24.9 C
Vitória
sábado, 20 abril 2024

Medalhistas são convocados para reforçar seleção de judô no Pan

Medalhistas olímpicos Rafaela Silva, Ketleyn, Baby e Cargnin reforçam seleção de judô no Pan - Foto: Wander Roberto/COB
Medalhistas olímpicos Rafaela Silva, Ketleyn, Baby e Cargnin reforçam seleção de judô no Pan - Foto: Wander Roberto/COB

A expectativa da Confederação brasileira de Judô (CBJ) é pela conquista de muitas medalhas e de uma boa impressão

O Brasil pretende fazer bonito nos Jogos Pan-Americanos de Judô de Santiago, entre os dias 28 e 31 de outubro e convocou uma seleção forte para não desapontar no Chile. Entre os 19 convocados nesta segunda-feira figuram quatro medalhistas olímpicos, Rafaela Silva (57kg), Ketleyn Quadros (63kg), Daniel Cargnin (73kg) e Rafael Silva (+100kg), o Baby, além de jovens promessas das equipes de transição que garantiram vaga nos Jogos Pan-Americanos Júnior de Cali.

A competição ocorre no Centro de Esportes de Contato do Parque Estádio Nacional, e a expectativa da Confederação brasileira de Judô (CBJ) é pela conquista de muitas medalhas e de uma boa impressão. A entidade quer colocar os atletas em combates de alto nível já como preparação para Paris-2024.

Rafaela Silva ganhou o ouro na Olimpíada de 2016, no Rio, mesma competição que Baby levou o bronze pela segunda vez na carreira – já havia conquistado a medalha em Londres-2012. A experiente Ketleyn Quadros ficou em terceiro nos Jogos de 2008, em Pequim, enquanto Cargnin também levou o bronze nos Jogos de 2020, disputado em Tóquio em 2021 por causa da pandemia de covid-19.

Os novatos da seleção são Aléxia Nascimento (48kg), Luana Carvalho (70kg), Eliza Ramos (78kg), Michel Augusto (60kg), Gabriel Falcão (73kg) e Kayo Santos (100kg), todos classificados via Cali. O time masculino será treinado por Antônio Carlos ‘Kiko’ Pereira, enquanto Sarah Menezes e Andrea Berti dirigem a equipe feminina.

- Continua após a publicidade -

“O judô brasileiro estará em Santiago com um time muito competitivo e temos a expectativa de fazer ótimos resultados como vem sendo nas últimas edições”, disse Marcelo Theotonio, gerente de alto rendimento da CBJ, que será o chefe da delegação de judô em Santiago.

“Conseguimos classificar atletas em todas as categorias e dobrar as chances em cinco categorias com a entradas dos juniores. Em termos de ambiente e vivência em evento multiesportivo, o Pan será um ótimo laboratório para Paris 2024 e, por isso, também estamos indo com atletas cujo foco está na medalha olímpica daqui a menos de um ano”, explicou.

Uma novidade do Pan de Santiago é a competição por equipes mistas, que entrou no programa olímpico em Tóquio e continuará em Paris 2024. Será a primeira vez que a prova será disputada em Jogos Pan-Americanos. Atual campeão do continente, o Brasil defenderá o título conquistado nesse domingo, em Calgary, no Canadá, com a convocação da mesma equipe. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -