Morre o ex-deputado e evangelista Carlos Apolinário

Foto: Renatto de Sousa/Câmara Municipal de São Paulo

Ele foi vítima de câncer. Apolinário ficou conhecido através dos programas evangelísticos que apresentava na Rádio Vida.

Morreu na madrugada desta sexta-feira (15) o evangelista Carlos Apolinário, 66 anos. Ele foi deputado federal e estadual por São Paulo e também vereador.

O evangelista vinha travando uma luta contra o câncer desde fevereiro de 2017. A notícia foi confirmada pelo próprio filho do pastor, Carlos Apolinario Júnior, com uma mensagem emocionada.

“Perdi meu pai. É com grande tristeza que informo o falecimento do meu amado pai, o meu amigo, o Evangelista Carlos Apolinario. Meu orgulho, meu amor eterno, meu exemplo, meu guerreiro, meu melhor amigo, meu herói, meu exemplo. Honrarei o nome de meu pai, com toda minha alma. O grande homem que sempre será. Orem por nós”, disse. Meu pai amado, meu melhor amigo, Carlos Apolinário”, escreveu.

Apolinário foi deputado estadual por São Paulo, presidente da Assembleia Legislativa, governador interino de São Paulo em 1992, além de deputado federal e vereador. Ele deixa viúva, dois filhos e três netos.

Ao longo da sua carreira política, Apolinário foi aliado de políticos, como o ex-presidente Michel Temer, e os ex-governadores Orestes Quéricia e Luiz Antônio Fleury Filho, ambos de São Paulo.

Apolinário era evangélico desde a infância, foi membro da Igreja Assembléia de Deus Ministério de Madureira/Brás, em São Paulo e se tornou um conhecido pregador, com programas evangelísticos apresentados na Rádio Vida.