25.3 C
Vitória
segunda-feira, 21 setembro 2020

Na passarela do samba, Mangueira ironiza Jesus

Leia também

‘Mistura de ceticismo com desconhecimento’ afeta soluções ambientais, diz Barroso

Ministro chegou a indicar que, em razão da semelhança dos assuntos, as ações poderão até ser levadas a julgamento juntas

Aras se diz contra pedido da prefeitura do RJ para volta às aulas na rede privada

De acordo com o procurador-geral, o deferimento dos pedidos de suspensão de segurança, de liminar e de tutela provisória tem caráter excepcional

Doria diz ter plano estadual alternativo à vacinação contra covid-19

O governador porém ressalvou: "tenho certeza que Ministério da Saúde não caminhará, não trilhará um caminho ideológico, partidário e eleitoral"

Escola de samba da Mangueira apresentou “mães de santo”, gays e mulheres crucificadas. Pastor Henrique Vieira representou Cristo no desfile e diz que “Jesus foi honrado na Sapucaí”

Neste domingo (23), a Estação Primeira de Mangueira apresentou um desfile sobre a vida de Jesus. Além do enredo, intitulado “A Verdade Vos Fará Livre”, alusão ao texto de João 8:32, o grupo levou para a avenida várias pessoas, que interpretaram Cristo.

À frente da agremiação, vinte religiosos de vários grupos trouxeram uma faixa pregando a liberdade religiosa. A faixa trazia os dizeres: “independente de sua fé, o respeito deve prevalecer”. A rainha de bateria da escola, Evelyn Bastos, foi uma das intérpretes de Jesus. O pastor Henrique Vieira esteve na avenida como Cristo em situação de rua.

“A escola mostrou um Jesus Cristo que não é necessariamente um Jesus Cristo loiro e de olhos azuis. É o Jesus negro, amarelo, índio e que tem corpo de mulher. Ou seja, tira o Jesus do altar e coloca ele na avenida Sapucaí, que se tornou um grande altar”, celebrou o pastor.

O desfile

A Comissão de Frente da Mangueira apresentou uma versão contemporânea de Jesus, na qual ele também foi exibido como morador de periferia. No enredo, a escola atacou líderes cristãos, chamados de “profetas da intolerância”. E também alfinetou o presidente Jair Bolsonaro, no trecho “Favela, pega a visão, não tem futuro sem partilha nem messias de arma na mão”.

Uma das compositoras da obra, Manuela Oiticica, disse que a letra não é uma crítica ao presidente. “Não é uma crítica direta a Bolsonaro, mas sim a supostos heróis de nossa história que surgem com soluções fáceis e agem com violência e autoridade, simplificando questões complexas”, afirmou em entrevista ao portal Terra.

mangueira_desfile
Pastor Henrique Vieira durante o desfile da Mangueira. Foto: Twitter

Outro lado

Em entrevista ao UOL, o pastor Henrique Vieira disse que o Filho de Deus foi honrado na Avenida. “Como pastor, ator e discípulo de Jesus, eu vi que Ele foi honrado. Ele é ofendido quando o povo negro é alvo de preconceito, quando uma mulher sofre violência, quando indígena corre de bala, quando o pobre é massacrado. Hoje Jesus foi celebrado com festa, com alegria, com respeito”, disse.

Apesar de ter sido elogiado por muitos representantes da ala artística, alguns evangélicos criticaram a atitude do pastor. No Twitter, ele foi acusado de retratar Jesus em uma “celebração profana” enquanto outros internautas disseram que o religioso “é uma vergonha pro evangelho genuíno de Cristo”.

O pastor Paulo Eduardo, da Primeira Igreja Batista de São Paulo lamentou a interpretação distorcida da Bíblia ao exaltar o personagem Jesus no enredo.

“Foi uma declaração clara de que eles mutilam a mensagem e sobre Jesus. É um uso ideológico, muito infeliz, pra não ser de mal caráter porque é uma traição a própria fala do Senhor Jesus. Há toda uma manipulação da mensagem cristã, tentando colocá-la contra os direitos humanos. É lamentável esse tipo de uso que a Mangueira fez da pessoa de Jesus”, afirmou.

mangueira-Jesus
O calvário de um Jesus com a face de um jovem negro, no desfile da Mangueira. Foto: Fabio Tito/G1

Abaixo-assinado

O Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, uma associação tradicional católica, divulgou um abaixo-assinado em repúdio a Mangueira em seu site. Na petição, o órgão diz que sente “repulsa por esse samba de 2020. E  que conspurca a figura sagrada de Nosso Senhor Jesus”.

“Nesses últimos anos, não há Carnaval em que a Face Sagrada de Cristo não seja ultrajada, agredida, sempre em nome da ‘liberdade de expressão’”, diz o documento. Veja a nota completa com o abaixo-assinado aqui

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Brasil: Governo pede suspensão da exibição do filme “Cuties”

"Cuties" (Lindinha), produção francesa da Netflix, é acusada de sexualizar crianças. Saiba mais!

Live Elementos Essenciais do Discipulado hoje

Como os Estudos da Bíblia de Discipulado podem ser usados em microgrupos de discipulado entre pessoas recentes na fé. Saiba mais!

Angola: Justiça manda fechar templos da Igreja Universal

Prédios da Igreja Universal em Angola, localizados em pelo menos quatro regiões foram interditados por autoridades policiais neste domingo.

Após seis dias internado, André Mendonça deixa hospital

De acordo com o Ministério da Justiça, ele seguirá trabalhando de casa nas próximas três semanas. Saiba mais!

O batismo nas águas é indispensável à salvação?

Pergunta anônima Batismo nas águas, segundo as escrituras, é uma ordenança do Senhor Jesus: “Portanto, ide e fazei discípulos de todos os povos, batizando-os em...

“Maior tesouro”, com Anderson Freire e Jozyanne

Música é uma composição de Josyanne e Anderson Freire. "Maior tesouro" está disponível em todas plataformas digitais. Ouça a canção!

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Live solidária: artistas em favor da Igreja Perseguida

Denominado de "Seja um com eles", a live solidária é um grito de ajuda a igreja perseguida. Paulo César Baruk, Rebeca Nemer, Eyshila, André Aquino são alguns dos convidados. Saiba mais!

Arte da Graça em casa; Conscientização do setembro amarelo

Em formato online, o evento une shows e workshops incentivando a tolerância, paz e música. Saiba mais!

Aquecimento Sepal 2020, com Edméia Williams e Rodrigo Gomes

Transmissão acontecerá nesta segunda-feira, 14 de setembro, às 19 horas. Saiba como participar!

Encontro nacional Renas: “Ser criança em tempos de incerteza”

É a 13ª edição do Encontro Nacional da Rede Evangélica Nacional de Ação Social (Renas). Evento, que acontece em outubro, será online. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Vídeos sobre a Bíblia alcançam 1 milhão de pessoas no Tik Tok

Produzidos por Jey Reis, 17 anos, os vídeos diários, que são publicados no Tik Tok, falam sobre Jesus. Saiba mais! !

“Inesquecível”: a história da professora que morreu para salvar crianças

Filme vai contar a história da professora Heley de Abreu, que deu avida para proteger crianças de um incêndio, em Janaúba (MG). Saiba maiws!

Kemuel e Priscilla Alcântara conquistam Platina Triplo

Platina Triplo é uma certificação pelo grande alcance que as canções dos artistas tiveram nas plataformas digitais de música Nesta quinta-feira, 17, Kemuel e Priscilla...

Ajude um cego a ler a Bíblia e ter a vida transformada

A iniciativa quer distribuir a Bíblia para cegos em todo o Brasil e promover a acessibilidade para pessoas com deficiência visual. Saiba mais!