31 C
Vitória
quinta-feira, 27 janeiro 2022

“Me conectei com Deus”, diz Mariana Rios após aborto espontâneo

Mariana_Rios
Foto: Reprodução

Ao perder o bebê, a atriz e cantora Mariana Rios falou sobre a importância da fé para lidar com a perda: “o sofrimento é opcional”, declarou

Em um relato emocionado, a atriz e cantora Mariana Rios, 35 anos, contou o que viveu ao descobrir que sofreu um aborto espontâneo. Em sua participação no programa Encontro, com Fátima Bernardes nesta quarta-feira (22) ela destacou a importância da fé para lidar com a perda do bebê.

“Eu senti que tinha voado até o céu e, de lá, despenquei. Quanto mais você cria expectativa, o tombo é maior”, disse a atriz.

Mariana contou que decidiu compartilhar, nas redes sociais, o momento difícil que estava passando. A postagem, feita no dia 11 de julho, a cantora revelou a perda do primeiro filho. “Meu filho. Te recebi dentro de mim com todo meu amor. Seu coração, que batia acelerado e forte, de repente parou”, Escreveu na publicação no Instagram.

“Foi muito importante falar. Mas, mais importante ainda, foi receber as mensagens e histórias que as mulheres dividiram comigo. Isso foi de grande valor para mim. Eu tenho muito a agradecer a todos essas mulheres. Você se vê no outro, a dor do outro é onde você se encontra também, então você se enxerga no outro”.

Fé para superar

Mariana disse que a fé foi muito importante para enfrentar esse momento difícil em sua vida. “A vida é uma caixinha de surpresas e uma montanha-russa. A gente tem que está preparado para tudo, porque não sabemos o dia de amanhã. Se você tem certeza que tudo acontece é só somente para o seu bem, a gente consegue levar a vida com mais leveza, em paz. Porque qualquer coisa que acontece é para o meu bem. Preciso ter gratidão por aquilo”, disse.

– É fé e gratidão por tudo que você passa. Saber que a gente está aqui para a nossa evolução, abre o seu caminho, a sua consciência, seu pensamento e seu coração diante das coisas da vida – Disse Mariana Rios.

A atriz contou quando descobriu que o coração do bebê tinha parado de bater. “Fui fazer um exame de rotina e meu médico percebeu que tinha alguma coisa estranha. Naquele momento, senti que tinha voado até o céu e de lá, eu despenquei. Dizem que quanto mais você sobe, sonha, cria expectativa, o tombo é maior. Mas não me arrependo de tudo que sonhei, planejei e criei de expectativa”.

Conversa com Deus

Mariana revelou que teve um momento de conversa com Deus sobre a situação. “Não fiz curetagem, conversei muito com o meu médico, eu tive que esperar. Esse processo só aconteceu somente anteontem, na segunda. Então, foi um dia que me conectei com o Deus, falei: ‘Deus, se for da sua vontade, que aconteça agora, eu estou preparada e agradeço por esse tempo maior que ele ficou aqui”, contou.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se