back to top
24.9 C
Vitória
sexta-feira, 24 maio 2024

Meia da Juventus suspenso por apostar revela dívidas e ameaças

Jogador da Juventus é suspenso por sete meses em caso de apostas; outros 9 são investigados - Foto: Reprodução Instagram / @nicolofagioli
Jogador da Juventus é suspenso por sete meses em caso de apostas; outros 9 são investigados - Foto: Reprodução Instagram / @nicolofagioli

Nicolo fez um acordo com o Ministério Público Federal italiano, que envolve uma multa de 12.500 euros e sete meses de suspensão

Nicolo Fagioli, meia da Juventus suspenso por apostar em sites ilegais, acumulou dívidas e chegou até a ser ameaçado, conforme revelam trechos de depoimentos do atleta divulgados pelo jornal Gazzetta Dello Sport nesta quarta-feira.

“Disseram-me: ‘ou você paga, ou vamos quebrar as suas pernas'”, afirmou o jogador ao relatar as dívidas que fez com os sites por causa do vício em apostas esportivas, mundo ao qual foi apresentado pelo volante Sandro Tonali, do Newcastle, afastado da concentração da seleção italiana há uma semana, justamente por envolvimento com apostas.

Viciado confesso, Fagioli garante que jamais apostou contra ou a favor de seu próprio time, a Juventus. “Foi o Tonali quem me disse para apostar num site ilegal. Aposto em tudo, até na Torino, Milan… mas nunca apostei na Juve”, disse, antes de revelar ter pedido ajuda a companheiros de time para pagar suas dívidas. “Pedi 40 mil euros emprestados ao Gatti. Disse que precisava comprar um relógio e que a minha mãe tinha bloqueado minhas contas. O Dragusin me emprestou 40 mil em outubro de 2022 ”

O meio-campista juventino fez um acordo com o Ministério Público Federal italiano, que envolve uma multa de 12.500 euros e sete meses de suspensão, além de cinco meses de penas alternativas. Houve uma mobilização do presidente da Federação Italiana de Futebol, Gabriele Gravina, a favor de medidas educativas no lugar do banimento ou outros tipos de punições mais severas. “Nossos filhos devem ser sancionados, mas não abandonados”, defendeu o dirigente. O jogador de 22 anos assim como Tonali, será colocado em um programa de reabilitação para tratar o vício.

- Continua após a publicidade -

Nicolò Fagioli, da Juventus, é suspenso por caso de apostas

Fagioli diz que começou a apostar na concentração da seleção sub-21 italiana, à qual serviu ao lado de Tonali, hoje com 23. “No começo, havendo muito tempo livre, comecei a apostar para superar o tédio. Com o passar do tempo, tornou-se uma obsessão. Comecei a apostar em Tirrenia, a concentração da seleção sub-21. No começo era só diversão, depois fiquei em situação de estresse por causa das dívidas.”

Desde então, as apostas continuaram presentes na vida do meio-campista, que viveu, em abril deste ano, um dos momentos de maior angústia por causa do vício, durante derrota por 1 a 0 para a Sassuolo. Na ocasião, foi substituído após falhar no lance que originou o gol adversário e começou a chorar no banco de reservas, mas não estava lamentando apenas o erro. “Chorei no banco pensando nas minhas dívidas”, afirmou.

Durante o período em que esteve emprestado à Cremonese pela Juve, na temporada 2021/2022, Fagioli teve uma fase longe das apostas, porém de pouca duração. “Quando eu estava na Cremonese, a minha mãe aconselhou-me a procurar ajuda, fiz isso algumas vezes. Tive a esperança de conseguir largar, mas apostava em frente à televisão quando via qualquer coisa de esporte passando, inclusive futebol, até Serie B e terceira divisão”, contou.

O nome do meia é um dos listados por uma investigação contra plataformas ilegais de apostas na Itália. O meia-atacante Nicolo Zaniolo, do Aston Villa, e o volante Sandro Tonali, do Newcastle, citado por Fagioli em seu depoimento, também estão na lista. Zaniolo e Tonali estavam com a seleção italiana, em preparação para as partidas das Eliminatórias da Eurocopa disputadas na Data Fifa deste mês, quando foram convocados a prestar depoimento e acabaram afastados da equipe. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -