back to top
20.9 C
Vitória
quinta-feira, 30 maio 2024

Mandamento com promessa: filhos devem honrar pai e mãe

Foto: Reprodução

Além de ser ordenança bíblica, ao cumprirem esse princípio, os filhos são abençoados com prosperidade e longevidade 

Por Patricia Scott

Na visão bíblica, a honra é um princípio fundamental, que está relacionada a respeito, admiração, cuidado, zelo pelo bem-estar e valorização. Não à toa, as Sagradas Escrituras exortam, conforme as palavras do apóstolo Paulo: Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa, para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra (Efésios 6.1-4).

“Honrar os pais é uma maneira de retribuir o amor que eles dedicaram, demonstrando gratidão e respeito”, expõe a psicóloga Magali Leoto, do Ministério Fortalecendo a Família e autora, ao lado do marido, Sergio Leoto, do livro “Vivendo e Aprendendo a Brigar”, da Mundo Cristão. Ela acrescenta que “Deus valoriza o papel dos pais na vida dos filhos. É dever dos filhos a honra aos pais, mesmo que não tivesse uma promessa ou recompensa da parte do Senhor”, comenta.

De acordo com Magali, aqueles que não honram os pais, além de não terem o benefício da longa vida, “carregam muita culpa, o sentimento de não pertencimento e os bloqueios nas relações mais íntimas”.

- Continua após a publicidade -

Ela pondera, no entanto, que muitos filhos sentem dificuldades em cumprir esse mandamento divino. Isso acontece, talvez, porque eles “não tiveram o acolhimento necessário na infância, sofreram abusos emocionais, físicos ou sexuais e possuem bloqueios emocionais. Assim, não criaram um vínculo afetivo adequado para uma boa troca de afetos e cuidados”. Por isso, podem ter “profundas feridas emocionais não tratadas que dificultam honrar os pais”, diz.

‘Antídoto contra desastres’

Conforme explicação do pastor presbiteriano Hernandes Dias Lopes, o apóstolo Paulo menciona três motivos que devem levar os filhos a honrarem e serem obedientes aos pais: a natureza, a lei e o Evangelho. “A obediência dos filhos aos pais é uma lei da própria natureza, é o comportamento padrão de toda a sociedade”, afirma ele na pregação “Filhos, honrem seus pais”, e enfatiza: “É antinatural os filhos desobedecerem os pais. A desobediência aos pais é um sinal de decadência moral da sociedade e um sinal do fim dos tempos (Rm 1.28-30; 2Tm 3.1-3)”.

O pastor diz, ainda, que os filhos devem prestar não apenas obediência aos pais, mas, também devotar a eles amor, respeito e cuidado. Isso porque é possível obedecer sem honrar. “Há filhos que desamparam os pais na velhice. Há outros que levam flores para o funeral dos pais, mas jamais lhes presentearam com um botão de rosas, enquanto estavam vivos”, observa e afirma: “Honrar pai e mãe é honrar a Deus (Lv 19.1-3). Porém, resistir à autoridade dos pais é insurgir-se contra a autoridade do próprio Senhor”.

O líder religioso lembra que honrar pai e mãe traz preciosos benefícios (Ef 6.2,3). A promessa consiste em prosperidade e longevidade. “Um filho obediente livra-se de grandes desgostos. Quantos desastres seriam evitados, se os filhos ouvissem o conselho dos pais! Quantos casamentos desastrosos jamais aconteceriam, se os filhos ouvissem a orientação dos pais! Quantas companhias nocivas, que levam para o abismo, seriam evitadas, se os filhos ouvissem os pais! Quantos namoros turbulentos jamais começariam, se os filhos atendessem à orientação dos pais!”. Sendo assim, “obedecer pai e mãe é um antídoto contra grandes desastres na vida!”, diz ele.

O pastor lembra, ainda, que os filhos devem obedecer os pais porque eles mesmos são servos de Cristo. Devem obedecer os pais por causa do relacionamento que têm com Cristo. Em Cristo, segundo o pastor, a família é resgatada à plenitude do propósito original do Senhor. “Quanto mais servos de Cristo somos, mais harmoniosa será a relação entre filhos e pais. Porque os filhos vivem para a glória de Deus e têm deleite em fazer Sua vontade, eles aprendem a obedecer os pais, porque isso é agradável ao Senhor (Cl 3.20)”.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -