24 C
Vitória
sexta-feira, 10 julho, 2020

Médicos cubanos podem ser regularizados no país

Mais lidas

Bolsonaro sanciona lei que suspende pagamento de parcelas do Fies

Os saldos das obrigações suspensas devem ser pagos de forma diluída. Saiba mais!

CNI: confiança dos empresários da indústria melhora pelo 3ª mês seguido em julho

As expectativas com relação aos próximos seis meses já são otimistas", destacou a CNI, no documento.Confira!

Famílias têm papel fundamental na relação da criança com mundo digital

Rotinas offline ajudam a criança a desenvolver autorregulação. Saiba mais!

Terminam hoje inscrições para o Sisu

Pela 1ª vez, são ofertadas vagas na modalidade a distância. Saiba mais!

Cerca de dois mil médicos permanecem no país, após o fim do acordo com Cuba

Após o rompimento do governo de Cuba com o Programa Mais Médicos, em novembro do ano passado, cerca de dois mil médicos permaneceram no país. Nessa quarta (27), o ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que eles “estão numa condição de exilados”.

De acordo com o ministro, a medida faz parte de uma proposta que deve ser enviada ainda em abril para o Congresso Nacional e que pretende alterar a legislação sobre o programa, criado em 2013 pela ex-presidente Dilma Rousseff.

Entretanto, o programa foi revisado pelo presidente Jair Bolsonaro, que impôs uma série de regras para que os médicos permanecessem atuando no país. Desta forma, mais de 8 mil profissionais cubanos deixaram o Brasil.

Durante a reunião na Comissão de Assuntos Sociais do Senado, Mandetta disse aos 20 senadores presentes que a situação precisa ser resolvida o quanto antes.

“Nós devemos ter uma proposta de como que essas pessoas podem se reencontrar com a sua profissão, legalizados, e poder exercer sua profissão, já que eles são muito mais vítimas dessa negociação que foi feita entre países, do que propriamente atores de algum ato que os colocasse dentro do País em situação irregular”,afirmou o ministro.

Mandetta destacou, ainda, que muitos desses médicos que permaneceram no país estão trabalhando como balconistas de farmácia e agentes comunitários. “Talvez eles possam, com certeza, legalizar a sua situação profissional e podem ser sim uma opção de trabalho num país livre e democrático”, concluiu.

*Da redação com informações da Agência Brasil.


leia mais

Cuba – Governo limita atividades religiosas
Inscritos no Mais Médicos

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Show drive-in do 3 Palavrinhas esse mês; Saiba mais!

O grupo infantil 3 palavrinhas vai se apresentar na Arena Sessions, no estádio Allianz Parque, em São Paulo dia 19 de julho Atenção criançada! O...

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Em agosto, 16º Fórum de Ciências Bíblicas

Com o tema “A Bíblia para as novas gerações”, evento será realizado nos dias 13 e 14 de agosto, no Centro de Eventos de...

Plugue-se

Fé ativa: a base da vida cristã

O discipulado que produz cristãos que levam Deus a sério

Bíblia em áudio com inteligência artificial por aplicativo

Como outros aplicativos de meditação populares, o aplicativo Soultime, quando aberto, reproduz sons da natureza, como vento e canto dos pássaros.

Foi só um susto! Samuel, da dupla Daniel e Samuel se recupera bem

Samuel, que sofreu um infarto nesta segunda-feira, 7, segue internado na UTI de um hospital de Anápolis (GO) para monitoramento médico

“Cristo em você”: Como a mudança de Deus vive através de milagres

 Filme até destaca como Deus trabalha nas nações europeias seculares.