização, se formou no Instituto de Tecnologia de Massachusetts com os títulos de Bacharel em Ciências e Mestre em Engenharia. Ela também recebeu um diploma de Mestre em Divindade do Gordon-Conwell Theological Seminary, onde aprendeu sobre a aviação missionária.

“Joyce adorava trabalhar para a MAF na Indonésia, onde atuou como piloto e especialista em suporte de TI em campo. Embora ela estivesse lá apenas dois anos, um em Java Central para a escola de idiomas e outro em Sentani, seu impacto foi significativo. Joyce compartilhou repetidamente como estava cheia de alegria nas semanas antes de se juntar ao Senhor ”, disse o MAF.

*Com informações de NBC 4

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se