24.4 C
Vitória
segunda-feira, 15 abril 2024

Do culto para o dia a dia: moda evangélica ganha as ruas

Moda Evangélica. Foto: Roupas de Mulheres Cristãs / Free Pick.
Moda Evangélica. Foto: Roupas de Mulheres Cristãs / Free Pick.

Atualmente, existe uma variedade de peças e modelos que deixam as mulheres cheias de estilo e elegância e não comprometem a forma respeitosa de se vestirem

Por Victor Rodrigues

Foi-se o tempo em que o guarda-roupa das mulheres crentes era limitado, com opções de vestimentas que não iam muito além das saias e dos vestidos longos. Com o passar dos anos, a moda evangélica evoluiu. Atualmente, existe uma variedade de peças e modelos que deixam as mulheres cheias de estilo e elegância, sem comprometer a forma recatada e respeitosa de se vestirem.

A versatilidade da moda evangélica cresceu de tal forma que as roupas são usadas nos cultos e também no dia a dia, no trabalho e no ambiente familiar. Hoje tem, inclusive, moda esportiva cristã, para as crentes que frequentam academia e fazem outras atividades físicas.

Para a consultora Karla Furlan, a moda está em uma nova fase, mais versátil, atemporal e com mais atitude. Ela explica que existem mais tendências e possibilidades, o que facilita na variedade de estilos. 

- Continua após a publicidade -
Karla Furlan, consultora de Moda. Foto: Arquivo Pessoal.
Karla Furlan, consultora de Moda. Foto: Arquivo Pessoal.

“Por esse motivo a moda evangélica não está sendo vista de forma isolada. Hoje, podemos usar peças e modelagens que estão super em alta e adaptá-las facilmente a um armário que corresponde a uma mulher cristã”, afirma.

Vale lembrar que a moda evangélica surgiu com a necessidade de produzir roupas para mulheres que prezam por um estilo conservador e bíblico.

“Da mesma forma, quero que as mulheres se vistam modestamente, com decência e discrição, não se adornando com tranças e com ouro, nem com pérolas ou com roupas caras, mas com boas obras, como convém a mulheres que declaram adorar a Deus”, diz 1 Timóteo 2:9-10.

Para a consultora de moda, é possível dizer que a moda evangélica furou a bolha da religião, pois as mulheres cristãs têm se posicionado dia após dia. “Então, a questão é saber escolher as peças certas e aproveitar o que cada uma delas pode oferecer e compor. A moda está rompendo padrões, e a tendência é o crescimento desse novo formato”, completa Karla. 

Evangélicas inovam na rede social  

Evelyn Santos é proprietária da Senhorita Moda Modesta desde 2019, loja online (@senhoritamodamodesta) que atende consumidoras de todo o Brasil. A empresária destaca que a principal motivação de empreender no segmento foi observar a falta de opção para o guarda-roupa das mulheres evangélicas. 

Evelyn Santos, proprietária da Senhorita Moda Modesta. Foto: Arquivo Pessoal.
Evelyn Santos, proprietária da Senhorita Moda Modesta. Foto: Arquivo Pessoal.

“Como evangélica, sempre procurei peças estilosas e modernas, porém tinha muitas dificuldades para encontrá-las. Pelo Instagram, mostrei para minha audiência a rotina, escolhas das peças e que Moda Evangélica não precisa ser só ‘renda, babado e estampas florais’. Logo, alcançamos mulheres evangélicas de todo o Brasil”, conta. 

A empreendedora comenta que a versatilidade das peças é tão grande que mesmo mulheres sem vínculo com religião se tornam clientes. 

“A moda evangélica tem crescido muito nos últimos anos justamente por acompanhar as tendências, sem perder os critérios em que as mulheres evangélicas se baseiam”, pontua.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -