24.1 C
Vitória
sábado, 15 maio 2021

“Marcha da Família Cristã pela Liberdade”, em diversas cidades do Brasil

“Marcha da Família Cristã pela Liberdade” marca o fim de semana

Neste domingo (11), em diversas cidades do Brasil, grupos de fiéis aderiram a “Marcha da Família Cristã pela Liberdade”, protestando contra a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre as restrições a celebrações religiosas presenciais durante a pandemia de Covid-19. Aconteceram protestos em pelo menos oito capitais.

São Paulo

Em São Paulo, manifestantes se reuniram na Assembleia Legislativa (Alesp) e seguiram para a Avenida Paulista, onde se concentraram em frente à Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP). Um grupo exibia faixas e cartazes com mensagens pedindo o fim das restrições de abertura de comércio e igrejas. Houve manifestações também em Santos, no litoral paulista, e em Campinas, São José do Rio Preto e Botucatu, interior do estado de São Paulo.

Rio de Janeiro

No Rio, a manifestação chegou a provocar o fechamento total da Avenida Atlântica, sentido Ipanema.

Rio Grande do Norte

Em Natal, a concentração foi pela manhã, em frente a um shopping que fica no cruzamento entre as duas principais avenidas da capital do Rio Grande do Norte. Com o tema “Deus, Família e Liberdade”, os manifestantes protestaram com bandeiras do Brasil e de Israel e com cartazes de respeito à liberdade ao culto.

Brasília

Em Brasília, os manifestantes, vestidos de verde e amarelo, carregando bandeiras e faixas se concentraram em frente ao Museu Nacional. Depois, o grupo seguiu em caminhada até o Congresso Nacional, acompanhado por carros de som.

Minas Gerais

Na capital mineira, Belo Horizonte, os manifestantes caminharam pelas ruas da região central com bandeiras e camisas do Brasil, apitos e gritaram pedindo a intervenção no Supremo e no Congresso, o que é inconstitucional, e a criminalização do comunismo.

Manaus

Um carro de som e outros veículos ficaram concentrados na avenida Autaz Mirim, pela manhã, em Manaus. Com bandeiras do Brasil, o grupo cantou o Hino Nacional e manifestou apoio ao presidente Jair Bolsonaro.

Porto Alegre

Em Porto Alegre, a marcha começou na estátua do Laçador, e seguiu até o Parque Moinhos de Vento. O trânsito de veículos chegou a bloquear a entrada da cidade, nas proximidades da Ponte de Guaíba.

Piauí

Na parte da tarde, os piauienses se reuniram diante da Assembleia Legislativa. O grupo levou bandeiras do Brasil e do Piauí, e fez caminhada e orações.

  • Com informações O Globo
- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se