Detalhes da execução do Pr. Anderson, esposo de Flordelis

Foto: Facebook

A Igreja Evangélica brasileira está de luto. Morreu na madrugada deste domingo (16), o pastor Anderson do Carmo de Souza, esposo da cantora, pastora e deputada federal Flordelis (PSD). Ele foi brutalmente assassinado com cerca de 15 tiros, na garagem de sua casa, em Pedontiba, Niterói (RJ). O corpo de Anderson tinha mais de 30 perfurações – entre as provocadas por entradas e saídas de projéteis.

O corpo do pastor Anderson será enterrado nesta segunda-feira (17). O enterro acontece às 11h, no Memorial Parque Nycteroy, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio.

A vítima chegou a ser socorrida pelos familiares e levada a um hospital da cidade, mas não resistiu. Flordelis prestou depoimento à Polícia por quase três horas. Ela teria dito que teve a sensação de que o carro do casal estava sendo seguido por duas motos. Após chegarem em casa, Anderson voltou à garagem para buscar algo que havia esquecido no veículo, e momentos depois a pastora ouviu os disparos. Segundo as informações, os criminosos estavam de toucas ninja e o esperavam no quintal, onde já tinham dopado o cachorro – a fim de não alertar sobre a invasão.

O assessor de Flordelis disse que a deputada está muito abalada com tudo o que aconteceu. Neste domingo, Anderson Carmo participaria do evento “Homens de Sucesso”, no Ministério Flordelis- Cidade do Fogo, em São Gonçalo.

Anderson ficou conhecido por, ao lado da esposa, ter 55 filhos, sendo 51 adotados. Ele também era o dirigente da Cidade do Fogo, em São Gonçalo (RJ), que promovia eventos evangelísticos.

Investigação

O crime está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói (DHNSG). A linha de investigação que a Polícia segue é de execução por desavenças na família.

“Apesar de ainda não estar 100% descartado, latrocínio vai se afastando”, disse um investigador na tarde deste domingo (16). Uma desavença familiar também é investigada como uma das principais hipóteses para motivação do crime, segundo fontes da delegacia.

Pr. Anderson ao lado da esposa Flordelis. Foto: Reprodução
Nota

Por nota, a assessoria da deputada Flordelis se manifestou: “A família Flordelis, com dor, comunica o falecimento repentino do Pastor Anderson do Carmo, um servo de Jesus Cristo. A deputada Flordelis, muito abalada, ainda não tem como se pronunciar. Neste momento, apertamos as mãos de Deus e imploramos o conforto Dele. O Pastor Anderson estava cumprindo um ministério maravilhoso de redenção de almas, em uma luta diária para evitar que o ódio continue a ceifar vidas por falta de Deus no coração dos seres humanos. Hoje é um domingo muito triste, muito triste em nossas vidas”.

Amigos e políticos

A morte do pastor Anderson teve repercussão no Brasil inteiro. Pelas redes sociais, amigos, pastores e políticos se manifestaram.

“Estou profundamente abalada com a notícia do assassino do meu querido amigo e pastor Anderson Carmo, esposo da minha também amiga deputada @Flordelismk. Uma pessoa ímpar, exemplo para tanta gente. Pai de 56 filhos, a maioria adotivos”, escreveu a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves.

A deputada estadual Alana Passos (PSL) lembrou que o pastor e a deputada desenvolviam um grande trabalho de ressocialização. “Lamento profundamente a morte brutal do Pastor Anderson do Carmo. Os dois eram pais de 55 filhos, entre biológicos e adotivos, o casal possui belíssimo trabalho social de ressocialização de drogados e viciados na Igreja Ministério Flordelis, no Galo Branco em São Gonçalo”.

Para o pastor Silmar Coelho, da Igreja Metodista Wesleyana, de Parque Vitória, em São Paulo afirmou que a morte do pastor Anderson atinge a igreja de Cristo. “Era um amigo leal que sempre apoiava o COMERJ, Conselho de Pastores do Rio de Janeiro e me fazia sentir respeitado e honrado. Consternado, abraço a família e os membros da Cidade do Fogo; abalado e triste por ver sua vida ceifada tão prematuramente. Perda irreparável, que nos faz chorar, lamentar e orar por sua esposa e filhos. Deus nos guarde e nos use para transformar o Brasil tão sofrido e que sangra por atos tão hediondos”.

Governador do Rio

O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC) se manifestou em relação ao assassinato do pastor Anderson do Carmo, marido da deputada federal Flordelis. Pelo Twitter, Witzel lamentou a morte e garantiu que o crime “será investigado com rigor”:

“Lamento a morte do Pastor Anderson Carmo, marido da deputada federal Flordelis. O crime será investigado com rigor pela @PCERJ. Meus sentimentos à família, especialmente sua esposa e filhos.”

*Da redação com informações de agências de notícias.


Leia mais

A emocionante história da cantora Flordelis

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!