16.9 C
Vitória
sábado, 31 julho 2021

Miriam Izatto: Uma Adoradora com Propósito

Conheça a história de superação de Miriam Izatto, uma mulher chamada para viver promessas entre as nações

Priscilla Cerqueira 

A vida de Miriam Izatto tinha tudo para dar errado se não fosse a mão de Deus. Capixaba, de família humilde, ela teve uma infância sofrida, em Cariacica (ES), onde morava, mas regada pela presença de Deus. O talento para a música veio na infância.

“Comecei cantando na minha igreja, fui solista no grupo infantil ‘Sementinhas’ e depois criamos um trio, onde eu cantava com a minha irmã, Cleonice Cavalcante, e meu primo. Viajamos por algumas partes do Estado do Espírito Santo”, contou.

Nascida e criada em um lar evangélico, a adoradora foi ensinada e incentivada, principalmente pela mãe, a andar com Deus. Mas seu encontro com o Senhor veio na dor. “Frequentava os cultos porque minha mãe levava eu e meus irmãos. Gostava de ir a igreja, mas não conhecia Deus. Meu encontro com o Senhor foi quando entrei em crise após perder minha mãe e meu irmão”, contou.

Esse foi um período turbulento na vida da cantora, que hoje mora nos EUA, onde é missionária e ministra louvor na Igreja Reobote Church, em Framingham, Massachusetts, na direção do Pr Bruno Costa e Pra Jaslana Cristal.

Além disso, é produtora executiva de música e dá aulas de canto moderno, violão e coro contemporâneo. Antes disso, morou na Itália por quase 11 anos fazendo missões e ministrando louvor e a Palavra em alguns países da Europa. Já são mais de 25 anos no ministério de louvor nas nações. “Nasci com essa sede de Deus, com a adoração no sangue. Um chamado forte de ser flecha às nações”, disse.

Testemunho

Miriam usa o louvor para pregar o evangelho e ajudar outras pessoas a vencerem seus traumas através de um Deus que cura e liberta. Mas até chegar a uma vida consagrada, ela passou por muito sofrimento.

Aos 7 anos, Miriam ficou muito doente. Sua mãe lhe prometeu que se melhorasse ganharia um violão. Como era muito observadora e sempre se maravilhava ao ver um ancião tocando nos cultos onde ia com sua mãe, desejou muito em seu coração tocar como ele.

Quando sua mãe, Dona Alzira de Souza, ia trabalhar, deixava ela retida dentro do quarto com o violão que lhe deu. Aí, com a graça de Deus, foi despertado pelo Céu o seu dom musical para um lindo caminho de adoração.

Mas nem tudo foi um “mar de rosas” para desenvolver esse talento e cumprir o chamado de Deus. Com apenas 16 anos de idade, perdeu a mãe, seu mundo ruiu e experimentou a depressão e a tentativa de suicídio.

“Saí do Brasil após a perda de minha mãe, tive síndrome do pânico, depressão, tentei suicídio três vezes. Meu pai me mandou embora de casa, tive que morar de favor e não quis contato com a família por alguns anos. Como se não bastasse, meu irmão, que estava envolvido num mundo de drogas, se desesperou e também tentou suicídio. Quis falar comigo, mas eu não quis por conta do trabalho que ele dava, por ter alguns vícios.

Ele se suicidou após tentar falar comigo. Fiquei muito triste, deprimida e traumatizada por muito anos, por achar que a culpa era minha. As feridas na alma, as dores, as culpas, a rejeição e falta de amor me consumiam dia e noite, ao ponto de questionar a Deus o porque tinha nascido, mas Ele tem Seus meios de cuidar de nós. Fui morar com a minha irmã Edinalva Casotte na Itália. Ela cuidou de mim e me ensinou tudo o que pode. Foi o início de uma nova etapa em minha vida, por isso sou grata a sua vida minha querida”, relata.

Milagres

Como se não bastasse a depressão e a tentativa de suicídio que viveu após a morte da mãe, a cantora também vivenciou a morte de perto por umas três vezes ao ser acometida pela covid-19, em abril de 2020, quando o vírus ainda era desconhecido. Sua vida foi a prova para os médicos nos EUA.

Foram idas e vindas ao hospital, com a saúde debilitada. Sua melhora parecia impossível. Ainda dentro do hospital, sendo cuidada por uma equipe de especialistas, Miriam relata experiências sobrenaturais, e a prova do cuidado de Deus nos detalhes.

“Eu melhorava e piorava. Fiquei internada umas quatro vezes e os médicos me mandavam embora pois não achavam nada em mim. Tive pneumonia, anemia, dores no peito, vi a minha morte de perto. Uma vez, internada, cheguei a usar aparelho respiratório. Em outra ocasião, comecei a cantar, pedindo a Deus que me ajudasse nesse momento tão difícil.

“Mas Deus é fiel e como tem o controle de todas as coisas colocou em minha vida a pastora Ruth Alves, a qual já havia feito muitas missões comigo na Itália, Suíça, Alemanha, Portugal, Inglaterra, Espanha, Eslováquia, França, Turquia, Israel, Brasil, EUA, etc, que cuidou de mim e me ajudou dando suporte em tudo que precisei. Me colocou em sua casa, dando assistência 24 horas e orando comigo em todo tempo. Ela não mediu esforços para me socorrer, e nem temeu se contaminar, que Deus recompense ricamente minha amiga”, conta Miriam Izatto.

Miriam foi curada da covid-19, mas as sequelas permaneceram. “Sentia dor de cabeça, aliás, eram insuportáveis, chorava em crise. Só não fiquei pior porque fui para o altar, clamando a Deus”. Mesmo assim, sua vida é um milagre. “Tive pânico de tomar remédio sozinha, de comer, e lidar com a depressão de novo. Cada dia eu vencia uma batalha”, diz.

Reconhecimentos

Em toda a sua história com a música, Miriam já lançou quatro CDs, um como solista, em português e italiano, e os demais com participações em grupos, com a Família DAVs, na direção de Toni Kaiser e Glaucia Kaiser, “um grupo que me amou e me ensinou quase tudo o que sei hoje”. Ela também teve participação no Coral Harmony Gospel Singers, na Itália, na direção de Stefania Mauro.

Foram lançadas três canções nas plataformas de streaming. Duas delas, “Te adoro” e “Mostra- Me Tua Glória”, têm se destacado e abençoado muitas vidas e tido bastante alcance, não só nas igrejas mas também em vias digitais.

Para este ano, a artista pretende lançar suas composições, baseadas em sua história de vida e seus momentos com Deus. Ela vai regravar algumas composições suas que estão no CD ‘Espírito Santo’. Na música, Miriam também foi contemplada com uma premiaçõo de reconhecimento internacional.

“Ganhei um concurso de música na Itália, cheguei ao segundo lugar como melhor intérprete da música gospel no país. Também fui a única brasileira a participar de um programa nacional de telecomunicações na TV italiana”, contou.
Deus tem soprado seu nome aos poucos, não é só pela música, mas também por sua história de superação. Tanto que por onde vai, ela conta suas experiências com Deus e usa o louvor para ministrar o coração das pessoas. “Gosto da parte do aconselhamento. Trabalho com cura e libertação, e aproveito a oportunidade para ministrar louvores com as ferramentas que Deus me deu”, contou.

Cantar até o fim

Apesar dos reconhecimentos, o lema da cantora é seguir a Deus e nada mais. Para ela, o mais importante é levar o ministério que Deus lhe confiou para ajudar outras pessoas a vencerem os problemas e lutas internas, assim como ela um dia também passou e venceu.

“Meu objetivo é ganhar almas e adorar a Deus com o que Ele me deu e na simplicidade. Minha vida e adoração não têm sentido se não forem por esse motivo: servir e amar a Deus sobre todas as coisas”.

Além disso, cantar enquanto fôlego tiver. “Sou uma adoradora comprometida em agradar ao Espírito Santo e tocar vidas. Quero cumprir o que Deus me outorgou, e que através da minha música, do que canto, outras pessoas se rendam a essa graça que me salvou”, afirma.

“Sirvo a Deus por completo. Venci a depressão, a síndrome do pânico, o suicídio, aprendi a perdoar, minhas feridas foram curadas e hoje sou transformada e feliz. Por isso, vou viver meus dias ajudando outras pessoas a se libertar, pois esse é o meu chamado, e através da minha história, muitas pessoas já mudaram de vida. Tenho motivo de sobra para louvar, exaltar e respirar o nome desse Deus em mim, quero adorá-lo para sempre por tudo o que Ele é e por tudo o que faz”.


“Te adoro”

De composição de Danielle Daetra/ Movimento, foi lançada em maior de 2020, é a canção de maior sucesso do artista. Confira!

Deixa queimar em mim. Aquele fogo que acendestes.
No momento em que me aproximei de Ti. Eu te encontrei.

Deixa correr em mim Aquele rio que só existe em Ti.
Em toda parte do meu ser

E agora estou aqui. E te adoro, Te adoro oh.
Te dou tudo de mim. Tudo que ha em mim.

E te adoro, te adoro oh…
Te dou tudo de mim.
Tudo que há em mim.
Oh, oh …

Pra ter tua presença Deus. Pra ter tua presença Deus.
Eu vou, eu vou a qualquer lugar, Senhor

E vem fluir em mim, Senhor. Vem fluir em mim, Senhor. E toma o teu lugar em mim, Senhor.

Que não haja barreira em mim. Vai quebrando as barreiras em mim
Deixa o céu descer aqui. Senhor…Oh oh oh ohhhh

Aonde quer que for. Aonde quer que eu for.
Eu vou te atrás de Ti. Eu vou te procurar até o fim,

Pra ter tua presença, A qualquer preço.
Eu buscarei.
Pra ter tua presença.
A qualquer preço.
Eu buscarei
Pra ter a tua presença Deus. A qualquer preço Deus. Eu buscarei

Confira o clipe “Te adoro”

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se