27.4 C
Vitória
quinta-feira, 26 novembro 2020

Ministro da Educação diz não fazer pregação e reforça ‘valores’

Leia também

AstraZeneca admite erro de dosagem em vacina

Os reguladores dos Estados Unidos estabeleceram como padrão para a autorização de vacinas a eficácia de 50%

Expectativa de vida das mulheres continua acima da dos homens, diz IBGE

Em 2019, um homem de 20 anos tinha 4,6 vezes mais chance de não chegar aos 25 anos do que uma mulher da mesma...

Componentes de inflação mais alta são passageiros, diz BC

Campos Neto destacou que o horizonte relevante da política monetária tem um prazo mais largo, de olho no fim de 2021 e em 2022

Na quinta-feira, 10, Ribeiro foi criticado após afirmar que os jovens são “zumbis existenciais” por não acreditarem em Deus ou na política, durante evento no Palácio do Planalto

Por João Ker (AE)

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, disse nesta terça-feira, 15, ter sido escolhido para o cargo por estar de acordo com “valores” e “princípios” propostos pela gestão Jair Bolsonaro, mas afirmou estar aberto ao diálogo com secretários estaduais e municipais.

A declaração foi dada na coletiva de imprensa de divulgação dos dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2019, que mostram avanço inédito do ensino médio, mas desacelação do crescimento dos anos finais do fundamental. No evento, o ministério informou que ainda estuda como avaliar impactos da pandemia na aprendizagem dos alunos do Brasil.

“Claro que temos uma linha e um propósito com relação à educação e isso deve prevalecer.”

Ainda segundo Ribeiro, sua indicação não teve viés político, uma vez que ele não é afiliado “a nenhum partido nem grupo religioso, tampouco os evangélicos”. “Tenho conversas com eles, mas não os represento”, afirmou ele, que além de ter sido vice-reitor da Universidade Mackenzie também é pastor presbiteriano. “Ele (Bolsonaro) pagou o preço de colocar alguém que nem conhecido era. Um pastor, como sou. Embora eu não esteja aqui fazendo pregação no MEC. Minha visão é outra sobre meu trabalho. Ele se expôs politicamente ao me colocar aqui”, disse ele, em fala que durou menos de dez minutos, antes de deixar o evento.

Critica

Na quinta-feira, 10, Ribeiro foi criticado após afirmar que os jovens são “zumbis existenciais” por não acreditarem em Deus ou na política, durante evento no Palácio do Planalto. “Temos hoje no Brasil, motivados, creio eu, por essa quebra de absolutos e certezas, verdadeiros zumbis existenciais. Não acreditam mais em nada, desde Deus e política, não têm mais nenhuma motivação.”

Na apresentação, gestores do MEC destacaram o avanço do ensino médio, que vinha de anos de estagnação, mas destacaram o desafio nesta etapa e também nos anos finais do fundamental, etapa que o ministério promete olhar com mais atenção.

Sobre os impactos da pandemia e do fechamento de escolas na aprendizagem dos alunos, ainda não há plano traçado para fazer um diagnóstico. Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes afirmou que o órgão está “vendo a possibilidade de fazer avaliações amostrais” sobre esses efeitos, mas seriam para estudos internos; e não avaliações em larga escala.

Desafios

Segundo educadores, a pandemia vai trazer desafios extras para a educação nos próximos anos. O periodo prolongado de fechamento das escolas deve aumentar a defasagem de aprendizagem de grande parte dos alunos, especialmente os mais vulneráveis, e também eleva o risco de evasão. Além disso, o poder público terá dificuldades para implementar medidas sanitárias para reduzir o contágio do novo coronavírus, como reduzir o número de estudantes por turma, em um cenário de maior restrição orçamentária.

Izabel Pessoa, secretária da Educação Básica, anunciou que o governo federal vai destinar R$ 525 milhões para ajudar as escolas que decidirem retomar as aulas presenciais ainda este ano. O aporte será transferido pelo Programa Dinheiro Direto na Escola, que ainda inclui apoio técnico e orientações a protocolos de biossegurança para 116.767 escolas de 5.100 municípios em todo o País, impactando 36,8 milhões de estudantes

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Bolsonaro lamenta alta de preços de alimentos

O presidente ressaltou que sem medidas do governo federal, como a ajuda para pequena empresas e o auxílio emergencial

Bolsonaro: críticas internacionais sobre agronegócio na Amazônia

De acordo com Presidente, o interesse de outros países não é na floresta, mas sim no que está "debaixo da terra"

Bolsonaro pede que países ajudem a combater comércio ilegal de madeira

O presidente voltou a mencionar o método desenvolvido pela Polícia Federal para rastrear a origem de madeiras apreendidas

Fachin pede explicações a Bolsonaro sobre nomeação

Após o pedido do ministro Gilmar Mendes o caso foi remetido por Fachin para análise do pleno presencial da corte

‘Parabéns a vocês que não se mostraram frouxos’, diz Bolsonaro

O presidente citou que respeita todas as religiões e afirmou que a Bíblia é uma "caixinha de ferramenta para consertar o corpo humano"

Bolsonaro reforça compromisso com reformas estruturantes

O banco do Brics, durante a pandemia da covid-19 e em projetos de infraestrutura e desenvolvimento sustentável

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Miniconferência on-line: “Fé e Ciência para Corpos e Mentes”

Cientistas cristãos brasileiros respondem questões de fé e ciência para corpos e mentes. Tema será abordado na mini Conferência online. Saiba mais!

Seminário de ciências bíblicas em edição virtual; começa hoje

Realizado há 20 anos pela Sociedade Bíblica do Brasil, evento incentiva o estudo e capacita líderes sobre o uso da Bíblia.

Grandes artistas do Brasil no “BH profetiza”

Realizado pela cantora Camila Campos, O BH profetiza vai reunir diversos cantores, entre eles Weslei Santos, Gai Sampaio, pastora Helena Tannure e outros. Evento será transmitido ao vivo, nesta terça-feira, 17 

Conferência pastoral Fidelidade Extrema

Realizado pela Associação Evangelística Billy Graham, a Conferência começou hoje, 13 e vai até amanhã. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Fernandinho e os 16 anos de Ministério pastoral

Uma das maiores referências musicais no mercado gospel, Fernandinho, completou 16 anos de ministério pastoral: "Quero continuar servindo ao meu Deus e à Sua Igreja!", escreveu o cantor

Primeira brasileira a presidir Tribunal de Apelações da ONU

“Na presidência, quero tentar honrar essa tradição brasileira de boa diplomacia, com respeitabilidade honestidade e boa-fé”, disse a magistrada

Deive Leonardo grava última série do ano: Confira!

Gravação será no dia 12 de dezembro, em São José do Rio Preto (SP). Saiba mais!

Atriz é demitida por se posicionar contra a homossexualidade

Após usar sua página no facebook para escrever seu posicionamento contra a homossexualidade, a atriz cristã foi demitida de uma peça de teatro que participaria como atriz principal. Saiba mais!