29.9 C
Vitória
quinta-feira, 27 janeiro 2022

Michelle Giarola: músicas e histórias do poder de Deus

Michelle_Giarola
Foto: Divulgação

Em um testemunho de fé, milagre e superação, Michele Giarola lançou seu primeiro álbum musical autoral, “A glória da segunda casa”

Missionária, cantora e compositora, Michelle Giarola acaba de lançar o álbum autoral, pela Central Gospel Music. “A glória da segunda casa” está disponível nas plataformas digitais e no YouTube com o Lyric Video de uma das 13 faixas do álbum, “O tempo de Deus”. Veja abaixo!

Este álbum é especial para a cantora, porque cada música tem uma dose extra de fé e entrega a Deus. “Tenho um carinho muito grande por todas as canções, pois este projeto nasceu no momento mais crítico da minha vida”, declara Michelle.

Michelle já havia desistido de cantar. Estava completamente envolvida com a busca de tratamentos para a sua filha. Depois de fechar sua clínica de fisioterapia, estava disposta a renunciar também ao seu ministério para se dedicar totalmente à filhinha, que estava enferma e desenganada pelos médicos.

Michelle conta que todas as músicas são proféticas, baseadas nas experiências que viveu dentro de um quarto de hospital.

“Não foi fácil. Eu e meu esposo estávamos vivendo um tempo de dor, de angústia e incertezas. A nossa fé e o cuidado de Deus foi o que nos deu forças para aguentar e não sucumbir ao sofrimento. Nesse período, o conforto do Senhor gerou canções que me consolaram e sei que vão abençoar as pessoas”, contou.

O álbum

A produção do álbum é da própria Michelle Giarola; produção musical, arranjos e regência: maestro Tiago Oliveira; produção de voz: Hedy Barbosa; fotografia: Ackley Serrano; figurinos: Michelle Giarola e Marilda Rodrigues; criação e arte: David Cerqueira. O álbum “A glória da segunda casa” foi gravado e mixado no Studio Center Line Music por Tiago Oliveira, Sorocaba, São Paulo.

Michelle diz que A glória da segunda casa é um trabalho concebido com lágrimas, mas também com a forte convicção de que Deus está sempre no controle. E foi essa certeza que a tornou forte para perseverar nas orações em favor da sua filha. Vale a pena conferir mais esta obra de Michelle Giarola.

Intervenção divina

O testemunho de cura de Mellina, filha de Michelle Giarola. Mellina nasceu no dia 3 de janeiro de 2011, prematura de 34,5 semanas com retardo do crescimento intrauterino, hipertensão pulmonar, baixo peso e com suspeita de algum tipo de síndrome, pois, sua face chamava a atenção dos médicos.

No segundo dia de vida, ela evoluiu para um quadro de insuficiência cardiorrespiratória e precisou ser entubada. Em seguida, entrou em coma e em falência múltipla dos órgãos. Meu chão se abriu! Os médicos me prepararam para o pior! De acordo com eles, Mellina não passava daquela noite.

Foram quatro dias de falência múltipla dos órgãos e hipóxia (no caso de Mellina, diminuição do oxigênio no cérebro), 18 dias em coma. Um mês na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e um ano na enfermaria da pediatria. Segundo a medicina, a menina morreria a qualquer momento ou, se sobrevivesse, teria paralisia cerebral grave.

Michele_Melina
Michele e a filha Melina. Foto:Arquivo pessoal

“Confesso que a entreguei nas mãos do Senhor! Orava e chorava muito! Naquele momento, só profetizava vida sobre a minha filha. E ali nasceu a canção: ‘Profetizando Milagres’! Eu orava e cantava para ela todos os dias. Fazíamos culto doméstico dentro do nosso quarto de hospital.

Mellina saiu do coma, mas, não conseguia sair da sonda. E não ganhava peso. Tinha muitos episódios de diarreias e vômitos constantes. Devido a isso, se tornou um bebê desnutrido. Aos oito meses, não sentava, não engatinhava, mal firmava a cabecinha. Seu desenvolvimento neuropsicomotor estava muito atrasado.

Evolução e mão de Deus

“Depois de 11 meses de internação, ainda desenganada e sem diagnóstico definido, decidi me posicionar diante de Deus. Fiz um propósito com Ele. Em oração, com muitas lágrimas, eu orei ao Senhor: ‘Senhor, eu não suporto mais tanto sofrimento! Não suporto mais ver minha filha sendo furada várias vezes ao dia! São exames e mais exames e ninguém descobre nada. Eu lhe peço, suplico a Sua intervenção. Entra com a Sua providência, Senhor! São muitos meses lutando pela vida dentro de um quarto de hospital, sem diagnóstico, sem perspectiva… Mas o Senhor é a nossa esperança.”

Naquele momento de entrega, fiz um propósito com Deus: “Se o Senhor quiser levar minha Mellina, eu a entrego ao Senhor… eu vou sofrer demais, mas não vou negar a minha fé. Mas, se o Senhor quiser curá-la, eu abandono tudo! Abandono meus sonhos e projetos para viver os Seus propósitos. Aonde o Senhor me levar, eu irei testemunhar o nosso milagre.”

A partir daquele dia, a menina começou a evoluir de forma inexplicável! Foram 11 meses e 20 dias dentro de um hospital; 5 anos se alimentando por sonda. “Ao longo desses 5 anos, eu e minha família vivemos grandes milagres”, relatou.

Propósito divino

Foram anos de busca, entrega, lágrimas, jejum e oração. Uma jornada de cinco longos anos. E, no decorrer dessa jornada, Deus me deu várias canções para abençoar e profetizar sobre o seu povo. Então, decidi gravar essas músicas; na verdade, o álbum “A glória da segunda casa” é um presente, um ato de gratidão a Deus.

“Hoje, nossa princesa tem nove anos! É uma criança muito saudável, esperta e feliz para a glória de Deus. Até hoje, a medicina não conseguiu explicar nem mesmo diagnosticar o que houve com a nossa filha. Mas eu entendo que ela é um propósito divino, e o que é divino não se explica”.

Esse é o testemunho da cantora, que tem abençoado muitas pessoas pelo mundo afora. “Nós bendizemos a Deus, Pai das misericórdias e Deus de toda consolação, que nos consola. Nem sempre vamos entender os propósitos de Deus, porém é importante confiar e acreditar que Ele está conosco em todas as situações. Confie no Senhor. Ele está preparando você para algo grandioso. A glória da segunda casa será maior que a da primeira!”

Veja o clipe de “O tempo de Deus”

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se