Moçambique: Onde a fé e alegria superam a miséria

Foto: Facebook

Um grupo de quatro missionários brasileiros visitaram um Centro de Apoio a crianças e idosos em Moçambique e ficaram impressionados com a situação: “Mesmo na miséria eles não perdem a alegria de adorar a Deus”, relatou pastor Paulo Cesar Gomes 

Casas improvisadas, abertas e sem chão. Crianças estudam sentadas sobre a areia. É a situação do Centro de Apoio a crianças e idosos, que é mantido por igrejas, com cerca de 200 membros cada, das cidades de Massia e Massagir, em Moçambique, na África.

Mais de 60 crianças que vivem na situação de miséria frequentam o local, que existe desde 2013. Elas passam o dia no espaço, onde recebem o alimento e fazem aulas. E também participam de cultos com seus pais. Mas para chegar até lá, elas percorrem cerca de 10 km, muitas vezes sob sol quente. Isso sem reclamar.

Em visita ao projeto, um grupo de quatro missionários da Igreja Assembleia de Deus Vida Abundante, em Cariacica (ES) ficaram impressionados com o que viram. “Eles saem de suas casas para adorar ao Senhor com alegria, mesmo debaixo de um sol quente e calor insuportável. Usam roupas usadas pois não tem como comprar, ficam sem comer na maioria das vezes e estão sempre sorrindo”, relatou Pastor Denilson Correa, que integrou o grupo.

Os missionários ficaram no local por uma semana, hospedados na casa do pastor da igreja local. “Deus colocou esse projeto em nosso coração para apoiarmos e assim o fizemos. Esses africanos escolhem apenas uma refeição por dia para se alimentar. Até mesmo o pastor da igreja não se alimentava direito. As vezes temos tanta fartura e tem gente que não consegue fazer mais que uma refeição por dia. Nós viemos trazer vida abundante para a África. Essa é a nossa missão.”, contou o pastor Paulo Cesar Gomes, líder da comitiva.

Ajuda financeira

Pensando em ajudar as famílias atendidas pelo Centro de Apoio na África, a Igreja lançou a vakinha online,chamada de “Levando Vida Abundante para Moçambique”, onde qualquer pessoa pode ajudar o projeto. A contribuição pode ser feita até o dia 25 de agosto.

“Ajude a melhorar a vida dos irmãos de Moçambique, país que foi devastado recentemente. Nos ajude nessa missão. Estamos construindo uma estrutura local para 60 Crianças e 3 centros de apoio/igrejas locais”, diz o site.

Saiba como ajudar as crianças do projeto em Moçambique

O pastor Paulo Cesar afirmou que a igreja firmou uma aliança no início do ano com as igrejas onde funciona o projeto para ajudar no que fosse preciso.

“Fomos lá para conhecer o projeto pessoalmente e ficamos impressionados com o trabalho. É uma escassez total de recursos, mas de uma alegria e vibração difícil de se ver no Brasil. As pessoas andam as vezes a noite, no escuro. Eles fazem uma refeição por dia. Mesmo assim adoram a Deus com alegria tremenda. Isso foi o que mais me impactou nessa viagem”, contou à Comunhão.

Ouça
Sobre o Centro de Apoio
Alegria das crianças ao ganhar um chinelo. Foto: Facebook

O Centro de Apoio a crianças e idosos é o local onde as crianças passam o dia. Mas é um lugar completamente precário. Não tem energia elétrica e a água vem de um poço bem longe. Sem contar que muitas vezes falta água.

Através de ajuda financeira de pessoas da igreja foram recolhidas ofertas para ajudar no sustento da obra no local.

Os missionários compraram alimentos para abastecer o Centro de Apoio por três meses.

Também foram comprados cadeiras, mesas para atender as crianças nas refeições e placas solares para implantar energia elétrica no local.

Segundo o pastor Paulo Cesar, a intenção é gerar renda para as famílias através da implantação de uma granja para criação de frangos, um ateliê de costura e a construção de um poço artesiano.

“Com a granja as crianças terão frangos para comer e o poço artesiano não vai faltar água para elas. Além disso, com a luz implantada vai dar para ligar as maquinas de costura onde as mulheres vão confeccionar os uniformes das crianças”, explicou.

Na região existe outro Centro de apoio para crianças, porém com ensinamentos do islamismo. Essa também é uma preocupação dos missionários. “Foi muito bom a nossa ida até lá pois assim, poderemos ajudar com melhorias no local para levar o evangelho e amor de Deus para as crianças e suas famílias”, concluiu o pastor.

Crianças cantando


Leia mais

Moçambicana testemunha fé em meio ao caos
Brasil ajuda Moçambique – “Destruição é total”, diz missionária
Solidariedade! Ajude a população de Moçambique