27.9 C
Vitória
domingo, 17 janeiro 2021

Mirna Borges: Finanças, planejamento e controle

Uma das principais influenciadoras de finanças no Brasil, Mirna Borges, dá dicas valiosas para a vida financeira decolar através de princípios bíblicos

Finanças, planejamento e controle. Como você administra o dinheiro que ganha? É possível ter uma vida mais próspera, seguindo os princípios bíblicos financeiros.

Partindo de um investimento mal feito com um dinheiro que recebeu, a capixaba Mirna Borges resolveu estudar sobre finanças, se apaixonou pelo assunto e resolveu ajudar as pessoas a não cair no mesmo erro que ela.

Com vídeos sobre finanças, como controlar o orçamento de forma eficaz e investimentos, a engenheira, Coach e Educadora Financeira, que também é cristã, criou, há quatro anos, o “Economirna”, um canal do Youtube que conta hoje com mais de 1,1 milhão de inscritos.

Seu objetivo é ajudar as pessoas a realizarem seus sonhos através da educação financeira. Para ela, é preciso cuidar e ganhar dinheiro com base nos preceitos de Deus. “Mostro que é possível ter uma vida próspera e também orientada pela Palavra”, afirma.

Mirna, que é uma das principais influenciadoras de finanças no Brasil concedeu entrevista exclusiva à Comunhão, onde desmistifica conceitos sobre finanças, tira dúvidas e ensina a investir e a gerenciar o dinheiro de forma inteligente, de um jeito simples e fácil de entender, mesmo que a pessoa não tenha nenhum conhecimento. Confira!

Você tem um canal e um blog chamado ‘Economirna’, que ajuda pessoas a realizarem sonhos através da educação financeira e que ganhou proporções gigantescas. Como surgiu esse projeto e como alcançou esse sucesso?
O Canal surgiu em abril de 2016 para ensinar as pessoas a cuidarem melhor do dinheiro e aprenderem a multiplicá-lo. Eu estava trabalhando fora do Brasil e depois de um ano fui transferida para o país. Tinha que transferir meu dinheiro, chegando aqui a gerente do banco me ligou para investir a grana que estava parada na minha conta corrente. Ela me ofereceu um monte de produtos, eu não entendi nada e acabei aceitando todos. Comecei a estudar sobre o assunto e descobri que tinha feito péssimas escolhas para o meu dinheiro. Ninguém melhor do que nós mesmos para cuidarmos do nosso dinheiro. Me apaixonei pela educação financeira, e depois de um tempo, veio a vontade de ajudar outras pessoas que poderiam estar na mesma situação que eu um dia estive. Foi daí que surgiu a ideia de criar um canal no Youtube, com o objetivo de dividir erros e acertos que eu tinha feito com outras pessoas para que elas não fossem enganadas.

Em seu canal, você fala muito em investimento. Como podemos usar isso a nosso favor e ao mesmo tempo, contribuir para o crescimento do reino?
A Bíblia deixa claro através da parábola dos talentos que nós devemos multiplicar o que nos foi confiado. Então investir nada mais é que multiplicar o dinheiro. O bom administrador multiplica o que lhe foi dado, sabe plantar a semente, frutifica e ainda doa para os pobres e necessitados, usa como oferta para ajudar o reino e ainda tem sementes para plantar mais árvores. Esse é o ciclo da provisão divina. É preciso entender como funciona as finanças para podemos nos beneficiar dele e ainda ajudar outras pessoas para que elas se beneficiem também desse ciclo.

Qual a sua inspiração de ‘influência’ para o seu trabalho?
A minha principal influência é o único que é perfeito, Jesus Cristo, é com Ele que eu aprendo e tento melhorar todos os dias para buscar a semelhança.

Todos os especialistas em economia são unânimes em dizer que reduzir as dívidas e os gastos são necessário para manter a saúde do bolso em meio à crise. Como ter esse controle financeiro?
Temos sempre que pensar em gastar menos do que ganhamos e reduzir os gastos supérfluos e economizar, mas entendendo que não é só de economizar que vive o homem. Podemos pensar em alternativas de ganhar mais dinheiro para não viver sempre contando os centavos. É possível gerar uma renda extra, abrir um negócio próprio, ou fazer uma atividade paralela pra não depender somente de uma fonte de renda.

Preço e lucro equilibram a economia e forçam pessoas a fazerem o certo e focar na necessidade dos outros, o problema é o ‘amor excessivo’ ao dinheiro que, segundo a Bíblia é a raiz de todos os males. Como nós, cristãos devemos tratar o lucro?
Temos que nos tornar vigilantes em relação ao dinheiro, para que não caiamos na tentação do amor ao dinheiro, da ganância, de querer sempre mais, e não ter limites. Para o cristão é importante traçar um limite de ‘até que ponto você quer chegar, e quanto quer juntar’ e à medida que for ficando mais bem-sucedido na carreira, e for ganhando mais, que você possa ser mais generoso na doação, até mesmo não limitar o dízimo em 10%.

O que é ter “sabedoria financeira” para realização de sonhos? E como podemos usar isso para contribuirmos para a obra de Deus?
Primeiro de tudo precisamos entender que somos mordomos de Cristo, que tudo é d’Ele e temos que fazer uma boa administração dos recursos que Ele nos deu. Também precisamos ter clareza dos nossos sonhos de curto, médio e longo prazo e em cima disso traçar um plano de ação para realizá-los, como começar a poupar e investir nesses objetivos. Se não seguirmos um planejamento futuro, vamos consumir tudo de uma vez e acabar nos endividando.

A Bíblia também aborda sobre a fidelidade nos dízimos e ofertas. Isso tem relação direta com a vida financeira equilibrada também?
Dizimar é uma forma de honrar o Senhor por todos os recursos que recebemos. Entendo que 10% é o mínimo que podemos contribuir. Quando um cristão dizima, ele deixa claro que o seu coração não está no dinheiro, pois não está retendo tudo para si, mas está fazendo com que esse dinheiro abençoe outras pessoas. Ofertar é uma forma de evitar o
amor ao dinheiro.

A Bíblia orienta sobre ‘Finanças, planejamento e controle’, porém, muitas pessoas, inclusive cristãos, não levam a sério e por isso não tem sucesso nesta área. Dirigir a nossa vida baseada nos valores de Deus é o segredo do sucesso?
Dirigir a nossa vida baseada nos princípios de Deus é o fato primordial para o que um cristão busca, pois não estamos nessa terra almejando sucesso financeiro ou felicidade na família e sim, buscar a nossa salvação e semelhança em Cristo. Claro que os princípios financeiros bíblicos devem ser cumpridos por nós porque entendemos que somos administradores de Cristo e o que plantamos, colhemos. Não somos merecedores de absolutamente nada, Deus é que é misericordioso conosco. O verdadeiro sucesso é aquele que a gente busca visando cumprir a Palavra de Deus aqui na terra.

A saúde financeira mal gerida interfere na ‘felicidade’ das pessoas. Então quais os princípios, segundo a Palavra de Deus para sair das dívidas, investir, e começar um ano novo tendo uma vida mais feliz, sendo bem-sucedido em todos os aspectos?
O primeiro princípio é o da mordomia, entendendo que Deus é o provedor de tudo e que nós somos apenas administradores do que Ele nos confiou. O segundo princípio é o do trabalho.

‘Tudo quanto fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor e não para os homens, sabendo que receberão do Senhor a recompensa da herança. É a Cristo, o Senhor que vocês estão servindo’ (Colossenses 3: 24:25). O trabalho foi estabelecido para o nosso benefício e molda o nosso caráter. Outro princípio é: evite fazer dívidas. A Palavra de Deus exorta em Romanos 13:8: ‘A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos outros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei’. Outro princípio bíblico é ter uma reserva, ou seja, poupar, pois não sabemos o dia de amanhã. ‘Observe a formiga, preguiçoso, reflita nos caminhos dela e seja sábio! Ela não tem nem chefe, nem supervisor, nem governante, e ainda assim armazena as suas provisões no verão e na época da colheita ajunta o seu alimento’. (Provérbios 6:6-8).

Que nós não sejamos tolos em esgotar todos os recursos que nos foi concedido por Deus. O quinto princípio é o da contribuição. Assim diz a Bíblia em Atos 20:35: ‘Mais bem-aventurado é dar que receber’. Temos que lembrar que na economia de Deus a motivação é mais importante do que a quantia, porque Ele nos amou. Além do amor, temos que ter alegria em contribuir.

‘Cada um contribua segundo o seu coração, não com tristeza ou por necessidade, porque Deus ama quem dá com alegria’. (2º Coríntios 9:7 e 8). A contribuição é uma das responsabilidades que temos como mordomos. Cristo tem um caráter doador, então quanto mais contribuímos, mais estamos próximos do caráter de Jesus.

Outro princípio é o do contentamento, pois é importante que estejamos contentes em qualquer situação e que saibamos viver com pouco, e não nos desviemos nem para a direita e nem para esquerda do que Deus quer para nós. Servimos a um Deus dinâmico, de crescimento, então, temos que buscar melhorar nosso caráter, nossa profissão e na nossa família. Nós damos o nosso testemunho, então precisamos maximizar fielmente os talentos e posses que Deus nos confiou. Outro princípio é o da honestidade. ‘O Senhor odeia os lábios mentirosos, mas se deleita com os que falam a verdade’. Provérbios 12:22. Deus é um Deus de verdade, então não é possível ser desonesto e amar a Deus. Temos que buscar ter uma vida reta e dar um bom testemunho. Não adianta ter dinheiro se não for de forma honesta. Não existe dinheiro fácil e nem dinheiro rápido na Bíblia, E o Senhor honra aqueles que cumprem os seus mandamentos.

Serviço

Conheça Mirna Borges
Instagram
Facebook
Canal Economirna

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Profeta à mesa do rei?

A Igreja de Jesus Cristo tem sobre si a responsabilidade de ser a voz profética que denuncia o pecado e toda sorte de injustiças.

Vietnã ganha a primeira Biblioteca pública cristã

Vietnã ocupa a 19 colocação na Lista Mundial da Perseguição de 2021, da Portas Abertas. Saiba mais!

Um versículo que transformou a vida de um homem

Kumar Swamy, que era filho de um feiticeiro, na Índia, se transformou após ler um versículo bíblico. Saiba mais!

Selo do rei bíblico Jeroboão é autenticado por cientistas em Israel

Após vários anos de rigorosos testes de laboratório eito por cientistas da Universidade Ben-Gurion, de Israel, o selo foi autenticado. Saiba mais!

“Abandono” é o novo single da Banda Catedral

Canção inédita é uma crítica social 

Violência sexual, o castigo psicológico e a restauração pelo evangelho

Depois de viver na prostituição por 17 anos, mergulhar nas drogas, sofre abuso sexual, a norte americana, Sariah Hastings teve a sua vida transformada pelo evangelho. Saiba mais!

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Encontro para a Consciência Cristã em fevereiro; Saiba mais!

Pela primeira vez em mais de duas décadas, o tradicional encontro para a Consciência Cristã será realizado online.

The Send online será neste sábado, 9

Um dos maiores eventos de louvor, adoração evangelismo no mundo, o The send, costuma reunir milhares de pessoas. Saiba mais!

Passion Conference no último dia do ano; Saiba mais!

O cantor Fernandinho é o único artista brasileiro a participar da Passion Conference. Saiba mais!

Aulas criativas e transformadoras sobre a Bíblia

Para quem ensina a Bíblia, mas tem dificuldade no preparo das aulas, um workshop gratuito será apresentado pelo pastor Lécio Dornas, em janeiro. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Vietnã ganha a primeira Biblioteca pública cristã

Vietnã ocupa a 19 colocação na Lista Mundial da Perseguição de 2021, da Portas Abertas. Saiba mais!

“A Deus seja a glória”, Nani Azevedo sai do hospital

Internado há vários dias por complicações de covid-19, o cantor Nani Azevedo recebeu alta hospitalar nesta sexta-feira, 15.

“Abandono” é o novo single da Banda Catedral

Canção inédita é uma crítica social 

Morre o pai da cantora Cassiane

O anúncio de sua morte foi feito pelas redes sociais de Cassiane. As causas da morte ainda não foram reveladas pela família. Saiba mais!