Márcio Moreira de volta ao gospel da Som Livre

Foto: Divulgação

Márcio Moreira, 31 anos, voltou a assumir a gestão do marketing gospel da gravadora após um ano fora do setor

O jornalista Márcio Moreira, 31 anos, voltou a integrar o time de profissionais da Som Livre no segmento gospel. A partir desta segunda (4), ele assume o marketing e curadoria musical dos projetos artísticos da gravadora após um ano afastado do setor.

Márcio ficou no segmento gospel da Som Livre até 2018. E migrou-se para o departamento de Música Popular Brasileira (MPB), onde atuou por dez meses. Chegou a implantar projetos que fizeram sucesso, como a “Campanha Vem Pro Streaming”, que havia realizado em 2017 com o gospel.

“Consegui implantar alguns projetos bem legais e aprendi muito. Fiz uma adaptação de um projeto gospel para o secular, educando o público a ouvir música no streaming”, contou.

Agora foi convidado novamente para assumir o gospel. “O mercado gospel voltou a aquecer na indústria digital. E os parceiros de streaming começaram a acenar mais interesse nesta área. Como tenho experiência nessa área, recebi o convite. E eu terei liberdade para por em prática uma nova gestão para os artistas cristãos”, explicou.

Paixão pelo gospel
Márcio Moreira assina a coluna “Conexão Cristã”, do site de notícias romanews. Foto: Divulgação

Cristão desde os 17 anos e apaixonado por música e jornalismo, Márcio sempre gostou de música gospel. E mesmo fora do segmento por um tempo nunca deixou de acompanhar as novidades do setor.

Tanto que assina uma coluna semanal sobre o tema, desde junho do ano passado, que o mantém imerso no mercado de música cristã.

“Sempre tive o radar ligado no gospel e minha formação é toda no gospel no que tange a mercado da música. Desde que entrei na Som livre lidei com esse mercado. Na minha coluna eu falo sobre música e cultura cristã de um modo geral. É a minha terapia e meu jeito de contribuir diretamente para um público que acompanha meu trabalho e com quem não tenho a chance de trabalhar diretamente, sobretudo artistas independentes”, afirmou.

O jornalista integra a equipe da Som Livre desde setembro de 2013. E já atuava no segmento musical antes mesmo de atuar na gravadora, em assessoria de imprensa para artistas independentes.

“Dediquei os primeiros anos da minha carreira a TV e a rádio. Mas fui ganhando experiência neste mercado ao assessorar artistas. A Som livre foi a primeira gravadora onde trabalhei”.

Futuro na gravadora

Márcio já adiantou à Comunhão que pretende desenvolver um bom trabalho a frente da gravadora. E para 2020, “teremos novas contratações de artistas e muitas ações criativas voltadas para a música digital, que é boom do momento”.

Sobre a Som livre

A gravadora Som Livre é uma empresa das Organizações Globo. Foi fundada em 1969 para comercializar as trilhas sonoras de novelas brasileiras produzidas pela TV Globo. A partir de 2008 abriu uma divisão para trabalhar com artistas cristãos. Além de trabalhos inéditos, lançou também coletâneas de canções clássicas do gospel.

Vários nomes consagrados do meio evangélico já passaram pela gravadora, como Diante do Trono, Ludmila Ferber, David Quinlan, Daniela Araújo e outros. Atualmente fazem parte do cast da Som Livre os artistas Davi Sacer e Ton Carfi.


leia mais

A nova forma de ouvir música cristã
Som Livre lança “Você adora” nas igrejas